Volta a Portugal em Bicicleta com partidas de Miranda do Corvo, Pampilhosa da Serra e Oliveira do Hospital
7 Junho, 2019 1647 visualizações

Volta a Portugal em Bicicleta com partidas de Miranda do Corvo, Pampilhosa da Serra e Oliveira do Hospital

image_pdfimage_print

A Volta a Portugal em Bicicleta vai ter 3 etapas com partidas na região de Coimbra. No dia 1 de agosto, a 1.ª etapa é corrida entre  Miranda do Corvo e Leiria.

No dia 4 de agosto, a 4.ª etapa tem partida da Pampilhosa da Serra e chegada à Covilhã (Torre), No dia 5 de agosto, a 5.ª etapa tem início em Oliveira do Hospital  e meta na Guarda. 

A subida à Torre, na quarta etapa, vai regressar, quatro anos depois, à Volta a Portugal em bicicleta, cuja 81.ª edição foi hoje apresentada em Lisboa e que será corrida a norte do rio Tejo.

Após três anos de ausência, a subida ao ponto mais alto de Portugal continental volta a fazer parte do percurso, numa edição em que Santo António dos Cavaleiros, em Loures, será o ponto mais a sul.

Em 04 de agosto, 145 quilómetros após a saída de Pampilhosa da Serra, que se estreia na Volta, os ciclistas vão subir à Torre, uma contagem de montanha de categoria especial, ascendendo pela Covilhã e pelas Penhas da Saúde.

Além desta etapa, as grandes decisões devem ficar reservadas para os dois últimos dias, com a subida à Senhora da Graça, em Mondim de Basto, e o contrarrelógio final, no Porto.

Na nona e penúltima etapa, em 10 de agosto, a corrida vai chegar à Senhora da Graça, uma subida de primeira categoria, 133,5 quilómetros da partida de Fafe, onde em 2018 o espanhol Raúl Alarcón (W52-FC Porto) foi coroado vencedor.

No dia seguinte, a Avenida dos Aliados, no Porto, vai acolher o pódio final, após um contrarrelógio de 19,5 quilómetros, com partida em Vila Nova de Gaia e a cidade invicta.

A 81.ª edição da Volta a Portugal vai começar em Viseu, com um prólogo de seis quilómetros, em 31 de julho, antes de, no dia seguinte, os ciclistas fazerem a ligação entre a estreante Miranda do Corvo e Leiria (174,4 quilómetros), numa das poucas oportunidades para ‘sprinters’.

Santo António dos Cavaleiros recebe o final da segunda etapa, com uma contagem de terceira categoria, após a mais longa ligação da corrida, com uma extensão de 198,5 quilómetros, desde a Marinha Grande.

Outra das chegadas sem contagem de montanha coincidente com a meta vai acontecer na terceira etapa, com a também longa (194,1 quilómetros) ligação entre Santarém e Castelo Branco.

Após a subida à Torre, e a anteceder o dia de descanso, mais uma etapa dura, com a chegada à cidade mais alta de Portugal, a Guarda, com a meta a coincidir com uma contagem de terceira categoria. A tirada começa em Oliveira do Hospital, com os ciclistas a terem de percorrer 158 quilómetros.

Apesar de ter apenas três contagens de terceira categoria do início da corrida, a sexta etapa não será fácil, com um percurso de constante sobe e desce entre Torre de Moncorvo e Bragança (189,2).

Será desta capital de distrito que sairá uma dura sétima etapa, que partirá igualmente de Bragança, com a meta a estar instalada no Alto do Larouco (primeira categoria), em Montalegre, 156,2 quilómetros após a partida.

Antes das duas últimas etapas, os ciclistas não terão grande tempo para descansar, uma vez que a oitava etapa também termina em alto, com uma contagem de terceira categoria, em Santa Quitéria, em Felgueiras, 156,6 quilómetros após a partida em Viana do Castelo.

Em relação às equipas, destaque para a presença de cinco equipas continentais profissionais, com a portuguesa W52-FC Porto, dominadora das últimas edições, a ter a companhia das espanholas Caja Rural e Euskadi-Murias, da israelita Israel Cycling Academy e da francesa Arkea Samsic.

As equipas continentais portuguesas Sporting-Tavira, Aviludo-Louletano, Vito-Feirense-PNB, Efapel, Rádio Popular-Boavista, Miranda-Mortágua, LA Alumínios e Oliveirense-Inoutbuild também vão estar presentes.

A completar o lote de equipas vão estar, igualmente do terceiro escalão, a espanhola Euskadi, a angolana Sicasal-Bai, a colombiana Team Medellín, a sul-africana Protouch, a irlandesa Evo Pro Racing e a suíça SRA.

Fonte: Notícias de Coimbra

Anterior “Zumbásticas RDSports” promovem aula de Zumba na Luta Contra o Cancro (com vídeo)
Seguinte Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital comemora 8.º aniversário

Notícias Relacionadas

Última Hora

Covid-19: Portugal com 451 novos infetados e mais seis mortos nas últimas 24 horas

O boletim epidemiológico desta sexta-feira revela que o novo coronavírus já matou 1.555 pessoas em Portugal e infetou 40.866. São mais seis mortos nas últimas 24 horas – uma variação

Cultura

“O Meio e a Gente” expõe a Beira Serra em Lisboa

O projeto de fotografia “O Meio e a Gente” de Tiago Cerveira,abre o ano de 2017 com uma nova exposição. Desta vez, o jovem fotógrafo, natural de Travanca de Lagos,

Região

Colisão entre dois veículos na EN1 faz um ferido grave

Uma pessoa ficou ferida com gravidade, ontem ao final da tarde, na sequência de uma colisão entre dois veículos ligeiros na EN1, em Avelãs de Caminho, Anadia.

Região

Autarcas e governo aplaudem projeto de infraestruturação em fibra ótica da Altice no Maciço Central da Serra da Estrela

O projeto de infraestruturação em fibra ótica, pela Altice Portugal, em seis concelhos do Maciço Central da Serra da Estrela (Seia, Covilhã, Manteigas, Gouveia, Fundão e Oliveira do Hospital) …

Região

Confraria do Bucho apresenta candidatura às 7 Maravilhas de Portugal – Doces

A Confraria do Bucho de Arganil submeteu uma candidatura ao Concurso 7 Maravilhas – Doces, composta por 6 doces típicos do Concelho de Arganil.

Região

Governo sugere eventos de empresas no Interior para relançar turismo

A secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, apelou ontem às empresas para realizarem reuniões e outras iniciativas nos concelhos mais afetados…

Região

Quase 20 concelhos do país em risco máximo de incêndio

Quase duas dezenas de concelhos dos distritos de Castelo Branco, Guarda, Viseu, Portalegre, Santarém e Faro estão hoje em risco máximo de incêndio, …

Sociedade

Incêndio na Guarda destrói casa e provoca um desalojado

Um incêndio destruiu uma habitação em Rapoula, no concelho da Guarda, e provocou um desalojado.

Nacional

Temperaturas acima dos 30 graus em quase todo o país

O verão acabou, mas só no calendário. Esta quarta-feira, as temperaturas em Portugal continental vão estar acima dos 30 graus em quase todos os distritos, com destaque para os 33

Nacional

Neve no Norte e agitação marítima na costa põem país sob aviso amarelo

A maioria dos distritos do norte de Portugal está com aviso amarelo (o terceiro de uma escala de quatro) por causa da neve, …

Sociedade

Oliveira do Hospital quer preservar património cultural imaterial e gastronómico concelhio

No âmbito das comemorações do Feriado Municipal, no dia 7 de outubro, foram celebrados protocolos entre o Município de Oliveira do Hospital e diversas entidades para o desenvolvimento de dois

Informação

Quase 150 bombeiros combatem chamas em Mangualde

Um incêndio numa zona de mato na localidade de Abrunhosa, concelho de Mangualde, estava, às 07h30 de hoje, a ser combatido por 143 operacionais,…