Padre Borges apela a “um movimento grande” para que “Os Verbos dos Arguinas” consigam um “lugar honroso” (com vídeo)
15 Julho, 2020 1123 visualizações

Padre Borges apela a “um movimento grande” para que “Os Verbos dos Arguinas” consigam um “lugar honroso” (com vídeo)

image_pdfimage_print

António Borges de Carvalho, padre no concelho de Oliveira do Hospital, que há 55 anos tomou contacto com os “Verbos dos Arguinas”…

… apela ao voto de todos na candidatura ao concurso das  “7 Maravilhas da Cultura Popular”.

Do mesmo modo que se sente à vontade para falar o dialeto tão característico dos homens que trabalhavam a pedra de forma árdua, é também com convicção que o conhecido padre Borges de Carvalho desafia a que se crie “um movimento grande” para que a candidatura dos “Verbos dos Arguinas”, finalistas regionais, passem à fase seguinte do concurso.

A esta altura, Borges de Carvalho sente-se “muito feliz”. “Nós podemos até nem vir a  ganhar este concurso.  Mas penso que foi uma oportunidade de tentarmos movimentar as águas e levar a muita gente, que até nem conhecia este dialeto, a possibilidade de se interessarem, perguntarem, responderem e telefonarem para que possamos trazer ao de cima está realidade linda que estava a ficar esquecida”, referiu à Rádio Boa Nova.

Até ao momento, são conhecidas 345 palavras e expressões usadas pelos “arguinas”, os homens que trabalhavam a pedra, e que constam de um glossário. “Este é um dialeto dos pedreiros desta região, desde Nogueira do Cravo, Santa Ovaia, até Aldeia das Dez e Avô”, contou o conhecido defensor desta linguagem que “teve vida e ainda tem mas não como antes”. “Tinha porque os homens debruçados sobre as pedras a trabalhar a cantaria dedicaram-se a esta linguagem. As obras eram muito demoradas e entretinham- se a falar e conversar”.

Segundo Borges de Carvalho, “não temos bem clara a origem disto”, mas sabe porém que os arguinas se juntaram e reuniram para ir “melhorando o dialeto”. “E trouxeram ao de cima uma linguagem bonita que se está a perder. O que é pena. Vamos fazer tudo para que se conheça esta linguagem. As pessoas devem telefonar e pode ser um movimento grande que realmente vem trazer a riqueza que é desconhecida da maior parte”.

“Durante o trabalho, eles falavam das realidades do dia a dia e ao mesmo tempo quando se aproximava a uma pessoa ignorante (deste dialeto), eles falavam, gozavam. Para se fazerem entender usaram esta linguagem, até para reclamar os direitos. E quando uma rapariga passava junto deles, lá vinha uma palavra ou outra mais brejeira”, contou.

António Borges de Carvalho domina a linguagem de que tomou conhecimento há 55 anos, quando chegou à região que mal conhecia. “Teria lido um ou artigo do Dr. Vasco de Campos que foi um homem que se interessou. E como também lidava com pedreiros eu tive necessidade de aprender para poder responder”, explicou.

A esta altura e a caminho dos 81 anos, Borges de Carvalho conhece e é capaz “de falar e conversar”. “E de me rir um bocadinho com eles”, frisou.

Para a preservação do dialeto, o padre Borges procurava “ conversar e chamar este assunto para motivar as conversas que nós tínhamos”. “No sentido de preservar tentei fazer uma banda desenhada para os miúdos da escola se irem familiarizando. Organizei este livro “Verbos dos Arguinas”.

“Fazemos um apelo forte, insistente e persistente para que façam telefonemas (pelo número 760 207 791), de modo a que tenhamos um lugar honroso neste desafio que nos é feito”, apelou. A votação decorre até ao dia 22 de julho.

Anterior Município de Arganil assina Pacto Institucional para a Valorização da Economia Circular
Seguinte Covid-19: Mais oito mortes e 375 casos de infeção nas últimas 24 horas

Notícias Relacionadas

Informação

Suspeito de tentativa de homicídio há oito anos foi detido pela PJ

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de um homem de 41 anos suspeito da tentativa de homicídio de dois homens há cerca de oito anos, em Coimbra,..

Última Hora

Carlos Maia reeleito presidente da Concelhia do PS de Oliveira do Hospital

Carlos Maia foi reeleito, no sábado, dia 1 de fevereiro, para a presidência da Comissão Política Concelhia do Partido Socialista.

Informação

Covilhã: Detido em flagrante por violência doméstica

O Comando Territorial de Castelo Branco, através do Posto Territorial da Covilhã, deteve em flagrante delito, na passada quinta-feira, um homem de 46 anos, pelo crime de violência doméstica, no

Última Hora

Município de Penacova reafirma que nada tem a pagar à APIN

O Município de Penacova reafirma que nada tem a pagar à APIN, entidade que, legitimamente, deixou de integrar no final de março de 2020.

Informação

GNR apela: “Não abandone os animais, eles não transmitem o vírus”

A Guarda Nacional Republicana (GNR) faz um apelo nas redes sociais quanto ao novo coronavírus que tantas dúvidas está a causar mundo fora.

Última Hora

30 localidades evacuadas em Góis e Pedrógrão Grande. Um canadair despenhou-se em Pedrógrão Grande

O incêndio em Góis obrigou hoje à evacuação de 27 localidades. Nas últimas horas o incêndio aumentou de extensão e motivou a ativação, pelas 14h00, …

Última Hora

Um militar da GNR morto a tiro e outro ferido. Suspeitos estão em fuga

Um militar da GNR foi hoje morto e outro ferido com gravidade em Aguiar da Beira, durante uma tentativa de assalto, disse à agência Lusa …

Região

Sete meios aéreos combatem incêndio em Castelo Branco

Um incêndio que deflagrou ao início da tarde, numa zona de mato no distrito de Castelo Branco, está a ser combatido por sete meios aéreos e mais de 100 bombeiros.

Última Hora

Mais de 30 concelhos de nove distritos em risco máximo de incêndio

Mais de 30 concelhos dos distritos de Faro, Castelo Branco, Portalegre, Guarda, Santarém, Leiria, Coimbra, Viseu e Bragança apresentam hoje um risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do

Última Hora

Zé Conde e Natália Novais retomam programação na Rádio Boa Nova

Zé Conde e Natália Novais, conhecidas vozes da Rádio Boa Nova, retomam hoje, dia 2 de novembro, os programas em direto na estação.

Última Hora

17 detenções, 934 infrações e 62 acidentes no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra procedeu, de 16 a 22 de janeiro, a várias operações, no distrito de Coimbra, como a prevenção e o combate à criminalidade violenta e a

Região

Coimbra quer Ministério da Coesão Territorial a tutelar autarquias

A Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra disse, hoje, esperar que o recém-criado Ministério da Coesão Territorial tutele áreas como as autarquias, …