Município oliveirense remove árvores queimadas que não foram cortadas pelos proprietários
2 Setembro, 2019 1112 visualizações

Município oliveirense remove árvores queimadas que não foram cortadas pelos proprietários

image_pdfimage_print

O Município de Oliveira do Hospital vai proceder à remoção de árvores  que não foram cortadas pelos proprietários.

Em resultado do incêndio que assolou o concelho de Oliveira do Hospital no dia 15 de outubro de 2017, um elevado número de árvores totalmente queimadas, que não foram removidas até à data pelos seus proprietários, encontram-se secas, inclinadas e com os ramos a pender sobre infraestruturas, apresentando um significativo risco de queda, o que coloca em causa a circulação e/ou presença de pessoas e bens, nomeadamente junto de vias nacionais/municipais e aglomerados populacionais e industriais.

Segundo o Município, de acordo com o disposto no artigo 71.º da Lei n.º 2110, de 19 de agosto de 1961 (Regulamento Geral de Caminhos e Estradas Municipais), e demais legislação aplicável, “(…) os proprietários, usufrutuários ou rendeiros dos prédios confinantes com as vias municipais são obrigados a cortar e a remover as árvores e arbustos que penderem sobre as vias nacionais e municipais com prejuízo do trânsito público (…)”.

“Em caso de queda ou obstrução da via pública, da qual resultem danos pessoais ou materiais, os proprietários/usufrutuários ou detentores de quaisquer outros direitos sobre o terreno ficam sujeitos a responsabilidade civil pelos danos causados e, consequentemente obrigados ao ressarcimento dos mesmos a título de indeminização”, refere o Município.

Acresce informar que no cumprimento do disposto no n.º 1 e 2 do artigo 36º do Decreto-Lei n.º 124/2006, de 28 de Junho, na sua redação atual, os proprietários, arrendatários, usufrutuários, ou entidades que a qualquer título, detenham terrenos situados nas faixas de 25 metros para cada lado das vias de circulação rodoviária, em áreas atingidas por incêndios florestais, e de forma a criar condições de circulação rodoviária em segurança, devem remover os materiais queimados nos incêndios.

Assim, após a publicação de Edital de semelhante teor em novembro e dezembro de 2018, e face à inoperância e ao incumprimento por parte de alguns proprietários no corte das árvores que ameaçam cair para as referidas vias, o Município de Oliveira do Hospital informa a população que a partir do dia 2 de setembro dar-se-à início às operações de abate das árvores queimadas e em risco iminente de queda, numa faixa lateral de 10m confinante com a via, em todas as estradas e caminhos municipais asfaltados do concelho, podendo, nos casos em que tal se justifique, esta ação estender-se aos caminhos florestais principais de acesso a habitações.

Podem os proprietários assumir os trabalhos de remoção do material sobrante, o qual deve ser efetuado no prazo máximo de 5 dias úteis.

Considerando que nos termos legais é interdito o depósito de madeiras e outros produtos resultantes de exploração florestal nas redes de faixas de gestão de combustível, decorrido que seja o prazo anteriormente referido sem que os proprietários procedam à limpeza e remoção, o Município de Oliveira do Hospital poderá diligenciar pela remoção dos materiais sobrantes, dando-lhes o destino final que entender adequado.

Mais se informa que a execução dos trabalhos por parte do Município de Oliveira do Hospital poderá ser acompanhada por Forças de Segurança, de modo a garantir-se o seu total cumprimento, conforme previsto na legislação vigente.

Anterior Avião amarou na barragem do Sabugal quando combatia incêndio
Seguinte Operação Hermes da GNR: Mais de 1 800 detidos por condução com álcool

Notícias Relacionadas

Última Hora

Pombal: Um morto e um ferido grave em colisão no IC8

Uma jovem de 19 anos morreu hoje na sequência de uma colisão entre duas viaturas no Itinerário Complementar 8 (IC8) no concelho de Pombal.

Região

Câmara de Nelas propõe à Assembleia para que delibere contra a transferência de competências para o município

A Câmara Municipal de Nelas decidiu propor à Assembleia Municipal, a realizar ainda em janeiro, para que delibere no sentido de “não pretender a transferência…

Sociedade

País: Morreu o ex-ministro socialista José Lello

Morreu esta sexta-feira o ex-ministro, ex-secretário de Estado e ex-deputado do PS José Lello, com 72 anos.

Região

Turismo Centro de Portugal vence Prémio Reconhecimento nos Publituris Portugal Trade Awards

O Turismo Centro de Portugal recebeu o Prémio Reconhecimento dos Publituris Portugal Trade Awards 2018. A escolha foi revelada hoje, durante a gala dos prémios…

Última Hora

Requalificação do IP3 vai avançar e vai custar 134 milhões de Euros

O IP3, entre Viseu e Coimbra, vai por fim sofrer obras de requalificação. Esta foi a solução encontrada pelo Governo, depois de anos de protestos de associações e autarcas, …

Região

Sinistralidade: 16 detenções, 672 infrações e 68 acidentes no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra procedeu, de 18 a 24 de junho, a várias operações, no distrito de Coimbra, como a prevenção e o combate à criminalidade violenta e a

Última Hora

Empréstimo de três milhões para nova variante, Centro Municipal de Proteção Civil, Balneários do Estádio Municipal e outras obras

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou, com a abstenção do CDS-PP (dois votos) a contratação de um empréstimo de médio a longo prazo…

Região

Seia distingue personalidades e alunos no Dia do Município

A Câmara Municipal de Seia realiza, no próximo dia 3 de julho, pelas 15h00, as Comemorações do Feriado Municipal de Seia, no auditório …

Sociedade

Equipa “Vida com Arte” realiza 1º Jantar de Gala solidário em Oliveira do Hospital (com vídeo)

No próximo dia 4 de maio, sábado, pelas 20h00 realiza-se o 1º Jantar de Gala Solidário promovido pela equipa “Vida Com Arte”, no âmbito do projeto “Dou Mais Tempo à

Região

Vento forte causou estragos em S. Paio, Gouveia

Um episódio de vento forte registado ao final da tarde de ontem, na aldeia de S. Paio, no concelho de Gouveia , provocou quedas de árvores e de muros e

Última Hora

Tuna Recreativa Penalvense realizou X Sarau Musical da Primavera

O salão da Sociedade Recreativa Penalvense recebeu, no passado dia 21, o X Sarau Musical da Primavera, em Penalva de Alva, no concelho de Oliveira do Hospital.

Última Hora

Apresentação do livro “O meu sonho” em Arganil

No próximo dia 17 de janeiro, pelas 21h00m, vai ser apresentado, na Biblioteca Municipal Miguel Torga, em Arganil, o livro O meu sonho, de Maria de Jesus Santos.