Operação “Ignição Zero” sinaliza infrações e sensibiliza oliveirenses para ações de limpeza junto às habitações.
22 Abril, 2016 1129 visualizações

Operação “Ignição Zero” sinaliza infrações e sensibiliza oliveirenses para ações de limpeza junto às habitações.

image_pdfimage_print

O concelho de Oliveira do Hospital está hoje a ser palco de uma grande operação de sensibilização para a necessidade de limpeza de terrenos junto às habitações em zonas próximas de floresta. Desde o início da manhã, 16 equipas compostas por 32 militares percorrem o concelho a “pente fino” para sinalizar situações de incumprimento e  a sensibilizar as populações para a obrigatoriedade de ações de limpeza.

 

Esta é uma missão nacional que chega ao terreno pela ação de elementos do SEPNA e GIPS da GNR e, hoje, no concelho de Oliveira do Hospital encerra o périplo por todo o distrito de Coimbra, iniciada a 4 de abril. Presente, esta manhã, em Oliveira do Hospital, o comandante do Destacamento Territorial da GNR da Lousã, capitão Filipe Mendes, explicou que o objetivo é garantir que os matos e as florestas se encontram limpos no perímetro de 50 metros em redor das habitações, o que garante alguma segurança em caso de incêndio”.

Na prática, todas as áreas com combustível vão ser sinalizadas com vista à necessária gestão de combustível, ou seja limpeza dos terreno. A esta primeira ação de sensibilização sucede-se, como explicou o 1º sargento Álvaro dos GIPS de Alcaria, uma ação de fiscalização e no caso de incumprimento serão abertos “processos de contraordenação”. Em causa está “uma missão séria que requer das pessoas um compromisso”.

No histórico dos incêndios no concelho de Oliveira do Hospital, destaca-se sobretudo o número elevado de ignições e não tanto de área ardida. Em 2015 registaram-se  99 ignições e 16 hectares de área ardida. A operação zero acontece em Oliveira do Hospital dando sequência ao trabalho levado a cabo pela comissão municipal contra incêndios e visa, para o vice-presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, “precaver e por toda a comunidade a proteger os seus haveres”. José Francisco Rolo nota que a maior preocupação é o número de ignições dada a ocorrência de “períodos com um número de ignições anormais”.

A operação “Ignição Zero” partiu do posto da GNR de Oliveira do Hospital em direção a todo o território concelhio. Dois militares por viatura, as equipas seguiram munidas de tablets e respetivas cartas e orientado através do Google Maps, como indicou o cabo Rui Pereira.

Ao primeiro sinal de incumprimento, a missão manda “parar, fotografar e registar. “Temos aqui uma mancha florestal a 15 metros da habitação. A lei determina uma distância de 50 metros”, notou o elemento do GIPS.

Para além de identificar, os 32 militares têm a missão de sensibilizar e apelar ao “passa a palavra entre as populações” com o objetivo de procederem à necessária limpeza dos terrenos e de assim protegerem os seus bens. “A partir de 15 maio convém ter tudo limpinho. Agora levantamos as infrações e as pessoas serão informadas. Quem não limpar será autuado”, referiu o cabo Rui Pereira.

Anterior D. Ximenes Belo veio a Oliveira do Hospital transmitir mensagem de “paz”
Seguinte Serafim Marques comparado a Jesus na “partilha e na ajuda”

Notícias Relacionadas

Educação

Diretor do AEOH garante “escola organizada e responsável” no 3º período que começa amanhã (com vídeo)

O 3º período escolar começa amanhã, dia 14 de abril, e foi através de uma mensagem em vídeo, com recurso às redes sociais, …

Última Hora

Dois mortos e dois feridos em atropelamento na Figueira da Foz

Um atropelamento rodoviário que ocorreu na noite desta segunda-feira em Pedros, no Figueira da Foz, causou dois mortos e dois feridos.

Última Hora

Mário Patrão forçado a abandonar Dakar 2019 

Mário Patrão, piloto da KTM Factory Racing, que participava no Dakar 2019, caiu no início da etapa de ontem e foi forçado a abandonar a prova.

Última Hora

Oliveira do Hospital é o terceiro melhor exemplo de boa governação local em Portugal

Oliveira do Hospital está entre os três primeiros municípios do país classificados como melhores exemplos de boa governação local, no estudo “Qualidade da governação local em Portugal”…

Última Hora

Rádio Boa Nova associa-se a grupo de rádios locais que boicotam ações de campanha eleitoral para as eleições europeias

A Cadeia de Informação Regional (CIR), que engloba 6 rádios locais dos distritos de Vila Real e Bragança (Rádio Ansiães [98,1 MHz Carrazeda de Ansiães],…

Última Hora

Faleceu o Comendador Valentim Morais, natural de Avô

Valentim Gonçalves Morais nasceu a 4 de Setembro de 1930 em Avô, Oliveira do Hospital. Muito jovem rumou para Lisboa onde nos anos 60 adquiriu uma pequena gráfica, a Mirandela

Região

Região: Polícia Judiciária deteve traficantes de estupefacientes

A Polícia Judiciária (PJ), através da Diretoria do Centro, deteve duas mulheres e dois homens, com idades compreendidas entre os 39 e 51 anos, três dos quais em cumprimento de

Programas

“A Escola e o Meio”na Rádio Boa Nova

Este sábado, dia 16 de fevereiro, entre as 19h00 e as 20h00, é emitido o 16.º programa “A Escola e o Meio”, uma produção do Clube de Rádio do AEOH.

Última Hora

Homem de 83 anos encontrado morto na ribeira do Paul na Covilhã

Um homem de 83 anos foi encontrado morto, ontem, na ribeira do Paul, no concelho da Covilhã.

Desporto

Nuno Ribeiro, vereador do desporto da CMOH, em entrevista ao programa “Minuto 91”

Nuno Ribeiro, vereador do desporto do município de Oliveira do Hospital em entrevista exclusiva ao programa desportivo da Rádio Boa Nova “Minuto 91”, falou sobre a Gala do Desporto e

Informação

Festas do Solstício e Caminhada do Lampião decorrem de 21 a 23 de junho

Os dias que antecedem a data de 21 de junho trazem uma azáfama invulgar à pequena aldeia de Alvoco da Serra, no concelho de Seia, e a cada um dos

Informação

Verão começa sexta-feira com temperaturas entre 18 e 30 graus

O verão começa na sexta-feira com alguma nebulosidade e com máximas a variar entre os 18 e os 30 graus Celsius,…