Mercado “Da Nossa Terra” em Oliveira do Hospital completa 10 anos de existência
15 Julho, 2020 640 visualizações

Mercado “Da Nossa Terra” em Oliveira do Hospital completa 10 anos de existência

image_pdfimage_print

Dois meses após a reabertura do Mercado Municipal de Oliveira do Hospital, a Mostra de Produtos Biológicos e Agrícolas em Modo de Produção …

… Tradicional de Oliveira do Hospital – “Da Nossa Terra”, regressa este sábado, dia 18 de Julho, entre as 9h00 e as 13h00, com uma edição especial para comemorar os 10 anos de existência

O Município de Oliveira do Hospital e a ADI – Agência para o Desenvolvimento Integrado de Tábua e Oliveira do Hospital vêm realizando a Mostra de Produtos Biológicos e Agrícolas em Modo de Produção Tradicional de Oliveira do Hospital – “Da Nossa Terra”  no Mercado Municipal, ao segundo sábado de cada mês.

Esta mostra de produtos tradicionais do concelho de Oliveira do Hospital e da região da Beira Serra faz parte dos hábitos de consumo de todos aqueles que preferem produtos de qualidade a preços mais baixos.

Todos os meses, produtos vindos diretamente da terra, genuínos e de qualidade, enchem as bancas do Mercado Municipal e fazem desta mostra uma excelente alternativa aos hábitos de consumo dos oliveirenses e de todos os que habitualmente visitam este certame, que se tem vindo a afirmar cada vez mais de cariz regional, adotando também o nome de Mercado de Montanha.

Desde o seu início, a Mostra de Produtos Biológicos e Agrícolas em Modo de Produção Tradicional de Oliveira do Hospital – “Da Nossa Terra” tem vindo a aumentar o número de produtores permanentes, por onde já passaram, no total, mais de uma centena.

A organização da mostra continua a acolher a inscrição de mais e novos produtores, para que esta iniciativa possa continuar a crescer.

É reconhecida hoje em dia, cada vez mais, a importância que os produtos da terra têm na alimentação quotidiana. A mostra “Da Nossa Terra” faz a apologia deste tipo de produtos, nascidos na terra e vindos diretamente dela para as nossas casas.

Para além desta vantagem, existe uma outra, económica, podendo o consumidor adquirir produtos tradicionais de qualidade a preços mais baixos, no que tem sido assumido como um meio de promoção de hábitos de alimentação saudável, associada à qualidade dos produtos da terra.

Outra das facetas mais interessantes da mostra resulta da oportunidade que tem sido dada a vários produtores locais para escoarem a suas produções, permitindo acréscimos de rendimento a estas famílias.

“Da Nossa Terra” consiste numa mostra do que de melhor se produz em termos de produtos biológicos e agrícolas em modo de produção tradicional no concelho de Oliveira do Hospital e concelhos limítrofes, não esquecendo igualmente algum do artesanato do concelho e da região.

Podem participar na Mostra todos os produtores biológicos do concelho e da região, bem como produtores de agricultura tradicional, desde que se insiram no âmbito desta iniciativa e que queiram abraçar a causa da promoção, divulgação e venda dos produtos produzidos na nossa terra, seja em modo de produção tradicional, as usuais produções da horta, do quintal ou da quinta, sejam os produtos biológicos.

A Mostra deu os primeiros passos pela mão do CLDS – Contrato Local de Desenvolvimento Social, em julho de 2010, tendo como parceiros o Município de Oliveira do Hospital e as associações ADIBER, Caule e Solo Vivo. A partir de setembro de 2012, a organização passa para a esfera do Município de Oliveira do Hospital e da ADI.

Todos os interessados em divulgar e comercializar os seus produtos, nesta ou em próximas iniciativas, deverão efetuar a sua inscrição no Gabinete de Apoio à Vereação, através do endereço eletrónico gav@cm-oliveiradohospital.pt ou contacto telefónico 238 605 257.

A ADI e o Município de Oliveira do Hospital garantem que a próxima edição desta mostra, cumprirá com todas as normas sanitárias recomendadas pela Direção-Geral da Saúde.

Anterior Padre Luís Costa vai deixar Direção da Cáritas Diocesana de Coimbra
Seguinte Proteção Civil alerta para perigo de incêndio devido à continuação de tempo quente e seco

Notícias Relacionadas

Última Hora

Vice-presidente e diretores de unidades orgânicas do IPG tomaram posse

No Instituto Politécnico da Guarda (IPG) decorreu dia 15 de Janeiro a cerimónia de tomada de posse do novo vice-presidente, da diretora da Unidade de Investigação…

Educação

 “Eco-Côdea” representa concelho de Oliveira do Hospital na “Expo Empresas”, em Mortágua

A turma do 9.º O do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital (AEOH) é a representante do Município de Oliveira do Hospital na final intermunicipal …

Última Hora

CIM Região de Coimbra discute novo aeroporto com o Ministério das Infraestruturas e da Habitação

A Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra vai reunir amanhã, 15 de janeiro, no Ministério das Infraestruturas e da Habitação, em Lisboa,…

Informação

GNR apreende mais de duas mil peças de vestuário contrafeito na Mealhada

A Unidade de Ação Fiscal, através do Destacamento de Ação Fiscal de Coimbra, apreendeu, no passado dia 13 de julho, cerca de 2565 artigos contrafeitos, no concelho da Mealhada.

Última Hora

PJ deteve homem com 10 mil doses de anfetaminas

Um homem foi detido por suspeita de tráfico de droga pela Polícia Judiciária (PJ), que apreendeu na posse do suspeito uma quantidade de anfetaminas….

Última Hora

A Escola e o Meio” na Rádio Boa Nova

Este sábado, dia de 3 de dezembro, entre as 19h00 e as 20h00, é emitido o 9.º programa “A Escola e o Meio”, uma produção do Clube de Rádio do

Informação

Morreu António Manuel Arnaut

O advogado António Manuel Arnaut morreu esta quarta-feira, vítima de doença, aos 59 anos, em Coimbra, um ano depois do falecimento do pai, António Arnaut, criador do Serviço Nacional de

Última Hora

Polícia previne atentados terroristas na Feira de S. Mateus

A 624ª edição da Feira de S. Mateus vai ter, este ano, a presença de agentes da GNR e PSP com armamento anti-terrorismo. De acordo com o Jornal do Centro,

Informação

Pedrógão Grande: 157 habitações reconstruídas após um ano da catástrofe

A maioria das casas destruídas pelo incêndio que deflagrou em Pedrógão Grande há um ano já foi reconstruída.

Última Hora

Projeto da Eptoliva distinguido com menção honrosa em Espanha

O projeto “Requalificação dos Resíduos do Setor Oleico na Produção de Biocombustíveis e Bioadsorventes para Remoção de Metais Pesados de Águas Contaminadas”…

Última Hora

“Histórias que DÃO para Ver” chega ao Município de Nelas

A Câmara Municipal de Nelas recebe, em casa, a peça de Teatro “Histórias que DÃO par ver”, no Palco do Mercado Municipal, já no próximo dia 9 de novembro, a

Região

Seia: Buscas no rio Mondego para encontrar pescador desaparecido

A GNR e os bombeiros de Seia estão a realizar buscas no rio Mondego à procura de um homem de 64 anos que está desaparecido desde as 23h51 de segunda-feira.