Oito pessoas ficaram desalojadas em incêndio no centro histórico de Coimbra
18 Junho, 2020 303 visualizações

Oito pessoas ficaram desalojadas em incêndio no centro histórico de Coimbra

image_pdfimage_print

Oito pessoas ficaram ontem desalojadas após um incêndio ter atingido a cobertura de um edifício de quatro andares na Baixa de Coimbra, disse à agência Lusa uma fonte dos Bombeiros.

“A casa ficou sem condições de habitabilidade”, adiantou a fonte, explicando que o fogo afetou o prédio “ao nível das águas-furtadas”, deixando os residentes sem energia elétrica.

O incêndio deflagrou num imóvel habitado do centro histórico de Coimbra, na rua do Almoxarife, incidente que obrigou a mobilizar 17 operacionais para o combate às chamas, disse uma fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS).

O alerta para o incêndio, numa área habitacional e comercial com elevado número de edifícios degradados, foi dado às 14h30, dependendo o realojamento daquelas pessoas dos serviços municipais de Proteção Civil.

No combate ao fogo e nos trabalhos de rescaldo, participaram 17 elementos dos Bombeiros Sapadores e dos Bombeiros Voluntários de Coimbra, apoiados por cinco viaturas

Anterior Eptoliva promove webinar "Juntos pelo Turismo a Caminhar pelo Futuro"
Seguinte Golfinhos capturados acidentalmente na Praia de Mira

Notícias Relacionadas

Região

GNR deteve dois homens por incêndio florestal em Castelo Branco e Guarda

A GNR deteve em flagrante dois homens, de 55 e 77 anos, e identificou um terceiro, de 86 anos, pelo crime de incêndio florestal, em Casegas (Covilhã), Soito (Sabugal) e

Destaque

Mercado abre portas “em segurança”. Oliveirenses devem ser “solidários” com o comércio local (com vídeo)

O vice-presidente do Município de Oliveira do Hospital disse hoje na Rádio Boa Nova que a reabertura do Mercado, prevista para amanhã, tem o objetivo…

Região

ASAE apreende 350 quilos de mel na região Centro

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu 350 quilos de mel na zona centro do país, num valor aproximado de 1.650 euros.

Última Hora

Festival literário “Palavras de Fogo” quer ajudar Pinhal Interior a renascer

Escritores de renome nacional e internacional, como José Luís Peixoto, Luís Sepúlveda ou Mempo Giardinelli, participam na primeira edição do Festival Internacional do Pinhal Interior…

Informação

Assembleia Municipal “reconhece esforço, empenho e sentido de missão” na recuperação do concelho após o grande incêndio

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou, na sexta-feira, um voto de reconhecimento ao executivo municipal, Juntas de Freguesia, povo,…

Última Hora

EDP Distribuição investe na proteção da floresta em Coimbra

A EDP Distribuição procedeu à renovação e constituição de faixas de gestão de combustível junto às linhas elétricas aéreas de Alta e Média Tensão no distrito de Coimbra, …

Programas

“Mini repórteres” da Rádio Boa Nova partiram à “descoberta dos serviços” (com áudio)

No âmbito do programa “Férias Ativas”, as crianças voltam a ser “Mini Repórteres” na Rádio Boa Nova numa parceria com o Município de Oliveira do Hospital.

Última Hora

Leiria: Prisão preventiva para suspeito de matar companheira

O juiz de instrução do Tribunal Judicial de Leiria decretou prisão preventiva ao homem suspeito de ter matado a companheira, em Leiria, na noite de sexta-feira.

Última Hora

Dois detidos em Cantanhede por posse de estupefacientes

O Comando Territorial de Coimbra, através do Destacamento Territorial de Cantanhede detiveram dois homens de 27 e de 28 anos, por posse ilegal de produtos estupefacientes, em Cantanhede – Coimbra.

Última Hora

Tribunais retomam hoje atividade regular

Os tribunais retomam hoje a realização de diligências presenciais, mas dirigentes do setor anteveem que o regresso à atividade normal será assimétrico…

Cultura

Góis promove Feira dos Santos, do Mel e da Castanha

O Município de Góis promove, no próximo dia 1 de novembro, a Feira dos Santos, do Mel e da Castanha, no Parque de Lazer do Baião.

Informação

PJ deteve suspeito de abusar sexualmente de raparigas em Viseu

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem de 47 anos suspeito de abusar sexualmente de raparigas com idades entre os 12 e 16 anos, em São João da Pesqueira, Viseu.