Portugal é o país com mais área ardida na Europa. Inexistência de mortes é “vitória” em Monchique

Portugal é o país com mais área ardida na Europa. Inexistência de mortes é “vitória” em Monchique

Este ano já arderam 28 500 hectares em Portugal, um valor superior aos 21 mil hectares que arderam na Suécia e aos 18 mil no Reino Unido. Só em Monchique foram destruídos 27 mil.

Portugal é o país europeu com mais área ardida este ano, uma situação que é bastante influenciada pelo fogo de Monchique, que durou uma semana, e que entretanto se estendeu até Portimão e Silves. De acordo com o Sistema Europeu de Informação de Incêndios Florestais, este incêndio é já o maior da Europa em 2018.

As chamas consumiram cerca de 27 mil hectares desde sexta-feira da semana passada, um número que representa já mais de metade da área destruída na mesma região em 2003, nos concelhos de Monchique, Portimão, Aljezur e Lagos.

A Segunda Comandante Operacional Nacional e porta-voz da Proteção Civil, Patrícia Gaspar informou, na conferência de imprensa da manhã desta sexta-feira, que o incêndio de Monchique está dominado, mas que vão manter todo o dispositivo no terreno para evitar reacendimentos.

A Proteção Civil atualizou ainda o número de feridos para 41, um deles em estado grave. Do total das vítimas, 22 são bombeiros.  Quanto a danos materiais, Patrícia Gaspar admite que arderam 50 habitações e que há 49 deslocados que deverão, na sua maioria, regressar a casa ainda durante o dia de hoje.

A propósito, o ministro da Administração Interna afirmou que a “grande vitória” do incêndio é a inexistência de vítimas mortais. O governante sublinhou que este incêndio assumiu uma dimensão “extremamente significativa”, em condições meteorológicas “particularmente adversas”, e destacou a coordenação entre as várias entidades presentes no terreno, o que, a seu ver, foi “essencial para que o apoio às populações fosse feito de forma ordeira”.

O primeiro-ministro, António Costa, desloca-se, esta tarde, a Monchique, acompanhado por ministros e secretários de Estado, para se reunir na câmara local com os autarcas das zonas afetadas pelo incêndio. Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República, visita, amanhã, a área ardida.

Além destes 27 mil hectares, os fogos florestais em Portugal já queimaram mais 1 500 em 2018, levando a um total e 28 500 hectares ardidos desde o início do ano.

Com: Observador

Previous Viseu: Fogo-de-artifício marcou arranque da Feira de S. Mateus
Next Mealhada: PJ apreendeu elevado número de armas e munições proibidas 

Artigos Relacionados

Desporto

Seia distinguido com galardão “Município Amigo do Desporto”

O Município de Seia recebeu, pelo segundo ano, o título de ‘Município Amigo do Desporto’, uma distinção atribuída pela Associação Portuguesa de Gestão do Desporto (APOGESD), durante a gala do

Última Hora

Reconstrução de casas é a prioridade em São Gião, Oliveira do Hospital

A recuperação das quase 30 habitações que arderam na freguesia de São Gião, Oliveira do Hospital, é a prioridade da Junta de Freguesia,…

Informação

Portugueses têm ouvido mais rádio através da internet

A rádio tem passado por um processo de inovação e a presença na internet faz parte dessa aposta em muitos órgãos de comunicação portugueses.

Última Hora

Mulher encontrada morta dentro de um poço em Nelas

Uma mulher de 61 anos foi, ontem, encontrada morta dentro de um poço, na localidade de Vilar Seco, em Nelas, distrito de Viseu.

Informação

ADIBER com novos apoios para as explorações agrícolas

Dando sequência ao processo de implementação da Estratégia de Desenvolvimento Local para a região da Beira Serra – Arganil, Góis, Oliveira do Hospital e Tábua -, …

Informação

FAAD contemplada com prémio BPI Sénior de mais de 18 mil Euros

A Fundação Aurélio Amaro Diniz foi contemplada pelo projeto de responsabilidade social promovido pelo BPI – o BPI Sénior – com um apoio de 18.275 Euros.

Informação

Chuva e vento forte vão colocar 12 distritos sob aviso amarelo

Doze distritos de Portugal continental vão estar sob ‘Aviso Amarelo’ na quinta-feira devido à previsão de períodos de chuva e vento forte.

Cultura

Igreja Matriz de Oliveira do Hospital recebe concerto de música barroca

A igreja matriz de Oliveira do Hospital recebe no próximo domingo, dia 9 de abril, às 18h00, um concerto de música barroca, que terá a participação de executantes da Orquestra

Última Hora

País: Dois feridos em incêndio na nova fábrica da “Kayaks Nelo”

Um incêndio nas futuras instalações da empresa Nelo, na EN13, na freguesia de Fajozes, em Vila do Conde, esta sexta-feira de manhã, causou dois feridos ligeiros.

Última Hora

BLC3 destacada como projeto de investimento pela União Europeia

A BLC3- Campus de Tecnologia e inovação, foi destacada entre os sete mais importantes exemplos de projetos de investimento em Portugal pela União Europeia, no âmbito do InvestEU.

Desporto

Calendário desportivo de fim-de-semana: FCOH à beira de ser campeão

É já no próximo domingo que ficamos a conhecer a nova equipa campeã do Campeonato da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Coimbra que, consecutivamente, subirá de divisão.

Informação

Município de Tábua inova no serviço de limpeza

No âmbito da candidatura ao Fundo Ambiental, o Município de Tabua recebeu, pela empresa CERTOMA, um aspirador elétrico de resíduos.