País sob aviso. Semana começa com chuva, vento, neve e agitação marítima
16 Dezembro, 2019 1016 visualizações

País sob aviso. Semana começa com chuva, vento, neve e agitação marítima

image_pdfimage_print

Portugal continental está hoje sob aviso amarelo devido à previsão de agitação marítima, chuva forte, vento ou queda de neve, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Os 18 distritos do continente estão sob aviso amarelo (até às 21h00 de hoje) devido à previsão de períodos de chuva por vezes forte e persistente, tendo o IPMA emitido também o mesmo aviso para toda a costa portuguesa, mas por causa da agitação marítima (até às 12h00 de terça-feira).

O IPMA colocou também em aviso amarelo os distritos de Bragança, Viseu, Guarda, Vila Real, Viana do Castelo, Braga e Castelo Branco devido à previsão de queda de neve acima de 1400/1600 metros, descendo gradualmente a cota para 800/1000 metros, entre as 15h00 de hoje e as 3h00 de terça-feira.

Sob aviso amarelo estão ainda os distritos de Viseu, Évora, Guarda, Faro, Beja, Castelo Branco, Coimbra e Portalegre por causa do vento forte com rajadas até aos 80 quilómetros por hora, entre as 9h00 e as 18h00 de hoje.

O aviso amarelo é o segundo menos grave de uma escala de quatro e é emitido quando as condições meteorológicas representam um “risco para determinadas atividades”.

O mau tempo que se está a fazer sentir em Portugal continente surge na sequência da passagem da depressão Daniel que está associada a uma ondulação da superfície frontal fria que atravessa o território do continente.

No domingo, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) alertou para um agravamento do estado do tempo.

Face ao cenário de precipitação forte e persistente, a Proteção Civil alerta que deve ser “dada uma especial atenção às zonas historicamente identificadas como vulneráveis a inundações e em particular em bacias hidrográficas não regularizadas e de escoamento rápido”.

A Proteção Civil chama a atenção para os efeitos desta situação, com piso escorregadio e a eventual formação de lençóis de água e gelo e possibilidade de cheias rápidas em meio urbano.

As autoridades alertam ainda para a possibilidade de queda de ramos ou árvores em virtude de vento mais forte e possíveis acidentes na orla costeira, sendo de evitar o estacionamento de veículos nestas zonas.

Segundo a ANEPC, “o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados”.

Aos condutores, é recomendada uma condução defensiva, com redução da velocidade e colocação das correntes de neve nas viaturas, sempre que se circular nas áreas atingidas pela queda de neve.

As autoridades pedem também para não se atravessar zonas inundadas, “de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas”.

Deve-se “garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas”, diz o comunicado, acrescentando ainda que não devem ser praticadas “atividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos e passeios à beira-mar”.

Anterior Alvôco das Várzeas convida a mais uma edição de “Tradição e Transmissão” neste fim de semana
Seguinte Penacova assina protocolo para aumentar visitas turísticas

Notícias Relacionadas

Sociedade

Maior Festa do Queijo Serra da Estrela de Portugal realiza-se em Oliveira do Hospital dias 11 e 12 de março

A 26.ª edição da Festa do Queijo Serra da Estrela de Oliveira do Hospital promete ser o evento nacional mais mediático no segundo fim-de-semana de março, dias 11 e 12

Última Hora

Acidente com duas viaturas causou três feridos em Gavinhos de Cima

Um acidente ocorrido cerca das 12h00 em Gavinhos de Cima, no concelho de Oliveira do Hospital, envolvendo duas viaturas, causou três feridos ligeiros.

Informação

Leen Vermeiren  em recital de poesia

Leen Vermeiren, de nacionalidade Belga, radicada no concelho de Seia, realiza no próximo domingo, dia 29 de maio, um recital de poesia …

Última Hora

Covid-19: Todas as escolas do país encerradas a partir de hoje

As escolas, as universidades, as creches e as atividades de tempos livres estão encerradas. a partir de hoje, em todo o país devido à pandemia de Covid-19,…

Nacional

Mais de meia centena de concelhos em risco muito elevado de incêndio

Mais de meia centena de concelhos de 11 distritos de Portugal continental apresentam hoje um risco muito elevado de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Informação

Roubaram pneus de carrinha da Cáritas em S. Paio de Gramaços

Uma carrinha da Cáritas, ao serviço do centro localizado em S. Paio de Gramaços, no concelho de Oliveira do Hospital foi objeto de furto na última noite.

Informação

Mangualde: Jovem morre esmagado pelo próprio carro

Um jovem de 22 anos morreu, na madrugada desta quarta-feira, quando consertava o carro na garagem dos avós em Abrunhosa do Mato, no concelho de Mangualde.

Informação

Crianças vivem hoje “um dia especial” em Oliveira do Hospital

Hoje, dia 1 de junho, comemora-se o Dia Mundial da Criança. Em Oliveira do Hospital a data está a ser celebrada com muita alegria em pleno centro da cidade, com

Informação

Viseu: PJ detém homem suspeito da prática de dois incêndios florestais

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, com a relevante colaboração da GNR, Núcleo de Proteção Ambiental de Viseu, procedeu à detenção…

Informação

Manuel da Costa apresenta livro “Do Homem e Da Terra”

No próximo dia 4 de março (sábado) será apresentado o livro “Do Homem e Da Terra” da autoria de Manuel da Costa. A sessão decorrerá na Biblioteca Municipal de Oliveira

Informação

Seia: GNR deteve homem e apreendeu mais de mil doses de cocaína

A GNR deteve um homem de 28 anos pela alegada prática do crime de tráfico de droga e apreendeu mais de mil doses de cocaína no concelho de Seia.

Informação

Vila Galé anuncia construção de nova unidade hoteleira em Manteigas

O Vila Galé espera abrir cinco novos hotéis em Portugal e um no Brasil em 2018, num investimento de 78 milhões de euros, disse hoje o presidente do grupo, Jorge