Praga de ratos coloca concelho e região em alerta após incêndios do ano passado
16 Novembro, 2018 3742 visualizações

Praga de ratos coloca concelho e região em alerta após incêndios do ano passado

image_pdfimage_print

Nas últimas semanas tem-se assistido a uma praga de ratos no concelho de Oliveira do Hospital, mas também em concelhos vizinhos, resultado dos incêndios que devastaram a região no ano passado.

A situação está a colocar os populares em alerta que têm recorrido à compra de produtos próprios para a situação.

Também os Municípios se mostram preocupados, como é o caso de Oliveira do Hospital. José Carlos Alexandrino, presidente da autarquia oliveirense, à Rádio Boa Nova afirmou que “ainda não se considera uma praga” mas que, de facto, “há um aumento substancial do número de ratos que têm aparecido”.

“Quem vende produto para ratos diz que tem esgotado nos últimos tempos. Que vendem mais agora do que nos últimos cinco anos. Isto é um indicador de que há um aumento”, referiu. Segundo o autarca, os serviços da Câmara Municipal têm ativo um “plano de desratização” em locais como “pavilhões públicos, escolas, redes das águas pluviais e de saneamento”, entre outros.

“O que acontece é que, derivado ao desequilíbrio do ecossistema que temos depois do incêndio de 15 e 16 de outubro, os predadores destes ratos desapareceram. O que notamos é que estes ratos do campo, que têm características diferentes dos outros, aproximam-se das zonas urbanas à procura de alimento”, explicou, salientando, porém, que “não está em causa a saúde pública”.

À Rádio Boa Nova, Luís Paulo Costa, presidente da Câmara Municipal de Arganil, adiantou que também no concelho arganilense “há registos sinalizados em duas freguesias” e garantiu que os serviços “estão a atuar, no sentido de fazer uma desratização no espaço público”.

Segundo o autarca, “na União e freguesias de Vila Cova do Alva e Anceriz há já em curso uma ação de desratização”. Para Luís Paulo Costa, “tem alguma lógica” que o fenómeno esteja associado aos incêndios de outubro de 2017.

O presidente do Município de Arganil referiu ainda que a população “tem mostrado alguma preocupação”. “Por um lado, é certo que foram dando conta de uma ou outra situação, mas também temos conhecimento que, em algumas habitações, as pessoas têm tido algumas dificuldades em conseguir eliminar estes bichos”, concluiu.

À Rádio Boa Nova, Guiomar Sarmento, Delegada da Saúde Pública do Centro de Saúde de Oliveira do Hospital, afirmou que está “atenta” à situação, contudo adiantou que “não está em causa a saúde pública”, uma vez que ainda não há registo de um único caso relacionado com a situação.

Ao que a Rádio Boa Nova apurou, outras zonas da região, como Tábua e Seia, também se têm deparado com esta praga e a população mostra-se preocupada.

Beatriz Cruz (jornalista estagiária)

Anterior Calendário Desportivo de fim-de-semana
Seguinte Seia abraça campanha de sensibilização para os direitos das crianças e jovens

Notícias Relacionadas

Região

Oito  professores da Roménia procuram novas fórmulas de Educação em Penacova

De 13 a 24 de maio, um grupo de oito professores oriundos de Sibiu, a maior cidade do sul da região histórica da Transilvânia, na Roménia,…

Região

Município de Arganil avança com reabilitação e beneficiação da ETAR da Relvinha

A Câmara Municipal de Arganil e a empresa Ambiágua, Gestão e Equipamentos de Águas, S.A., assinaram, no passado dia 3 de maio, um contrato de empreitada de reabilitação e beneficiação

Informação

Passeio de Automóveis Antigos e Clássicos na Feira do Queijo de Oliveira do Hospital

A Casa do Pessoal do Hospital de São Teotónio de Viseu e o Grupo Viseense Amigos dos Clássicos vão realizar, no dia 11 de março, o Passeio de Automóveis Antigos

Sociedade

GNR intensifica fiscalização em todo o país a partir de amanhã

Operação Hermes-Viajar em Segurança arranca amanhã e prolonga-se até ao dia 3 de setembro. Militares da GNR vão estar “particularmente atentos” atentos aos comportamentos de risco que coloquem em causa

Educação

EPTOLIVA promoveu estágios internacionais

A EPTOLIVA – Escola Profissional de Oliveira do Hospital, Tábua e Arganil, finalizou mais um período de Estágios Internacionais, o EPTOEUROPA VII, ao abrigo do Programa ERASMUS+,…

Última Hora

Município de Oliveira do Hospital pede contributos para Plano Municipal para a Igualdade

O Município de Oliveira do Hospital está a elaborar o novo Plano Municipal para a Igualdade (PMI) 2016/2018. Para o efeito, apela ao contributo de…

Informação

D.A.M.A substituem Marco Paulo na EXPOH – Feira Regional de Oliveira do Hospital

O concerto de Marco Paulo na EXPOH – Feira Regional de Oliveira do Hospital, agendado para o próximo domingo, dia 23 de julho, acaba de ser cancelado devido a problemas

Informação

Oliveira do Hospital com orçamento de cerca de 32 milhões de Euros para 2020

O Município de Oliveira do Hospital aprovou, por maioria, na última Assembleia Municipal, realizada no passado dia 27 de dezembro, o orçamento para 2020 no valor de 31 718 318 Euros, com

Destaque

Executivo oliveirense congratula-se pelo aumento de vagas na ESTGOH

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH) vai disponibilizar mais 60 vagas no próximo concurso nacional de acesso ao ensino superior.

Última Hora

“Estádio Solidário”: Receita dos bilhetes do jogo FCOH vs U. Santarém reverte no apoio a sem-abrigos

A receita dos bilhetes do jogo da 15ª jornada da Série C do Campeonato Nacional,  disputada entre o Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) e a U. Santarém, no

Última Hora

Provedoria da Justiça já recebeu 15 requerimentos de feridos graves dos incêndios de 2017

Na sequência dos incêndios do ano passado, já foram entregues 15 requerimentos de feridos graves à Provedoria da Justiça para que sejam indemnizados pelos danos causados.

Informação

Mau tempo continua e coloca sete distritos sob aviso laranja

Sete distritos do continente estão hoje sob aviso laranja devido à previsão de agitação marítima forte, com ondas de sudoeste com 5 a 6 metros, …