A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), na época natalícia, desenvolveu várias ações de fiscalização no âmbito da garantia da Segurança Alimentar

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), na época natalícia, desenvolveu várias ações de fiscalização no âmbito da garantia da Segurança Alimentar

image_pdfimage_print

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), na época natalícia, desenvolveu várias ações de fiscalização no âmbito da garantia da Segurança Alimentar, tendo fiscalizado 296 operadores económicos que comercializam produtos caraterísticos destas épocas, tais como o borrego, cabrito, leitão, azeite, peru, o bacalhau, o polvo, bem como os doces e frutos secos, entre outros.

Durante as ações de fiscalização foram verificadas as condições de higiene, segurança e qualidade dos géneros alimentícios, designadamente normas de comercialização, rotulagem, condições de conservação e armazenagem e ainda questões relativas ao licenciamento, tendo sido instaurados 27 processos de contraordenação e 2 processos-crime relacionados com comercialização de géneros alimentícios avariados e com abate clandestino que levou ao desmantelamento de um matadouro ilegal com 2 indivíduos detidos envolvidos nesta atividade ilegal.

Ainda durante este período, face ao aumento da procura por parte dos consumidores de determinados produtos, e face às promoções existentes nas cadeias, foi intensificada a fiscalização por parte das brigadas especializadas, para averiguação da prática de eventuais Práticas Individuais Restritivas do Comércio, designadamente a oferta para venda ou venda com prejuízo nos diversos operadores económicos, tendo sido dada especial atenção a produtos como bacalhau, azeite, leitão, conservas e outros.

As principais infrações detetadas foram o incumprimento dos requisitos gerais e específicos de higiene, a inexistência de processo ou processos baseados nos princípios do HACCP, a falta de mera comunicação prévia, o incumprimento da rotulagem da carne de bovino, a colocação no mercado de produtos de origem animal fabricados em estabelecimento não aprovado, a falta de requisitos em géneros alimentícios, a falta de preços em bens, infrações relacionadas com o livro de reclamações e falta de controlo metrológico em instrumentos de peso.

Foi suspensa a atividade de uma indústria de produtos da pesca por falta de licenciamento e apreendidas cerca de 6 toneladas de géneros alimentícios, 2 instrumentos de pesagem e material diverso usado na prática de infração de abate clandestino, no valor aproximado de 20.000 euros.

Previous Peditório anual a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro rendeu mais de 13 mil euros
Next Incêndio na fábrica de aglomerado do Grupo Sonae, sem danos pessoais

Artigos Relacionados

Última Hora

Bombeiros de Lagares da Beira comemoram 73º aniversário

A Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Lagares da Beira comemora, no próximo dia 2 de junho, o seu 73º aniversário.

Informação

PCP exige remoção de amianto do telhado do Centro de Saúde de Oliveira do Hospital

O PCP reclamou a substituição parcial do telhado do Centro de Saúde de Oliveira do Hospital, por conter amianto, após o grupo parlamentar comunista ter questionado também o Governo sobre

Destaque

PS apresentou programa voltado para o “futuro”, alicerçado na “era digital” e focado na “coesão territorial”

A Candidatura do PS à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital apresentou hoje o programa com que se propõe a votos no próximo dia 1 de outubro.

Nacional

Operação Páscoa: mais 64 acidentes, um morto e 12 feridos do que no ano passado

No balanço da ‘Operação Páscoa’ 2018, a GNR dá conta de quatro mortos. Durante os quatro dias ocorreram 806 acidentes, que resultaram ainda em 17 feridos graves e 234 ligeiros.

Região

Fenómeno ocorrido em Gouveia compatível com ‘downburst’

O fenómeno meteorológico ocorrido na segunda-feira em Gouveia é compatível com um ‘downburst’, fenómeno de ventos de grande intensidade …

Última Hora

 Despiste de carro com matrícula francesa fez dois feridos graves na A25

Dois jovens ficaram gravemente feridos, na madrugada de hoje, depois de o carro em que circulavam se ter despistado na A25, na zona de Mangualde.

Última Hora

Intermarché  é ponto de venda do livro “Dia 15” editado pela Rádio Boa Nova

O livro “Dia 15”, lançado pela Rádio Boa Nova no passado dia 19 de março, está disponível para compra, pelo valor de 10 Euros, na loja Intermarché na cidade de

Informação

Lagares Fashion realiza-se hoje em Lagares da Beira

É já esta noite, a partir das 21h30, que se realiza a XV edição do Lagares Fashion, na Escola Básica de Lagares da Beira.

Informação

Calendário desportivo de fim-de-semana

Depois do empate frente ao Condeixa, o seu principal adversário, o Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) continua na luta para manter a liderança no Campeonato da Divisão de

Informação

Região: Suspeitos de roubo na via pública ficaram em prisão preventiva

Dois jovens, de 17 e 21 anos, ficaram em prisão preventiva depois de terem sido detidos pela PSP de Pombal por suspeita da prática de roubos na via pública, com

Última Hora

Etapa da Volta Via Verde RTP juntou 900 cicloturistas

No dia de ontem, o Dia de Descanso da Volta, decorreu, em Viseu, a 12ª Etapa da Volta Via Verde RTP, que juntou cerca de 900 cicloturistas, numa jornada de

Informação

Bombeiros de Oliveira do Hospital combatem fogo em Cabeçadas

Os Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital combatem, a esta altura, um incêndio florestal na localidade de cabeçadas, freguesia de Lourosa.