Portugal é o país com mais área ardida na Europa. Inexistência de mortes é “vitória” em Monchique

Portugal é o país com mais área ardida na Europa. Inexistência de mortes é “vitória” em Monchique

Este ano já arderam 28 500 hectares em Portugal, um valor superior aos 21 mil hectares que arderam na Suécia e aos 18 mil no Reino Unido. Só em Monchique foram destruídos 27 mil.

Portugal é o país europeu com mais área ardida este ano, uma situação que é bastante influenciada pelo fogo de Monchique, que durou uma semana, e que entretanto se estendeu até Portimão e Silves. De acordo com o Sistema Europeu de Informação de Incêndios Florestais, este incêndio é já o maior da Europa em 2018.

As chamas consumiram cerca de 27 mil hectares desde sexta-feira da semana passada, um número que representa já mais de metade da área destruída na mesma região em 2003, nos concelhos de Monchique, Portimão, Aljezur e Lagos.

A Segunda Comandante Operacional Nacional e porta-voz da Proteção Civil, Patrícia Gaspar informou, na conferência de imprensa da manhã desta sexta-feira, que o incêndio de Monchique está dominado, mas que vão manter todo o dispositivo no terreno para evitar reacendimentos.

A Proteção Civil atualizou ainda o número de feridos para 41, um deles em estado grave. Do total das vítimas, 22 são bombeiros.  Quanto a danos materiais, Patrícia Gaspar admite que arderam 50 habitações e que há 49 deslocados que deverão, na sua maioria, regressar a casa ainda durante o dia de hoje.

A propósito, o ministro da Administração Interna afirmou que a “grande vitória” do incêndio é a inexistência de vítimas mortais. O governante sublinhou que este incêndio assumiu uma dimensão “extremamente significativa”, em condições meteorológicas “particularmente adversas”, e destacou a coordenação entre as várias entidades presentes no terreno, o que, a seu ver, foi “essencial para que o apoio às populações fosse feito de forma ordeira”.

O primeiro-ministro, António Costa, desloca-se, esta tarde, a Monchique, acompanhado por ministros e secretários de Estado, para se reunir na câmara local com os autarcas das zonas afetadas pelo incêndio. Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República, visita, amanhã, a área ardida.

Além destes 27 mil hectares, os fogos florestais em Portugal já queimaram mais 1 500 em 2018, levando a um total e 28 500 hectares ardidos desde o início do ano.

Com: Observador

Previous Viseu: Fogo-de-artifício marcou arranque da Feira de S. Mateus
Next Mealhada: PJ apreendeu elevado número de armas e munições proibidas 

Artigos Relacionados

Informação

“É uma mais valia manter esta Unidade de Cuidados na Comunidade em atividade”

O Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital foi o local escolhido pela Unidade de Cuidados na Comunidade (UCC) Pinheiro dos Abraços para assinalar o 3º aniversário.

Informação

Ludoteca Municipal de Seia com novos cenários inspirados no Universo

O dia do Pai, que se comemorou no sábado passado (dia 19), foi a data eleita para a apresentação dos novos cenários da Ludoteca Municipal de Seia, espaço dedicado aos

Última Hora

Dois detidos por furto de combustível em Gouveia

O Comando Territorial da Guarda, através do Posto Territorial da Guarda, no passado dia 4 de junho, deteve dois homens de 40 e 50 anos, por furto de combustível, na

Região

Governo continua a proibir a caça nas zonas afetadas pelos incêndios até 2019

O Governo decidiu manter até 2019 a proibição de caçar nas zonas florestais mais afetadas pelos incêndios de junho e outubro do ano passado. A proibição entra em vigor a

Informação

Carregal do Sal: Jovem de 20 anos detido com 94 doses de haxixe

Um jovem de 20 anos foi detido pela GNR em Carregal do Sal por tráfico de droga.

Informação

Carlos Veiga acredita que futuro da ESTGOH é “muito promissor”

É positivo o balanço de 15 anos de ensino superior em Oliveira do Hospital. Em entrevista realizada ao final da manhã de hoje…

Politica

Reunião pública da Câmara está a decorrer esta manhã.

A Rádio Boa Nova a acompanhar a reunião pública da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital. De outros assuntos, destaque ao hastear das bandeiras ECO XXI e Município Familiarmente Responsável. Nesta

Região

Associação de Utentes e Sobreviventes do IP3 acusa Infraestruturas de Portugal de negligência

Perante mais um acidente grave motivado por uma colisão frontal com uma vara de javalis, ocorrida no Itinerário Principal (IP) 3, no passado dia 20, devido à falta de vedações

Última Hora

Governo atribui 6,35 milhões a projetos de regadio, um deles em Oliveira do Hospital

O governo vai atribuir 6,35 milhões de euros a 59 projetos de regadio que abrangem uma área superior a 1 800 hectares e 32 concelhos do norte e centro, verba

Informação

PS de Oliveira do Hospital congratula-se com anúncio do Governo de 38 Milhões de euros para a construção do IC6

O Partido Socialista de Oliveira do Hospital (PSOH) congratula-se com o recente anúncio do Governo Socialista, que prevê investir 38 milhões de euros…

Última Hora

Provedora apela a familiares das vítimas para solicitarem indemnizações

A Provedora da Justiça, Maria Lúcia Amaral, apelou hoje aos familiares das vítimas dos incêndios para que apresentem os seus requerimentos de forma a que as indemnizações sejam atribuídas rapidamente.

Última Hora

Coimbra entre os seis distritos do continente sob “Aviso Amarelo” devido à chuva

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), os distritos de Leiria, Castelo Branco, Coimbra, Aveiro, Viseu e Guarda estão sob “Aviso Amarelo” …