Operação de rescaldo do fogo em Góis com 600 operacionais no terreno
23 Junho, 2017 1508 visualizações

Operação de rescaldo do fogo em Góis com 600 operacionais no terreno

image_pdfimage_print

A operação de “rescaldo e vigilância” no perímetro do incêndio que deflagrou no sábado em Góis, distrito de Coimbra, está a ser feita hoje por 600 operacionais, apoiados por 140 meios terrestres.

Estão também a operar quatro máquinas de rasto, para criarem zonas de “descontinuidade entre a área ardida e a que não ardeu”, disse hoje o comandante operacional Pedro Nunes.

O incêndio que, segundo as primeiras estimativas, destruiu uma área de floresta de 20 mil hectares, foi dado como dominado pelas 07h40 de quinta-feira, altura em que estavam no terreno cerca de um milhar de operacionais e perto de três centenas de meios terrestres.

Os operacionais e meios que se mantêm no local permanecerão ali durante todo o dia de hoje, para trabalhos de rescaldo e para que, “caso venham a existir reativações, estas sejam debeladas”, referiu o comandante operacional, sublinhando que ainda é necessário “muito trabalho” para garantir “o sucesso da operação”.

O comandante sublinhou que as previsões apontam para que as condições climatéricas na região sejam hoje idênticas às registadas na quinta-feira, com diminuição das temperaturas e aumento da humidade relativamente aos dias anteriores, referindo que favorecem o rescaldo do incêndio.

Em Góis não houve “qualquer problema de comunicações”, relacionado com o sistema SIRESP (Sistema Integrado das Redes de Emergência e Segurança de Portugal), afirmou, por outro lado, Pedro Nunes, respondendo aos jornalistas pelas 09:00, quando fazia, no local, o ponto da situação deste fogo.

O incêndio atingiu territórios dos concelhos de Góis, Arganil e Pampilhosa da Serra, no distrito de Coimbra, e provocou a evacuação de 27 aldeias, abrangendo um total de quase duas centenas de pessoas, mas sem provocar vítimas mortais.

Este foi um dos dois grandes incêndios que deflagraram no sábado na região Centro e obrigaram à mobilização de mais de dois milhares de operacionais, consumindo um total de cerca de 50 mil hectares de floresta e obrigando à evacuação de dezenas de aldeias.

O fogo que deflagrou em Escalos Fundeiros, em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, alastrou a Figueiró dos Vinhos e a Castanheira de Pera, fazendo 64 mortos e mais de 200 feridos.

As chamas chegaram ainda aos distritos de Castelo Branco, através do concelho da Sertã, e de Coimbra, pela Pampilhosa da Serra, mas o fogo foi dado como dominado na quarta-feira à tarde.

Anterior  “Mini repórteres” da Rádio Boa Nova abordam temática da “Igualdade”
Seguinte Ca$h Resto Z€ro com olhar sobre “uma das maiores desgraças de sempre”

Notícias Relacionadas

Sociedade

ASAE apreende 1,5 toneladas de alimentos estragados em operação

A ASAE apreendeu uma tonelada e meia de alimentos estragados, entre os quais 700 quilos de carne, na operação nacional de fiscalização de transporte que terminou hoje de madrugada.

Informação

IAPMEI promove Dia do Atendimento Descentralizado em Oliveira do Hospital

O IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação realiza, no dia 8 de julho, pelas 14h15, no salão nobre da Câmara de Oliveira do Hospital , o Dia…

Sociedade

Queimada provocou incêndio em Santa Ovaia

Vinte e seis bombeiros e sete viaturas combateram hoje um incêndio rural que deflagrou cerca das 11h35, na Quinta da Cal, Santa Ovaia, no concelho de Oliveira do Hospital.

Informação

EPTOLIVA galardoada com Bandeira Verde Eco-Escolas

Pelo terceiro ano consecutivo, a EPTOLIVA – Escola Profissional de Oliveira do Hospital, Tábua e Arganil, foi galardoada com a “Bandeira Verde Eco-Escolas”,…

Cultura

Município de Oliveira do Hospital tem a “Cultura em Movimento”

O programa “Cultura em Movimento”, que visa a descentralização da oferta cultural do Município de Oliveira do Hospital, prossegue amanhã, dia 19 de maio, em Meruge.

Última Hora

Bispo de Coimbra vai “lavar os pés” a 12 bombeiros de corporações da região

O bispo de Coimbra, D. Virgílio Antunes, vai lavar os pés a 12 bombeiros de corporações da região, na celebração vespertina de Quinta-feira Santa (29 de março),…

Última Hora

Sentido sismo de magnitude 2,8 na zona de Góis

Um sismo de magnitude 2,8 (escala de Richter) e cujo epicentro se localizou a cerca de seis quilómetros a norte-nordeste da Pampilhosa da Serra foi sentido no domingo, informou o

Última Hora

Agricultores e Produtores Florestais lesados pelos incêndios voltam a manifestar-se em Coimbra

Os Agricultores e Produtores Florestais lesados pelos incêndios de julho e outubro de 2017 consideram insuficientes as medidas de apoio disponibilizadas pelo governo…

Sociedade

Câmara de Oliveira do Hospital lança concurso para resolver problema na praia fluvial de Avô

José Carlos Alexandrino anunciou, hoje, que o Município de Oliveira do Hospital vai avançar com concurso público para a execução imediata da requalificação da praia fluvial de Avô.

Informação

Município de Penacova entregou Prémios de Mérito Escolar

A Câmara Municipal de Penacova promoveu a quinta edição da Cerimónia de Entrega dos Prémios de Mérito Escolar, que homenageou os 58 alunos dos estabelecimentos de ensino escolar do concelho

Informação

Antiga Escola Primária deu lugar a Biblioteca em Santa Ovaia

Em Santa Ovaia, decorreu ontem à tarde a  inauguração da Biblioteca, um novo espaço cultural da freguesia que resulta da requalificação da antiga escola primária, uma obra que contou …

Informação

Tondela: Colisão na Estrada Nacional 2 fez um ferido grave

A colisão entre dois veículos ligeiros na Estrada Nacional 2 resultou, na tarde de sábado, em dois feridos, um grave e um ligeiro. O acidente aconteceu na zona da aldeia