Tábua é um “concelho seguro”, mas “é preciso continuar a evitar comportamentos de risco”
31 Julho, 2020 272 visualizações

Tábua é um “concelho seguro”, mas “é preciso continuar a evitar comportamentos de risco”

image_pdfimage_print

Tábua, que atingiu os 36 casos de Covid-19, é hoje “um concelho seguro”, com “zero casos ativos”. O presidente do Município apela aos tabuenses e aos que, por esta altura, regressam ao concelho para que continuem a “evitar comportamento de risco”.

Num olhar à situação do concelho de Tábua em relação à pandemia Covid-19, Mário Loureiro considera que, por esta altura, os tabuenses vivem “tranquilos”.

“No concelho temos zero casos ativos. Resolvemos todas as situações felizmente. Os tabuenses também são pessoas responsáveis. As nossas instituições, desde logo a saúde, os nossos profissionais, as IPSS, os nossos bombeiros, as forças de segurança, os nossos colabores do município e as pessoas têm tido os comportamentos que devem ter e isso conduziu a estes resultados e a esta operação de conseguir sanar a situação e felizmente sem qualquer falecimento”, afirmou à Rádio Boa Nova, o autarca tabuense.

No contexto da pandemia Covid-19 em Portugal, o concelho de Tábua surge associado a um total de “36 casos, cerca de 90 por cento na Unidade de Cuidados Continuados da Santa Casa da Misericórdia”. “Mas, felizmente conseguiu-se resolver e eliminar essa situação e hoje vivemos todos tranquilos” referiu com satisfação.


Por agora, o autarca confessa-se “muito preocupado com as pessoas que nos visitam e que vêm passar as suas férias”, ainda que, como referiu, não tenham chegado ao concelho os “emigrantes que gostaríamos de ter, porque alguns ainda não vieram ou não vão vir, porque receiam a viagem, de passar por países como a França e Espanha, onde há muitos casos ativos e surtos muito complicados”.

Quanto às pessoas que se deslocam de outros pontos do país, “ é o caso de Lisboa e onde há muitos casos ativos”, Mário Loureiro está em crer que “são responsáveis”. “O conselho que dou é que tenham cuidado por os locais por onde passaram, com quem contactaram ou vão contactar para evitar que possam estar infetados e que possam transmitir a doença às pessoas”.

De um modo geral, o autarca tabuense entende que “temos um concelho seguro” e até “uma região segura, porque “nos concelhos aqui à volta as situações estão todas resolvidas felizmente”. “Isso deve-se à consciência, responsabilidade e ao cuidado de todos e também à sensibilização do Ministério da Saúde”, considerou Mário Loureiro, considerando mesmo que, “por muitas críticas que haja, o Serviço Nacional de Saúde e os seus profissionais fizeram um trabalho excelente e devemos reconhecer e honrar”. Verificou que em Portugal não ocorreu a catástrofe que houve em outros países”.

O autarca constatou, porém que “esta é uma situação que não está resolvida e vai demorar”. “Temos que evitar ter comportamentos de risco. Sabemos que isso penaliza uma economia inteira, a vida das famílias e o ambiente social de todos nós. Mas a realidade é esta. Se queremos ter uma vida saudável temos que ter esses cuidados”, concluiu Mário Loureiro em declarações à Rádio Boa Nova.

 

Anterior Petição quer retirar nome de Salazar das ruas
Seguinte Ca$h Resto Z€ro: “O João e o José Carlos são a prova provada de que fazer e viver no interior é possível”

Notícias Relacionadas

Última Hora

Equipa de Santo António do Alva vence 1ª eliminatória da Taça da Fundação Inatel

Após o empate na quarta Jornada do Campeonato Distrital, a equipa da Secção Desportiva da Associação Progressiva de Santo António do Alva, no concelho de Oliveira do Hospital,venceu a ACR

Sociedade

“O Meio e a Gente” expõe a Beira Serra em Lisboa

O projeto de fotografia “O Meio e a Gente” de Tiago Cerveira,abre o ano de 2017 com uma nova exposição. Desta vez, o jovem fotógrafo, natural de Travanca de Lagos,

Região

Tábua: Detido por tráfico de estupefacientes

O Comando Territorial de Viseu, através do Núcleo de Investigação Criminal de Santa Comba Dão, deteve ontem, dia 10 de março, um homem de 59 anos, por tráfico de estupefacientes,

Informação

Vaga de assaltos a carros em Seia preocupa populares

Pelo menos 24 carros foram vandalizados e furtados nas últimas 48 horas em Seia. A GNR está a investigar a vaga de assaltos, mas até ao momento não há suspeitos

Sociedade

“Rapada” lança nova cerveja e aposta no formato 33 cl

“Lager” é a mais recente aposta da “Rapada”, a cerveja de produção artesanal criada em 2014 por três jovens do concelho de Oliveira do Hospital. Depois da “preta” e da

Região

Associação de vítimas dos incêndios não pede desculpa ao ministro da Agricultura

A Associação de Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal (AVMISP) recusa-se a pedir desculpa ao ministro da Agricultura, Capoulas Santos, que ontem desmentiu…

Informação

Incêndios: Arganil quer criar centro comunitário para ajudar a região a renascer

Os habitantes da freguesia de Benfeita e de localidades vizinhas, no concelho de Arganil, avançaram com uma campanha de angariação de fundos para transformar um antigo lagar num centro comunitário,

Sociedade

Jovem oliveirense, André Salgado, venceu segunda temporada do programa “Os Extraordinários”

O jovem André Salgado, com 24 anos, foi o grande vencedor da segunda temporada d´Os Extraordinários. Durante a sua participação, a “mente mais extraordinária do país” …

Informação

11 detenções, 681 infrações e 65 acidentes no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra procedeu, de 26 de junho a 2 de julho, a várias operações, no distrito de Coimbra, como a prevenção e o combate à criminalidade violenta

Programas

Pedro Vaz falou das alergias em mais um programa “Contributos para a Saúde” (com vídeo)

Esta manhã realizou-se mais um programa “Contributos para a Saúde. Acupunctura e Medicina Tradicional Chinesa” com o especialista Pedro Vaz.

Última Hora

Coimbra lidera estudo sobre resiliência psicológica à pandemia

A Universidade de Coimbra (UC) lidera um consórcio internacional para “estudar a compaixão, conexão social e resiliência perante o trauma…

Informação

Arganil: Joalharia “Primavera” de Natércia Gonçalves Pinto em exposição

A Biblioteca Municipal Miguel Torga, em Arganil, vai acolher a exposição de joalharia “Primavera”, cuja inauguração terá lugar no próximo dia 6 de março, sexta-feira, pelas 17h00.