País: Época crítica em incêndios começa hoje com dispositivo idêntico a 2015
1 Julho, 2016 1323 visualizações

País: Época crítica em incêndios começa hoje com dispositivo idêntico a 2015

image_pdfimage_print

A época mais crítica em incêndios florestais começa hoje, com um total de 9.708 operacionais, 2.235 equipas, 2.043 viaturas e 47 meios aéreos, um dispositivo idêntico ao de 2015.

O Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF) conta ainda na fase ‘Charlie’, que se prolonga até 30 de setembro, com 236 postos de vigia da responsabilidade da GNR.

Segundo o Ministério da Administração Interna (MAI), o dispositivo de combates a incêndios florestais está orçado em mais de 70 milhões de euros, sendo idêntico em recursos humanos e técnicos ao do ano passado.

Este ano vai ser testado em 18 corporações de bombeiros, uma por distrito, o sistema de georreferenciação nas viaturas operacionais com recurso à rede Siresp (Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal), permitindo conhecer todas as suas movimentações durante o combate aos fogos.

Tanto para o MAI, como para a Autoridade Nacional de Proteção Civil, o grande objetivo do DECIF continua a ser a segurança das forças envolvidas no combate.

Nesse sentido, e no âmbito da preparação da época de fogos, foram desenvolvidas 304 ações de treino, envolvendo 7.100 operacionais, dos quais cerca de 5.400 foram bombeiros, segundo o MAI.

Nestas ações de treino, foi dada especial atenção “à segurança individual e coletiva no combate a incêndios florestais, tendo por objetivo a minimização de vítimas”.

A circular financeira, documento que fixa os princípios norteadores do pagamento das despesas com pessoal integrado no DECIF e das despesas extraordinárias com os fogos, como combustíveis, alimentação e equipamentos, tem, este ano, como novidade as regras para a substituição do material que arde nos incêndios.

Segundo a circular financeira deste ano, o equipamento dos bombeiros, que arde durante os incêndios florestais, como mangueiras, viaturas, moto-bombas, motosserras, vai ter de ser entregue à Autoridade Nacional de Proteção Civil, para que as corporações possam ser ressarcidas dos danos.

Tal como aconteceu no ano passado, não fazem parte dos 47 meios aéreos disponíveis, para época de fogos, os três helicópteros Kamov do Estado inoperacionais, que esperam reparação.

Na semana passada, o secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, afirmou, no parlamento, que os três helicópteros pesados “ainda não começaram a ser reparados” e também não foi decidida a forma como o concurso para a reparação se vai realizar.

Jorge Gomes disse ainda que a manutenção e operação dos helicópteros Kamov estão a ser investigadas pelo Ministério Público.

A época mais crítica em incêndios florestais começa com o valor mais baixo dos últimos dez anos no número de fogos, tendo-se verificado, entre 01 de janeiro e 29 de julho, 1.828 ocorrências.

com:lusa.pt

Anterior Coral de Sant’Ana com percurso de “sucesso”
Seguinte Despiste de automóvel provocou um morto e um ferido ligeiro em Viseu

Notícias Relacionadas

Educação

Executivo oliveirense congratula-se pelo aumento de vagas na ESTGOH

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH) vai disponibilizar mais 60 vagas no próximo concurso nacional de acesso ao ensino superior.

Destaque

Volta a Portugal: “Etapa da Solidariedade” vai terminar em Oliveira do Hospital

O Diretor da Volta a Portugal, Joaquim Gomes, que marcou presença no almoço solidário realizado no passado domingo em Oliveira do Hospital, anunciou a “etapa de solidariedade” a concretizar-se no

Informação

UF de Penalva de Alva e São Sebastião da Feira entregou máscaras à população

Por força da pandemia originada pela Covid-19, a União de Freguesias (UF) de Penalva de Alva e São Sebastião da Feira entendeu ser sua missão distribuir máscaras sociais, em todas

Última Hora

Condenados 21 arguidos por crimes na cadeia de Coimbra

O Tribunal de Coimbra condenou, ontem, 21 arguidos, a maioria reclusos, a penas de prisão efetiva que vão desde os três aos 13 anos, num processo de tráfico de droga

Região

Covid-19: Município de Tábua distribui luvas e máscaras à população

O Município de Tábua irá distribuir 5.000 KITs de proteção em todo o concelho, já na próxima semana, como medida adicional de proteção contra a COVID-19, sendo cada KIT composto

Região

Idosa desaparecida em Penacova. Buscas decorrem em terra e no rio

Uma mulher de 78 anos está desaparecida desde a manhã desta quarta-feira, na localidade de Rebordosa, em Penacova. 

Última Hora

Aveiro, Coimbra e Leiria sob aviso amarelo devido à chuva forte

Os distritos de Aveiro, Coimbra e Leiria vão estar sob aviso amarelo na próxima madrugada devido à previsão de períodos…

Última Hora

Município de Oliveira do Hospital promove eficiência energética em equipamentos públicos

O Município de Oliveira do Hospital está a realizar um conjunto de intervenções, com recurso às novas tecnologias, para reduzir o consumo de energia em equipamentos municipais.

Região

Seia realiza as “Festas do Concelho” entre 15 e 18 de agosto

É já amanhã, dia 15 de agosto, que têm início as “Festas do Concelho” de Seia, que decorrem até domingo, dia 18, com The Gitft, …

Última Hora

Exposição alerta para o problema do lixo marinho em Oliveira do Hospital

Até 8 de maio, encontra-se a decorrer a exposição “Os Suspeitos do Costume – Do Rio ao Mar sem Lixo”, que está instalada…

Última Hora

Tábua cancela Corrida João Brandão devido ao mau tempo

A Corrida João Brandão inicialmente agendada para amanhã, dia 25 de abril, foi cancelada tendo em conta a previsão de vento forte e precipitação para todo o dia.

Opinião

“Ca$h Resto Z€ro” com olhar sobre o acolhimento à comunidade estrangeira em Oliveira do Hospital

No habitual espaço de opinião na Rádio Boa Nova – Ca$h Resto Z€ro- Vítor Neves convida a um olhar sobre a economia e as pessoas, com destaque para a capacidade