Oliveira do Hospital: Concurso para reconstrução de 52 casas ardidas deverá ser lançado em junho
15 Maio, 2018 1464 visualizações

Oliveira do Hospital: Concurso para reconstrução de 52 casas ardidas deverá ser lançado em junho

image_pdfimage_print

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) deverá lançar o concurso para reconstrução das primeiras 52 casas ardidas, no concelho de Oliveira do Hospital, na primeira semana de junho.

A informação foi avançada hoje à Rádio Boa Nova pelo presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital que te acompanhado o processo destinado à recuperação das habitações ardidas no concelho junto da CCDRC. “Os projetos de 52 casas estarão concluídos em maio e, na primeira semana de junho, será lançado o concurso e teremos obra ainda no mês de junho”, afirmou José Carlos Alexandrino no dia em que se assinalam sete meses após o grande incêndio, ocorrido no passado dia 15 de outubro de 2017.

O autarca lembra que concelho foi dos mais afetados no que respeita à destruição das primeiras habitações, a par do município de Tondela. “São processos mais complicados”, refere Alexandrino, lamentando que no caso de Oliveira do Hospital esteja atrasado “ligeiramente”, devido a procedimentos concursos que foram abertos pela CCDRC, numa primeira fase, e que “ficaram vazios”, por discordância com os valores inicialmente estimados para a realização das reconstruções (650 Euros o metro quadrado).

Às 52 habitações em fase de projeto, num trabalho que está a ser desenvolvido pela Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa, deverão juntar-se mais 21 casas de primeira habitação, sinalizadas como de “difícil resolução” devido a “um conjunto de burocracias”, mas para as quais já foram encontradas soluções jurídicas. “Na sexta feira houve uma reunião com os lesados das primeiras habitações e foram encontradas soluções. De um universo de 22 habitações, só há um caso por resolver”, referiu José Carlos Alexandrino.

Depois de um primeiro levantamento junto das habitações ardidas, os técnicos da Faculdade de Arquitetura preparam-se para voltar ao concelho, para obter parecer final dos proprietários das habitações. “Isto está com alguma velocidade”, assegura o autarca.

O prazo para a reconstrução das primeiras 52 habitações, num valor estimado de 12 milhões de Euros, é de 31 de dezembro de 2018. “Será muito difícil esse limite. Mas, acredito que algumas delas estarão prontas até 31 de dezembro”, referiu.

À Rádio Boa Nova, o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital referiu ainda que, no que respeita a reconstruções até 25 mil Euros, já se encontram recuperadas cerca de meia centena de casas.

Anterior 14 detenções, 639 infrações e 56 acidentes no distrito de Coimbra
Seguinte Páscoa foi muito positiva para o Turismo no Centro de Portugal

Notícias Relacionadas

Região

A Rádio Boa Nova ficou hoje mais pobre. Faleceu o Professor Ramos Mendes

A Rádio Boa Nova ficou hoje mais pobre. Faleceu o Professor Ramos Mendes

Região

Região: Incêndio em fábrica de transformação de madeiras dominado. Não há feridos

Um incêndio deflagrou na noite de segunda-feira numa fábrica de transformação de madeiras em Montemor-o-Velho, Coimbra, com as chamas a serem dominadas mais de duas horas depois do alerta.

Última Hora

Rio de Mel, em S. Gião, foi eleita “Aldeia dos Sonhos”

A aldeia de Rio de Mel, na freguesia de S.Gião, foi eleita “Aldeia dos Sonhos” pela Fundação Inatel. O reconhecimento resulta de candidatura apresentada pelo Município de Oliveira do Hospital.

Informação

Rancho Folclórico e Cultural de Lagares da Beira promove 34º Festival Folclore

O Rancho Folclórico e Cultural de Lagares da Beira promove, nos próximos dias 16 e 17 de agosto, o 34º Festival Folclore, em Lagares da Beira, com cinco ranchos participantes.

Última Hora

Eptoliva incentiva novos alunos para o ensino profissional

Contando com 27 anos de experiência e 114 cursos ministrados de oferta profissional e diferenciada, a EPTOLIVA – Escola Profissional de Oliveira do Hospital, Tábua e Arganil,…

Região

Região: GNR detém homem de 20 anos por violência doméstica

Um homem de 20 anos foi detido, em Vila Velha de Ródão, distrito de Castelo Branco, pelo crime de violência doméstica sobre a sua namorada, anunciou hoje a GNR.

Última Hora

PJ deteve suspeitos de assaltos à mão armada

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, identificou e deteve três homens, pela presumível autoria da prática de um crime de roubo, com recurso a armas de fogo,…

Região

Vinte e quatro detenções e 81 acidentes na última semana no distrito de Coimbra

A semana de 23 a 29 de maio ficou marcada, no distrito de Coimbra, por um total de 24 detenções e 81 acidentes. O comando territorial de Coimbra da GNR

Última Hora

Incêndios: António Costa assina despacho para iniciar pagamento das indemnizações

O primeiro-ministro assinou hoje um despacho determinando que se proceda ao pagamento das primeiras indemnizações aos familiares, herdeiros e demais titulares do direito de indemnização…

Informação

Município de Tábua comemora Feriado Municipal com iniciativas ao longo do dia

O Município de Tábua comemora amanhã, 10 de abril, o seu Feriado Municipal, assinalando a efeméride com uma série de iniciativas ao longo de todo o dia.

Região

Pastores da Serra da Estrela sem camisa para quebrar padrões de beleza

Um calendário que junta os 12 “pastores mais belos da Serra da Estrela”, uma iniciativa do jornal “Notícias de Gouveia” para valorizar…

Última Hora

Oliveira do Hospital sinalizou “entre 20 a 25 casos de violência doméstica” em 2016

Oliveira do Hospital renova hoje, Dia Municipal para a Igualdade, o compromisso de combate às desigualdades e violência doméstica e no namoro. Em 2016,… … no âmbito do projeto “Igualdade