Vulnerabilidade económica afeta “parte significativa” dos alunos da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra
8 Junho, 2020 354 visualizações

Vulnerabilidade económica afeta “parte significativa” dos alunos da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra

image_pdfimage_print

Uma parte significativa de estudantes da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (FEUC) encontra-se em situação de vulnerabilidade económica devido à pandemia de COVID-19, revelam…

… os primeiros resultados de um estudo realizado por duas investigadoras da faculdade.

Este estudo, que contou com a participação de 440 estudantes de licenciatura e mestrado dos vários cursos ministrados na FEUC (Economia, Gestão, Sociologia e Relações Internacionais), pretende avaliar a “ vulnerabilidade económica das famílias dos estudantes da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra decorrente da pandemia COVID-19, e como estão os estudantes a adaptar-se ao contexto, nomeadamente compreender como percecionam a passagem a um regime de ensino a distância atendendo à avaliação que fazem das suas condições de estudo nas suas residências familiares”, explicam as autoras, Rita Martins e Patrícia Moura e Sá.

“Ainda que para já o número de casos de desemprego diretamente imputável à COVID-19 seja bastante reduzido, verifica-se que 15,5% dos agregados têm pelo menos um elemento com atividade suspensa e que há 19,3% das famílias com pelo menos um membro em lay-off. Tendo em conta a correspondente redução de rendimentos e o risco de desemprego futuro, pode-se assim dizer que uma proporção significativa de estudantes está, pelo menos circunstancialmente, em situação de vulnerabilidade económica”, esclarecem as investigadoras do CeBER (Centre for Business and Economics Research) da FEUC.

Em relação às consequências sobre a vida académica, segundo o estudo, praticamente três quartos dos participantes consideram ter menos condições para obter sucesso académico. Entre os constrangimentos apontados, destacam-se a compreensão das matérias lecionadas à distância (43%) e as condições em termos de espaço físico para trabalhar com algum sossego (26%).

Contudo, apenas 5% dos inquiridos admite como bastante provável a hipótese de interromper os estudos, ao passo que cerca de 20% admite como muito provável a hipótese de prolongar os estudos e entrar no mercado de trabalho mais tarde. As decisões quanto à mobilidade internacional parecem ter sido bastante afetadas – um terço considera que não terá condições de o vir a efetivar no próximo ano, e entre os que pretendiam fazê-lo no futuro, 43% indica que a probabilidade de o concretizar foi afetada pela pandemia.

Para o diretor da Faculdade de Economia, Álvaro Garrido, este estudo permite «obter informação muito relevante para um diagnóstico dos efeitos socioeconómicos da COVID-19 nos cerca de três mil estudantes da FEUC. Esta monitorização, quase uma radiografia social, é fundamental para conhecermos a nossa realidade e para podermos apoiar os estudantes. Intuitivamente, ou de maneira impressiva, sabemos que muitos estudantes vivem situações difíceis e que as desigualdades se agravaram com a pandemia. Esses impactos são dinâmicos e quase silenciosos, daí que seja importante conhecer os dados e identificar padrões».

“Contando com o apoio da UC e dos Serviços de Ação Social da Universidade de Coimbra (SASUC), a FEUC vai incentivar o aprofundamento deste estudo e promover outros diagnósticos de autoconhecimento”, conclui.

A recolha dos dados decorreu entre 24 de abril e 13 de maio através de inquérito aos estudantes matriculados em 2019/2020 na Faculdade Economia da UC. Em relação à área de residência, 55% dos respondentes residem fora do distrito de Coimbra e 32% no concelho de Coimbra.

No âmbito das medidas a tomar para lidar com o impacto financeiro da COVID-19, 74% dos estudantes que suportam encargos com renda para residir em Coimbra durante o período escolar, à data do inquérito, afirmaram continuar a suportar despesas de alojamento apesar da atividade letiva presencial ter sido totalmente suspensa.

Anterior Leiria: Homem com sintomas de enfarte morre após mais de 6 horas sem ser atendido
Seguinte Nelas: Nova ETAR da Lapa do Lobo já entrou em funcionamento

Notícias Relacionadas

Última Hora

O Clube de Caça e Pesca de Oliveira do Hospital (CCPOH) realizou a apresentação oficial da equipa sénior de ténis de mesa

O Clube de Caça e Pesca de Oliveira do Hospital (CCPOH) realizou a apresentação oficial da equipa sénior de ténis de mesa, que vai disputar o campeonato nacional da 2ª

Informação

Simulacro testou meios de combate aos incêndios florestais em Oliveira do Hospital (Com vídeo)

No arranque da fase Bravo, a segunda mais crítica em matéria de incêndios florestais, o município de Oliveira do Hospital testou os meios de combate aos fogos com a realização

Sociedade

Proteção civil alerta para o agravamento do estado do tempo e possibilidade de cheias rápidas

No seguimento de contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, a Proteção Civil alerta para a ocorrência de “condições de instabilidade atmosférica”,…

Informação

Eptoliva vence prémio “Melhor Fotografia” no concurso Jovem Revelação do Turismo 2019

A EPTOLIVA – Escola Profissional de Oliveira do Hospital, Tábua e Arganil conquistou o Prémio – Melhor Fotografia – no Concurso Jovem Revelação do Turismo 2019, que decorreu em Santarém.

Informação

“Histórias que DÃO para Ver” chega ao Município de Nelas

A Câmara Municipal de Nelas recebe, em casa, a peça de Teatro “Histórias que DÃO par ver”, no Palco do Mercado Municipal, já no próximo dia 9 de novembro, a

Região

Incêndio em Esposende leva a evacuação de duas escolas

O incêndio que lavra no concelho de Esposende, desde as 06h00 desta terça-feira, levou à evacuação de duas escolas locais.

Última Hora

Universidade de Coimbra: Equipa recebe financiamento internacional para o estudo da infertilidade feminina

Liderada por Renata Tavares, do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) da Universidade de Coimbra (UC), uma investigação sobre “(in)fertilidade feminina” acaba de “receber financiamento do LabEx DRIIHM (Dispositif de Recherche Interdisciplinaire sur les Interactions Hommes–Milieux)”.

Informação

Alvôco da Serra celebra chegada do verão com Festa do Solstício e Caminhada do Lampião

A Aldeia de Montanha de Alvôco da Serra, no concelho de Seia, celebra a chegada do verão, nos próximos dias 16 e 17 de junho, com um conjunto de atividades

Última Hora

Oliveira do Hospital aposta em Natal “simples” dedicado “às crianças e ao comércio local” (com vídeo)

O Largo Encantado abriu hoje, dia 16, as suas portas no centro da cidade de Oliveira do Hospital. O Comboio de Natal também iniciou o seu périplo pela cidade oliveirense,

Última Hora

Depressão ‘Miguel’ chega amanhã a Portugal e traz vento e chuva forte

Portugal continental vai ser afetado por uma superfície frontal fria de atividade moderada a forte a partir de quinta-feira, na sequência da depressão ‘Miguel’, indicou hoje o Instituto Português do

Região

Município de Nelas assinala Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres

  O Município de Nelas está a organizar uma ação que visa assinalar o Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres, a realizar no próximo sábado, dia 25

Sociedade

Vinte e seis concelhos de seis distritos em risco máximo de incêndio

Vinte e seis concelhos dos distritos de Faro, Portalegre, Santarém, Guarda, Coimbra e Castelo Branco estão hoje em risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da