Praia Fluvial de Avô vai estar recuperada “o mais rapidamente possível”
11 Julho, 2018 2522 visualizações

Praia Fluvial de Avô vai estar recuperada “o mais rapidamente possível”

image_pdfimage_print

O arranque da época balnear está a ser marcado, no concelho de Oliveira do Hospital, pela falta de condições para banhos na conhecida praia fluvial de Avô,…

… que por indicação da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) se encontra “interdita”.

A situação decorre dos efeitos causados pelo grande incêndio de 15 de outubro e, muito em particular, da “enxurrada” ocorrida no mês de junho e que provocou o arrastamento de cinzas e outros inertes para a zona da praia fluvial.

A interdição de frequência daquele espaço está, por isso, a gerar polémica entre os avoenses e gentes da região, habituais utilizadores daquele complexo balnear, de que faz parte a Ilha do Picoto. José Francisco Rolo, vice-presidente do Município de Oliveira do Hospital, em declarações à Rádio Boa Nova, considerou que é preciso que as pessoas percebam o que aconteceu em Avô: “há um mês estávamos a preparar o processo para o início do processo balnear, mas veio uma enxurrada e a praia foi inundada de cinza, terra, lodo e cascalho”. O estado em que ficou a zona da praia fluvial, constitui uma situação de “perigo” para os banhistas, que se “podem enterrar” no leito do rio. José Francisco Rolo dá conta da preocupação do município em encontrar “uma solução” para a praia fluvial de Avô que, ano após ano e fruto das intempéries, obriga a um investimento de “50, 60 ou 70 mil Euros” em trabalhos de recuperação. “O Município já investiu mais de um milhão de Euros”, adiantou.

À Rádio Boa Nova, o vice-presidente adiantou que a ilha do Picoto e equipamentos de apoio estão utilizáveis, e que a interdição a banhos foi aplicada pela própria Agência Portuguesa do Ambiente, “por motivo de segurança dos banhistas”. José Francisco Rolo informou que está em curso “um procedimento administrativo urgente” para reabilitação da praia fluvial, financiada pelo Fundo Ambiental, por intermédio da APA. Esta era uma intervenção que já estava prevista no âmbito de protocolo assinado pelo Município oliveirense para investimento na rede hidrográfica do concelho (450 mil Euros financiados a 100 por cento), mas que no caso de Avô se revelou mais premente, pela enxurrada de há um mês. O vice-presidente adiantou que a intervenção na praia fluvial deverá “iniciar o mais brevemente possível”, estimando que tal aconteça no decorrer deste mês de julho. O objetivo é devolver a praia, que é “um ex-libris de Avô e do concelho” ao “uso dos banhistas”.

Fotos: Amigos da Vila de Avô (facebook)

Anterior S. Gião é a nova praia fluvial classificada no concelho de Oliveira do Hospital
Seguinte Coimbra entre os distritos sob aviso amarelo devido à chuva

Notícias Relacionadas

Informação

87 acidentes e 575 infrações na última semana no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra da GNR registou, na semana de 12 a 18 de dezembro, 87 acidentes nas estradas do distrito de Coimbra e 575 infrações.

Última Hora

Lista B liderada por João Brito, vence eleições para a Comissão Politica de Secção do PSD de Oliveira do Hospital

  João Brito, actual vereador do PSD na câmara Municipal, venceu as eleições para a CP do PSD de Oliveira do Hospital, que decorreu durante a tarde de sábado.    

Última Hora

Oliveirense André Pires, médico da Seleção Nacional de Hóquei Patins, vê título mundial como “uma missão cumprida e de realização pessoal e profissional”

André Pires, médico da Seleção Nacional de Hóquei em Patins, que no passado domingo se sagrou campeã mundial, vê esta conquista como uma “missão cumprida”.

Região

Morreu um dos feridos do incêndio de Vila Nova da Rainha. Sobe para nove o número de mortes

Subiu para nove o número de vítimas mortais resultantes do incêndio na Associação Recreativa de Vila Nova da Rainha, em Tondela. A vítima, que acabou por não resistir aos ferimentos,…

Destaque

OHá+Saúde: Oliveira do Hospital vai comparticipar medicamentos a pessoas com carência económica

O Município de Oliveira do Hospital vai proceder, a partir do dia 1 de janeiro de 2020, à comparticipação de medicamentos a pessoas que se encontrem “em situação de carência

Informação

Os Mosqueteiros e Liga dos Bombeiros Portugueses entregam 500 equipamentos a corporações de norte a sul do país

O grupo Os Mosqueteiros e a Liga dos Bombeiros Portugueses vão entregar 500 equipamentos a corporações de norte a sul do país, a cerca de 3 500 bombeiros.

Informação

Grupo “Os Amigos de Lagos da Beira” comemora aniversário e associa-se a projeto “Dou Mais Tempo à Vida”  

“Os Amigos de Lagos da Beira – Grupo Musical” comemoram o 7º aniversário no próximo dia 12 de maio (domingo), a partir das 15h30, na sede da Associação Desportiva local.

Informação

Município de Tábua assina contrato de execução de empreitada na União de Freguesias Pinheiro de Côja / Meda de Mouros

O Município de Tábua assinou hoje o contrato para a execução da empreitada de “Construção do Sistema de Drenagem de Águas Residuais de…

Educação

ISEC vai criar pranchas ecológicas

O Instituto Superior de Engenharia de Coimbra está a desenvolver uma prancha para quem está a aprender a surfar.

Última Hora

Sinistralidade: 13 detenções, 797 infrações e 61 acidentes no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra procedeu, de 14 a 20 de janeiro, a várias operações, no distrito de Coimbra, como a prevenção e o combate à criminalidade violenta e a

Última Hora

Cantares de Natal e Janeiras na Aldeia aqueceram corações em Benfeita e Cepos

As freguesias de Benfeita e Cepos acolheram, no passado domingo, 16 de dezembro, a 1ª edição da iniciativa Cantares de Natal e Janeiras na Aldeia.

Informação

Mais de 330 condutores detidos com taxa crime de álcool e 121 sem carta

Mais de 330 condutores foram detidos pela GNR durante a Operação Baco por conduzirem com uma taxa de álcool no sangue…