Município de Oliveira do Hospital presta  reconhecimento público a Empresas Solidárias na EXPOH
3 Agosto, 2016 1022 Views

Município de Oliveira do Hospital presta  reconhecimento público a Empresas Solidárias na EXPOH

 

O Município de Oliveira do Hospital prestou reconhecimento público a um conjunto de empresas do concelho de Oliveira do Hospital pela sua …

… colaboração ativa com a Rede Social e Banco de Recursos Sociais, e como exemplo relevante de responsabilidade social.

Estes diplomas de reconhecimento foram entregues a mais de duas dezenas de empresas que têm colaborado ativamente com o Município de Oliveira do Hospital e que ostentam o estatuto de “Empresa Solidária”. A entrega decorreu no término da Gala Social, realizada na terceira noite da EXPOH – Feira Regional de Oliveira do Hospital, sendo que alguns dos participantes desfilaram com roupas e acessórios de várias destas Empresas Solidárias.

“Empresa Solidária” é um projeto implementado pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, em parceria com a Rede Social desde o ano passado, que consiste na criação de uma bolsa de empresas que manifestam a sua disponibilidade para colaborarem com o Banco de Recursos Sociais de Oliveira do Hospital em situações concretas, disponibilizando bens ou serviços necessários a famílias que deles precisam em situação de carência ou emergência social.

Com mais de duas dezenas de empresas aderentes até ao momento, de vários setores – desde o pronto a vestir ao têxtil, passando pelo comércio de móveis e a retalho, banca, supermercados,  design gráfico, decoração e fotografia – as “Empresas Solidárias” aderentes podem fazer a doação de bens e serviços após o contacto por parte do Gabinete de Ação Social e Saúde (GASS), em função de uma necessidade específica.

Este modelo reforça o espírito de partilha solidária por parte das empresas que não têm a obrigatoriedade de satisfazer o pedido de ajuda mas que manifestam a sua disponibilidade, como aliás já vinha acontecendo por parte de algumas empresas que têm colaborado com o Banco de Recursos Sociais.

A adesão ao projeto “Empresa Solidária” pode ser formalizada em qualquer altura sendo que permite que as famílias sejam apoiadas com uma resposta concreta à necessidade que sentem e confere notoriedade pública às empresas aderentes pela participação num projeto de responsabilidade social empresarial, tendo a certeza da participação efetiva no processo de mudança e melhoria das condições de vida de uma pessoa e/ou família específica.

Naquele que foi o dia dedicado ao setor da economia social e à solidariedade social, através das atividades da Expo Social, o Município de Oliveira do Hospital decidiu prestar este reconhecimento público às empresas solidárias parceiras, dando-lhes a visibilidade merecida, como assinalou o vice-presidente e vereador da Ação Social. “Quisemos tornar público o reconhecimento do Município às empresas que têm colaborado com o Banco de Recursos Sociais e com a Rede Social no apoio aos que mais precisam”, afirmou.

Também o presidente da autarquia, José Carlos Alexandrino agradeceu o empenho de todos os envolvidos, nomeadamente os técnicos e dirigentes das IPSS que participaram na Gala e estão presentes com stands na EXPOH, dando-lhe “dignidade”. Enalteceu ainda o envolvimento de todas as Empresas Solidárias pelo papel ativo e colaboração com a Rede Social.

Horácio Santiago, em representação da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade relevou que a “Câmara Municipal de Oliveira do Hospital esteve muito bem ao reconhecer o trabalho, nesta gala, das IPSS e das empresas solidárias”.

Este foi um dos pontos altos de uma noite que iniciou com a Gala Social com a participação das quinze instituições de solidariedade social concelhias que aceitaram o desafio. Os modelos foram os utentes das instituições aderentes que desenvolvem o seu trabalho nas áreas da infância, deficiência e terceira idade, ou seja, na passerelle juntaram-se netos e avós num bonito ato de convívio intergeracional A noite terminou com um concerto do grupo Charanga, projeto musical que alia a o folk nacional e a música eletrónica misturando tradição e modernidade.

Previous Dia do Emigrante e do Ouvinte acontece no último dia da EXPOH
Next Jovens detidos pelo cultivo de canábis em Mangualde

Artigos Relacionados

Opinião

“Ca$h Resto Z€ro” na Rádio Boa Nova

À sexta feira o “Ca$h Resto Z€ro” traz a opinião à Rádio Boa Nova. Um olhar sobre a política, a economia e as pessoas com a assinatura de Vítor Neves.

Destaque

Cantinas sociais apoiam cerca de uma centena de pessoas em Oliveira do Hospital

No concelho de Oliveira do Hospital há perto de uma centena de pessoas beneficiárias do projeto das “Cantinas Sociais” que, hoje,…

Região

Seia: Ludoteca Municipal promove Torneio de Xadrez

Longe dos ecrãs do computador e dos smartphones, a Ludoteca Municipal de Seia promove, no próximo dia 18 de fevereiro, mais um Torneio de Xadrez.

Informação

PJ deteve duas mulheres que queriam introduzir droga na prisão de Coimbra

A Polícia Judiciária, através da Diretora do Centro, deteve duas mulheres que se preparavam para introduzir 200 doses de haxixe, esteroides anabolizantes injetáveis e seringas, no Estabelecimento Prisional de Coimbra,

Última Hora

Coimbra: Homem detido por furto

O Comando Territorial de Coimbra, através do Destacamento Territorial de Coimbra, no dia 8 de julho, deteve um homem de 39 anos por furto, naquele concelho.

Sociedade

Tiago Cerveira leva “o Meio e a Gente” à urbanidade de Coimbra

As imagens com que, diariamente, o jovem Tiago Ceveira nos tem habituado e que refletem o “Meio e Gente” desta região da Beira Serra e da Serra da Estrela estão

Sociedade

Trabalhadores de ‘call center’ da EDP de Seia em greve

Os trabalhadores do ‘call center’ da EDP de Seia, distrito da Guarda, estão hoje em greve para reclamar aumentos salariais à empresa de trabalho temporário que os contratou.

Última Hora

Região: Mulher de 75 anos morreu em mina

Uma mulher, de 75 anos, foi encontrada esta manhã sem vida numa mina, em Vila Nova de Monsarros, em Anadia, Aveiro, por equipas de socorro e emergência …

Região

Incêndios: Estado faz leilão de madeira queimada e espera recolher mais de 25 milhões de euros

A madeira ardida oriunda de matas nacionais vai hoje ser leiloada e o Governo espera recolher entre 25 milhões e 35 milhões de euros.

Informação

Seia adere ao Dia Europeu sem carros

A Câmara Municipal de Seia volta a associar-se, no dia 22 de setembro, ao Dia Europeu Sem Carros. A iniciativa insere-se na Semana da Mobilidade Europeia…

Nacional

Proteção Civil emite aviso à população pelo perigo de incêndio rural

No seguimento do contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Proteção Civil alerta para

Informação

Fogo em Monchique atingiu 74 casas, 30 de primeira habitação

O presidente da Câmara de Monchique, Rui André, quantifica em 30 o número de primeiras habitações danificadas pelo incêndio que lavrou durante uma semana no concelho, num universo de 74