Eptoliva parte com “esperança” para um novo ano letivo com “casa cheia”

Eptoliva parte com “esperança” para um novo ano letivo com “casa cheia”

image_pdfimage_print

A Eptoliva- Escola Profissional de Oliveira do Hospital, Tábua e Arganil deu hoje as boas vindas ao cerca de 70 novos alunos dos cursos de desporto, turismo, mecatrónica, design e auxiliar de saúde.

Daniel Costa, presidente da direção da ADEPTOLIVA disse à Rádio Boa Nova que é “com esperança” que a escola, com sede em Oliveira do Hospital e pólo em funcionamento em Tábua, acolhe os novos alunos. “Hoje é um dia de esperança para estes alunos”, referiu o responsável, mostrando-se satisfeito por mais uma “leva” de novos alunos, que faz com que a escola volte a ficar “lotada”. “Temos a escola cheia e é fruto da estratégia da escola”, constatou Daniel Costa, que espera que os alunos uma vez chegados “à escola certa” saibam aproveitar “ e que também a Eptoliva “saiba dar a educação que eles necessitam para ter um futuro melhor, seja no mercado de trabalho, seja no ensino superior”.

A entrada dos novos alunos permitiu à escola abrir os cinco cursos a que se tinha proposto, entre os quais o curso novo de desporto “que ficou cheio”. No total, a escola vai contar com um universo de 220 alunos, distribuídos pelos oito cursos em funcionamento nos dois espaços da escola (Oliveira do Hospital e Tábua)

À Rádio Boa Nova, Daniel Costa disse que a aposta passa por associar o pólo de Tábua aos cursos de auxiliar de saúde e Artes do Espetáculo. “São áreas que têm futuro e procura e é uma forma de a escola ter ali áreas específicas”, explicou.

Atendendo àquela que tem sido a procura por parte de novos alunos e aos bons resultados que têm vindo a ser alcançados pelo escola que, no ano passado, foi considerada a melhor escola profissional do distrito de Coimbra e a terceira melhor do país, o presidente da direção verifica que a Eptoliva está “num excelente momento”. “O mais importante é que a escola tenha sustentabilidade financeira e pedagógica, e neste momento tem”, verifica, notando que nos últimos anos as “pessoas reconhecem a escola de forma diferente” e o próprio governo tem apostado na valorização do ensino profissional.

Com um percurso de 27 anos no ensino profissional, a Eptoliva, a escola acolhe alunos dos concelhos de Oliveira do Hospital, Tábua, Arganil, Carregal do Sal, Santa Comba Dão, entre outros. Daniel Costa dá ainda conta da disponibilidade da escola para alargar a sua atuação a outros concelhos. “Estamos sempre disponíveis para alargar o leque de abrangência da escola”, frisou o responsável pela escola que já teve um pólo em funcionamento em Arganil.

A sessão de abertura do novo ano letivo da Eptoliva contou, esta manhã, com a presença de representantes dos municípios de Oliveira do Hospital e Tábua, diretores, coordenadores, diretores de curso, docentes e demais comunidade educativa.

Previous Dezassete concelhos de cinco distritos em risco máximo
Next Portugal 2020 direcionado para apoiar projetos inovadores e virados para a exportação

Artigos Relacionados

Região

Requalificação do IP3 vai avançar e vai custar 134 milhões de Euros

O IP3, entre Viseu e Coimbra, vai por fim sofrer obras de requalificação. Esta foi a solução encontrada pelo Governo, depois de anos de protestos de associações e autarcas, …

Desporto

Volta a Portugal começa hoje. No sábado tem chegada a Oliveira do Hospital

A 80ª edição da Volta a Portugal em bicicleta começa hoje com um curto prólogo, de 1,8 quilómetros, em Setúbal, com o espanhol Raúl Alarcón (W52-FC Porto), vencedor em 2017,

Programas

“A Escola e o Meio” apresenta 33º programa na Rádio Boa Nova

Este sábado, dia 16 de junho, entre as 19h00 e as 20h00, é emitido o 33.º programa “A Escola e o Meio”, uma produção do Clube de Rádio do AEOH.

Nacional

Mais de 33 toneladas de pinhas apreendidas em todo o país

Desde o dia 1 de novembro que os militares da GNR do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente levaram a cabo, em todo o território nacional, …

Informação

“Ca$h Resto Z€ro” na Rádio Boa Nova

À sexta feira o “Ca$h Resto Z€ro” traz a opinião à Rádio Boa Nova. Um olhar sobre a política, a economia e as pessoas com a assinatura de Vítor Neves.

Informação

Fim-de-semana de sol e com temperaturas primaveris

A semana foi marcada pela depressão Laura, que trouxe chuva, vento e agitação marítima mas o fim-de-semana traz bom tempo e temperaturas primaveris.

Última Hora

Defesa da coesão do território juntou Turismo do Centro e Secretaria de Estado da Valorização do Interior

O Turismo Centro de Portugal e a nova Secretaria de Estado da Valorização do Interior reuniram-se em Castelo Branco, na passada segunda-feira, num encontro “muito produtivo e em que ficou

Sociedade

Praia Fluvial de Alvôco das Várzeas distinguida com Certificado Internacional Blue Flag

A Praia Fluvial de Alvôco das Várzeas, no Município de Oliveira do Hospital, foi distinguida com o Certificado Internacional Blue Flag, pelos seus cinco anos consecutivos de Bandeira Azul.

Informação

Passeio de Automóveis Antigos e Clássicos na Feira do Queijo de Oliveira do Hospital

A Casa do Pessoal do Hospital de São Teotónio de Viseu e o Grupo Viseense Amigos dos Clássicos vão realizar, no dia 11 de março, o Passeio de Automóveis Antigos

Destaque

Incêndios: José Carlos Alexandrino satisfeito com o aumento do apoio à recuperação das empresas

José Carlos Alexandrino, presidente do Município de Oliveira do Hospital, congratula-se com a resolução do Conselho de Ministros que, no dia de ontem, decidiu apoiar as empresas afetadas pelos incêndios

Informação

Leiria: GNR detém sete pessoas por tráfico de droga e posse de armas proibidas

O Comando Territorial de Leiria da GNR informou ontem que deteve sete pessoas suspeitas dos crimes de tráfico de estupefacientes e posse de armas proibidas, no concelho de Leiria.

Última Hora

Deslizamentos e quedas de árvores em Oliveira do Hospital. Proteção Civil atenta à subida do Rio Alva

O mau tempo que se tem feito sentir provocou “um conjunto de situações de deslizamento de terras, queda de árvores e o aumento do caudal do Rio Alva”, referiu o