Oliveira do Hospital reconhecida como “Autarquia + Familiarmente Responsável” pelo terceiro ano consecutivo
17 Novembro, 2017 1321 visualizações

Oliveira do Hospital reconhecida como “Autarquia + Familiarmente Responsável” pelo terceiro ano consecutivo

image_pdfimage_print

O Município de Oliveira do Hospital foi novamente distinguido como “Autarquia + Familiarmente Responsável 2017” – um galardão atribuído pelo Observatório das Autarquias Familiarmente…

… Responsáveis (OAFR), que visa galardoar e divulgar as melhores práticas das autarquias portuguesas em matéria de apoio municipal às famílias.

Oliveira do Hospital é distinguida pelo terceiro ano consecutivo recebendo por isso a bandeira verde com palma por ter práticas amigas das famílias, que tem vindo a implementar nestes últimos anos.

A atribuição desta distinção à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital – em 2017 há 61 municípios portugueses a merecerem este reconhecimento – resultou da avaliação feita pelo OAFR a um conjunto de políticas “familiarmente responsáveis” em 12 áreas de atuação.

Encontram-se neste caso – entre muitas outras medidas – o programa de incentivo à natalidade que entrou em vigor em janeiro de 2013; a criação de um tarifário social na fatura da água, que discrimina positivamente as famílias numerosas; o apoio à aquisição de manuais escolares e cadernos de exercícios concedido a alunos do 1º Ciclo de Ensino Básico ou, por exemplo, a atribuição de 50 mil euros em bolsas de estudo a alunos do ensino superior, bem como os transportes gratuitos para todos os alunos, estendido recentemente até ao ensino superior.

Reconhecido a nível nacional, e pelo terceiro ano consecutivo, como um município “amigo das famílias”, sublinhe-se que a autarquia optou também, no âmbito das políticas familiarmente responsáveis, pela redução no IMI para as famílias com filhos nestes últimos anos.

Para José Francisco Rolo, vice-presidente da Câmara Municipal, este prémio resulta de uma avaliação externa e é mais um reconhecimento do trabalho desenvolvido bem como certifica um conjunto de políticas municipais que o executivo camarário tem posto em prática com vista à resolução das necessidades e dos problemas concretos das famílias do concelho de Oliveira do Hospital.

O Município de Oliveira do Hospital tem obtido reconhecimento, da parte de diversas entidades externas, pelas políticas que tem tomado em diferentes áreas de atuação, facto que o vereador da Solidariedade e Ação Social sublinha e acrescenta que “os desafios que se colocam ao concelho de Oliveira do Hospital, agora, após a tragédia dos incêndios de 15 de outubro, obrigam a reforçar a atenção da Câmara e as nossas prioridades para as necessidades das famílias, para o apoio às vítimas e lesados, de forma a que as ajudas públicas cheguem rápido e apoiem a reconstrução da vida das pessoas e das empresas. Essa é a nossa preocupação e atuação primeira.”

A cerimónia de entrega das bandeiras verdes “Autarquia + Familiarmente Responsável” está agendada para o próximo dia 29 de novembro, pelas 17H00 no auditório da Fundação para os Estudos e Formação Autárquica, em Coimbra.

Anterior CIM Coimbra defende reformulação das ajudas à agricultura
Seguinte Tribunal da Relação confirma arquivamento de processo contra autarca de Góis

Notícias Relacionadas

Última Hora

16 detenções, 644 infrações e 62 acidentes no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra procedeu, de 13 a 19 de fevereiro, a várias operações, no distrito de Coimbra, como a prevenção e o combate à criminalidade violenta e a

Região

Turismo do Centro congratula-se com sucesso da região no programa 7 Maravilhas à Mesa

O Turismo Centro de Portugal congratula-se com o facto de duas Mesas representantes da região – a Mesa da Bairrada ao Mondego e a Mesa Terras da Chanfana – terem

Região

Universidade da Beira Interior integra programa das Nações Unidas

A Universidade da Beira Interior (UBI), sediada na Covilhã, vai integrar a “United Nations Academic Impact (UNAI)”, programa que reúne academias e instituições de todo o mundo ligadas à investigação.

Última Hora

Projeto Limpa+: Jovens de Oliveira do Hospital recolhem lixo em defesa do ambiente

O Projeto Limpa+, criado por jovens de Oliveira do Hospital, tem sido implementado em várias zonas do concelho, em forma de voluntariado, com o objetivo de defender o meio ambiente.

Última Hora

Neve corta estradas em Viseu

O mau tempo no norte do país obrigou ao corte de trânsito em diversas estradas municipais e, além do IP4 (Amarante/Vila Real), cortado desde terça-feira, também a A24 está interrompida

Região

10 detenções, 802 infrações e 61 acidentes no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra procedeu, de 17 a 23 de abril, a várias operações, no distrito de Coimbra, como a prevenção e o combate à criminalidade violenta e a

Região

Nelas celebra Dia Mundial do Enoturismo no próximo domingo

A Câmara Municipal de Nelas celebra no próximo domingo, dia 10, o Dia Mundial do Enoturismo, um evento promovido pela Rede Europeia …

Última Hora

Cabazes de Natal da Cáritas de Coimbra chegaram a 645 pessoas

A Cáritas de Coimbra proporcionou uma época natalícia “mais digna” a 205 famílias, num total de 645 pessoas, que receberam um cabaz, destacando-se as 260 crianças às quais foi oferecido

Informação

S. Sebastião da Feira renova galardão de “praia acessível”

A Praia Fluvial de S. Sebastião da Feira, no concelho de Oliveira do Hospital, hasteou esta tarde a bandeira de “praia acessível”, renovando o galardão pelo segundo ano consecutivo.

Sociedade

Cantinas sociais apoiam cerca de uma centena de pessoas em Oliveira do Hospital

No concelho de Oliveira do Hospital há perto de uma centena de pessoas beneficiárias do projeto das “Cantinas Sociais” que, hoje,…

Informação

Município de Seia promove festividades de Natal

Pai Natal, Oficina dos Duendes e Frozen dinamizam, este ano, o Mercado de Natal em Seia.

Vídeos

“O Nogueirense deve estar, obrigatoriamente, no Campeonato de Portugal”, defende novo treinador (com vídeo)

Laurindo Filho é o novo rosto do comando técnico da Associação Desportiva Nogueirense e, apesar de chegar já no decorrer do Campeonato, defende que o clube “deve estar, obrigatoriamente, no