Sindicato denuncia falta de recursos humanos nas maternidades de Coimbra
21 Janeiro, 2020 440 visualizações

Sindicato denuncia falta de recursos humanos nas maternidades de Coimbra

image_pdfimage_print

O Sindicato dos Médicos da Zona Centro (SMZC) considerou hoje que as duas maternidades de Coimbra apresentam um panorama assustador…

… a curto/médio prazo devido à falta de recursos humanos e ausência de renovação do quadro clínico.

Após uma visita às maternidades Bissaya Barreto e Daniel de Matos, o SMZC refere, em comunicado, que se deparou com um cenário “assustador para os cuidados maternoinfantis na região Centro pela persistente deficiência de recursos médicos e ausência de renovação do quadro médico”.

A estrutura sindical entende que é “insuficiente” a contratação de duas profissionais em 2018 para a Obstetrícia e uma para a Neonatalogia em 2019, depois de um período de 10 anos sem novas contratações.

“É claramente insuficiente, pois o saldo continua negativo quando consideramos oito saídas por reforma”, lê-se do comunicado, que salienta a necessidade de resolver a situação “a curto prazo”.

Segundo o SMZC, mais de 50% dos recursos humanos de ambas as maternidades tem mais de 60 anos, “com apenas cinco médicos de Obstetrícia em cada unidade sem restrições para realizar urgência”.

“O funcionamento da urgência de Obstetrícia e Neonatologia está sempre na ‘corda bamba’, dependente de médicos de fora e da boa vontade dos mais velhos do quadro, que têm prescindido do seu direito de dispensa de serviço de urgência com grande custo pessoal e familiar, sendo evidente o desgaste e sobrecarga de trabalho”, frisa a nota.

A estrutura sindical observa ainda que no serviço de Neonatalogia existem apenas cinco médicos na maternidade Daniel de Matos e quatro na Bissaya Barreto sem restrições para a realização de urgências, que funcionam 24 horas por dia durante toda a semana.

“O quadro médico da obstetrícia da maternidade Bissaya Barreto (que conta com 17 obstetras) continua a necessitar de renovação, pois desde 2018 já se reformaram dois médicos e um aguarda reforma, e na Daniel de Matos (que conta com 24 obstetras) dois já se reformaram e três atingem este ano a idade mínima de reforma”, explica o SMZC.

Na Neonatalogia da Bissaya Barreto um médico aguarda também a passagem à reforma e dois atingem a idade mínima de reforma nos próximos dois anos.

O sindicato refere ainda que a realização de ecografias às grávidas seguidas nos cuidados primários foi afetada pela escassez de recursos, “tendo deixado ambas as maternidades de realizar a ecografia do terceiro trimestre”.

“É inaceitável que um protocolo único e que garante qualidade máxima no cuidado materno-fetal esteja a ser afetado pela falta de renovação dos quadros médicos”, considera o sindicato, salientando que as duas maternidades de Coimbra realizam anualmente cerca de 5.000 partos.

lusa.pt

Anterior Eptoliva aprova “maior Plano e Orçamento de sempre”
Seguinte Escolas da Região de Coimbra recebem ações de cidadania digital 

Notícias Relacionadas

Desporto

Desporto – Resultados

No Distrital de Honra da AFC, o FCOH dividiu pontos ao empatar com o Sourense 0-0. Quem beneficiou foi o Condeixa que venceu o Ançã por 2-0, assumindo o 1º

Sociedade

Eleições para a Associação Académica de Coimbra começam hoje

As eleições para a direção-geral da Associação Académica de Coimbra (AAC) começam hoje e terminam na terça-feira, contando com dois candidatos à liderança da mais antiga associação de estudantes do

Informação

Há 14 concelhos no país em risco máximo de incêndio

Catorze concelhos dos distritos de Portalegre, Castelo Branco, Santarém e Faro estão hoje em risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar…

Nacional

Fim-de-semana com estado do tempo instável

À semelhança do que aconteceu no fim-de-semana passado, também neste sábado e domingo a meteorologia vai ser instável.

Cultura

Exposição “Livros da Memória, Memória dos Livros” inaugurada hoje em Oliveira do Hospital

A Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital vai acolher a exposição “Livros da Memória, Memória dos Livros”. A inauguração acontece hoje, dia 6 de fevereiro, pelas 15h00.

Informação

GNR avisa para possíveis burlas com a Covid-19

A Guarda Nacional Republicana (GNR) deixou no Facebook um alerta de burla relacionada com a pandemia da Covid-19. A autoridade chama a atenção para eventuais falsos profissionais de saúde…

Informação

Bruno Conceição deixa o comando do FCOH. Técnico vai treinar o Cesarense

Bruno Conceição, que há uma semana conquistava o título de campeão distrital da Associação de Futebol de Coimbra (AFC) pelo Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH), deixou o seu

Informação

A CDU apresentou propostas para o concelho na feira de Oliveira do Hospital

A CDU aproveitou, ontem, realização da feira em Oliveira do Hospital para contactar com a população e partilhar propostas e o projeto para o concelho no âmbito das autárquicas 2017.

Informação

Município de Oliveira do Hospital envia ajuda para crianças de Moçambique

O Município de Oliveira do Hospital vai fazer chegar às vítimas do ciclone Idai, que atingiu Moçambique, mais de cinco mil peças de vestuário de criança e bebé.

Última Hora

Desporto de fim de semana – Resultados

Esta sábado, jogou-se por antecipação devido às eleições autárquicas de domingo, mais uma jornada do Campeonato de Portugal Prio e Distritais.   Na 5ª jornada do Campeonato de Portugal, Série

Última Hora

UCC Pinheiro dos Abraços assegura cuidados de proximidade há quatro anos

A Unidade Cuidados na Comunidade (UCC) Pinheiro dos Abraços assinalou quatro anos de atividade, marcados pela aproximação dos cuidados de saúde junto da população de Oliveira do Hospital, sobretudo no

Informação

GNR realiza operação “Peregrinação Segura 2018”

No âmbito das celebrações das aparições de Fátima, a Guarda Nacional Republicana (GNR), até ao dia 13 de maio, intensifica as ações de patrulhamento nas principais vias de acesso à