Município oliveirense alerta proprietários de terrenos para remoção de árvores e materiais queimados nos incêndios
7 Dezembro, 2018 2172 visualizações

Município oliveirense alerta proprietários de terrenos para remoção de árvores e materiais queimados nos incêndios

image_pdfimage_print

Em resultado do grande incêndio que assolou todo o concelho de Oliveira do Hospital no dia 15 de outubro de 2017, o Município alerta para o elevado número de árvores que foram totalmente queimadas e,…

…ao não terem sido removidas até à data pelos seus proprietários, encontram-se secas, inclinadas e com os ramos a pender sobre infraestruturas, apresentando um significativo risco de queda, colocando em causa a circulação e/ou presença de pessoas e bens, nomeadamente junto de vias nacionais/municipais e aglomerados populacionais e industriais.

Assim, de acordo com a Lei vigente que regula esta matéria, Lei 2110, de 19 de agosto de 1961 (Regulamento Geral de Caminhos e Estradas Municipais), torna-se público que ao abrigo do artigo 71º, “…ficam os proprietários, usufrutuários ou rendeiros de prédios confinantes com as vias municipais obrigados, no prazo de 5 dias”, a cortar as árvores que ameaçam cair para as referidas vias; remover árvores que por efeito de queda se encontrem a obstruir a circulação rodoviária; cortar os troncos e ramos das árvores que pendem sobre as vias, reduzindo as condições de visibilidade do trânsito e a segurança pública; em caso de queda ou obstrução da via pública, da qual resultem danos pessoais ou materiais, os proprietários/usufrutuários ou detentores de quaisquer outros direitos sobre o terreno ficam sujeitos a responsabilidade civil pelos danos causados e, consequentemente obrigados ao ressarcimento dos mesmos a título de indemnização”.

Em caso de incumprimento das ações no prazo fixado, serão as mesmas executadas pela Câmara Municipal, a expensas dos respetivos proprietários/usufrutuários ou detentores de quaisquer direitos sobre terrenos, nos termos do artigo 101.º do citado Diploma Legal.

O Município informa ainda que, no cumprimento do disposto no n.º 1 e 2 do artigo 36º do Decreto-Lei n.º 124/2006, de 28 de Junho, na sua redação atual, os proprietários, arrendatários, usufrutuários, ou entidades que a qualquer título, detenham terrenos situados nas faixas de 25 metros para cada lado das vias de circulação rodoviária, em áreas atingidas por incêndios florestais, e de forma a criar condições de circulação rodoviária em segurança, devem remover os materiais queimados nos incêndios.

O Município oliveirense alerta ainda para o não corte de sobreiros e azinheiras, sem obter as devidas autorizações das entidades competentes, tendo em atenção o Decreto-Lei n.º 155/2004, de 30 de Junho e o Decreto-Lei n.º 169/2001, de 25 de Maio, que estabelece as Medidas de Protecção ao Sobreiro e à Azinheira.

Para aconselhamento adicional deve ser contactado o Gabinete Técnico Florestal do Município de Oliveira do Hospital (238605250).

Anterior Vai ser lançado o livro do professor José Ramos Mendes
Seguinte Futebolistas do distrito de Coimbra em situação irregular forçados a abandonar o país

Notícias Relacionadas

Região

Município de Arganil avança com adjudicação da Reabilitação da ETAR da Relvinha

O Município de Arganil vai avançar com a adjudicação da reabilitação e beneficiação da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) da Zona Industrial da Relvinha – Melhoria da Qualidade

Última Hora

Aveiro: Homem despista-se após sofrer ataque cardíaco e acaba por morrer

Um homem morreu, esta terça-feira, depois de ter entrado em paragem cardiorrespiratória enquanto conduzia em Mamodeiro, em Aveiro.

Informação

Contribuintes têm até 15 de março para limpar terrenos

O Fisco está a avisar os contribuintes de que têm até 15 de março para limpar o mato e cortar árvores nas proximidades de casas e aldeias, podendo vir a

Sociedade

Comemorações do 25 de abril em Oliveira do Hospital

O Município de Oliveira do Hospital está a assinalar o 43.º aniversário do 25 de abril de 1974 com diversas iniciativas que são um convite à participação ativa dos oliveirenses.

Região

Guarda: GNR deteve caçador por posse de munições proibidas

A GNR deteve um caçador por posse de munições proibidas, durante uma operação de fiscalização à atividade venatória na zona da Guarda, durante a qual foram fiscalizados 60 caçadores.

Informação

Gerry Lyubenova foi a vencedora do 5º Festival Internacional da Canção da Serra da Estrela

A búlgara Gerry Lyubenova foi a grande vencedora do 5º Festival Internacional da Canção da Serra da Estrela (FICSE), festival que contou com a participação de 48 crianças e jovens,

Última Hora

“Património Material e Imaterial” é o tema das VI Jornadas Culturais de Oliveira do Hospital

O Município de Oliveira do Hospital organiza esta sexta-feira, 26 de outubro, às 21h00,  na Biblioteca Ludoteca de Lagares da Beira, a sexta edição das Jornadas Culturais de Oliveira do

Região

GNR deteve suspeito de furtos nos distritos de Coimbra, Viseu, Leiria e Aveiro

Um homem, de 31 anos, foi detido pela GNR no Porto, por vários furtos em quatro distritos.

Última Hora

Presidente da Assembleia de Góis renunciou ao cargo

O presidente da Assembleia Municipal (AM) de Góis, José António Carvalho, renunciou ao cargo alegando razões políticas e de saúde, disse o próprio à agência Lusa.

Região

Candidatura da Rede das Aldeias de Montanha aprovada pelo Fundo Ambiental

A candidatura “Valorizar o Património Ambiental da Serra da Estrela e Promover a Transição para a Economia Circular nas Aldeias de Montanha” …

Região

Rally de Tábua vai para a estrada nos dias 29 e 30 de setembro

A edição Rally de Tábua 2018 vai para a estrada nos dias 29 e 30 de setembro. A prova, que faz parte do Campeonato Centro de Ralis, é organizada numa

Última Hora

10 detenções, 802 infrações e 61 acidentes no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra procedeu, de 17 a 23 de abril, a várias operações, no distrito de Coimbra, como a prevenção e o combate à criminalidade violenta e a