COVID-19: Hospitais de Coimbra já confecionaram 450 botas e 700 cogulas
24 Março, 2020 868 visualizações

COVID-19: Hospitais de Coimbra já confecionaram 450 botas e 700 cogulas

image_pdfimage_print

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), face à dificuldade de obter alguns dos componentes dos equipamentos de proteção individual, já confecionou 450 botas e 700 cogulas nas suas instalações, foi hoje anunciado.

“Com o início dos casos de Covid-19, no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) foi percetível a dificuldade de obter alguns dos componentes dos equipamentos de proteção individual, nomeadamente artigos de proteção da cabeça e da região cervical e ombros (cogula), e botas de proteção de cano alto”, conta uma nota de imprensa enviada hoje à agência Lusa.

O CHUC diz que, “face a esta situação, um conjunto de profissionais desenvolveu soluções criativas e foi lançado o desafio de se colmatar internamente esta lacuna, com a confeção dos artigos em falta”.

“Desafio que foi, de imediato e sem reservas, assumido por seis costureiras que trabalham na rouparia do CHUC (cinco do Serviço de Utilização Comum dos Hospitais — SUCH – e uma do CHUC)”, continuam os Hospitais de Coimbra.

A nota refere ainda que, “a trabalharem em exclusivo e desde então, nesta tarefa, foi possível, no passado dia 12 de março, produzir, no CHUC, a primeira cogula e as primeiras botas, em tecido, para proteção adequada dos profissionais de saúde que lidam diretamente com os doentes vítimas ou possíveis vítimas da covid-19. E, desde então, produzir cerca de 450 botas e 700 cogulas”.

“Tratou-se de uma solução inovadora, perante um desafio que requeria determinação e prontidão, e o compromisso de quem não baixa os braços perante as adversidades, a incerteza e o desconhecido. E foi, exatamente, o que aconteceu, à semelhança do que se regista com a generalidade dos profissionais e equipas do CHUC”, lê-se na nota.

Esta é, para os Hospitais de Coimbra, “uma aposta ganha, que vale por si e pelo que representa de apoio à segurança dos que cuidam e tratam dos doentes, mas que vale também pelo exemplo” porque “vários hospitais já adotaram a mesma metodologia ou a estão a adotar, para responder à escassez deste tipo de artigos no mercado”.

“Com o aumento do número de casos, torna-se difícil confecionar todas as peças necessárias, pelo que estamos já a tentar organizar grupos externos, de voluntários, que possam ajudar nesta tarefa, utilizando o material do hospital”, concluiu o CHUC.

Anterior Penacova intensifica apoio a pessoas mais frágeis
Seguinte JS de Oliveira do Hospital defende isenção de taxas de acesso a exames

Notícias Relacionadas

Última Hora

Apoio global aos incêndios de 2017 atinge os 650 milhões

O apoio global distribuído no âmbito dos incêndios de 2017 atinge os 650 milhões de euros, sendo a maior parte deste valor proveniente do Orçamento de Estado, afirmou hoje a

Informação

Alunos do AEOH chegam à final do concurso “Eco-Ementas”

Na passada sexta-feira, dia 29 de março, três equipas de Eco-Cozinheiros do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital (AEOH) deslocaram-se…

Desporto

Volta a Portugal do Futuro dá primeira vitória do ano

Oier Echevarria tornou-se ontem, em Águeda, o primeiro Camisola Amarela da 26ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros, a principal competição nacional para a categoria Sub23.

Última Hora

Freguesia de Aldeia das Dez sem parte das comunicações cinco meses após o fogo

Cinco meses após o fogo, há registo de várias localidades sem comunicações. Exemplo disso é a freguesia de Aldeia das Dez, no concelho de Oliveira do Hospital, …

Informação

Acompanhe os trabalhos da Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital

A Rádio Boa Nova em reportagem na reunião da Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital.

Destaque

Marchas Populares de Oliveira do Hospital à espera de serem “as melhores de sempre”

Está por aí mais uma edição das Marchas Populares de Oliveira do Hospital. A iniciativa acontece na noite do próximo sábado, dia 18 de junho, pelas 20h30,…

Informação

Fogo em Manteigas dado como dominado

O incêndio que deflagrou no domingo na freguesia de Sameiro, no concelho de Manteigas, distrito da Guarda, foi dado como dominado hoje de manhã, disse à agência Lusa fonte dos

Cultura

Feira do Livro de Oliveira do Hospital abre portas no domingo

O Município de Oliveira do Hospital promove mais uma edição da Feira do Livro entre os dias 27 e 30 de maio, no Largo Ribeiro do Amaral, entre as 10h00

Informação

Tondela: 51 das 125 casas destruídas pelos incêndios já foram reconstruídas

Cinquenta e uma das 125 casas afetadas pelos incêndios de outubro de 2017 no concelho de Tondela já foram reconstruídas.

Informação

Covid-19: Universidade de Coimbra suspende aulas

A Universidades de Coimbra decidiu suspender todas as aulas presenciais com efeitos imediatos e por um período de duas semanas.

Sociedade

PJ deteve mulher que tentou obrigar uma idosa a alterar testamento

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal da Guarda, deteve uma mulher pela presumível prática de vários crimes, …

Última Hora

Grande incêndio foi há seis meses. “O nosso principal objetivo é que isto nunca mais volte a acontecer”

A constituição da Associação de Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal (AVMISP) foi uma reação imediata à tragédia que, no dia 15 de outubro, se abateu …