Mais de metade dos jovens já sofreram de violência no namoro
14 Fevereiro, 2019 843 visualizações

Mais de metade dos jovens já sofreram de violência no namoro

image_pdfimage_print

Mais de metade dos jovens que namoram ou namoraram dizem já ter sofrido uma qualquer forma de violência por parte do companheiro e 67% acham isso natural, motivo para uma nova campanha pelo fim da violência no namoro.

A campanha é apresentada hoje, tal como os resultados do estudo nacional sobre a violência no namoro, feito pela União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR), com o apoio da Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro.

Em comunicado, o gabinete da secretária de Estado adianta que o Estudo Nacional sobre a Violência no Namoro 2019 revela que “58% de jovens que namoram ou já namoraram reportam já ter sofrido pelo menos uma forma de violência por parte de atual ou ex-companheiro/a”.

Por outro lado, “67% de jovens consideram como natural algum dos comportamentos de violência”, sendo que o estudo demonstra que existe uma “elevada prevalência e legitimação de formas especificais de violência”.

Em causa estão, casos de violência psicológica, violência exercida através das redes sociais ou atitudes de controlo, seja sobre vestuário, hábitos de convívio ou outros comportamentos.

Aproveitando o facto de hoje se assinalar o Dia dos Namorados, o Governo apresenta a campanha #NamorarMemeASério pela eliminação da violência no namoro, com o objetivo de identificar alguns dos comportamentos que são demonstrativos de situações de violência, seja física, psicológica ou sexual.

A campanha é lançada em conjunto com várias organizações não-governamentais (ONG) e federações académicas, além da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CIG) e conta com o rosto de algumas figuras públicas e influenciadores digitais seguidos pelo público mais jovem, que lançam alertas sobre as atitudes de namorados ou namoradas.

“Se não gosta que uses maquilhagem”, “se a discussão acaba sempre com uma ameaça”, “se te humilha frente a outras pessoas” ou “quando te proíbe de falar com outras pessoas”, são sinais de violência que a campanha pretende combater.

“Se o teu namorado ou namorada tem atitudes que te deixam desconfortável, com o objetivo de te controlar, dominar ou humilhar, isso é um sinal de que algo está errado e isso não é um namoro a sério”, é uma das mensagens principais da campanha.

A campanha salienta ainda que a violência é crime público e que, por isso, cabe a todos denunciá-lo, podendo essa denúncia ser feita para o número 800 202 148.

Fonte: Lusa

Anterior Rádio Boa Nova participou no programa "Portugal em Direto" da Antena 1 (Com vídeo)
Seguinte Góis promove Orçamento Participativo pela primeira vez

Notícias Relacionadas

Desporto

Misericórdia de Galizes promove 3º Encontro do Desporto Adaptado

 Sexta-feira, dia 6 de abril, a Misericórdia de Galizes vai realizar o 3º Encontro do Desporto Adaptado, no Pavilhão Municipal de Oliveira do Hospital, a partir das 10 horas, inserido

Região

850 participantes juntos em ação de reflorestação em Pinhel

O Município e o Agrupamento de Escolas de Pinhel, no distrito da Guarda, anunciaram hoje que vão plantar “algumas centenas de sobreiros” durante uma ação de reflorestação que vai envolver

Informação

Incêndio em Leiria mobiliza 150 elementos e quatro meios aéreos

Um incêndio que deflagrou esta tarde em Vila Cã, no concelho de Pombal, distrito de Leiria, envolve, nesta altura, a utilização de quatro meio aéreos e o destacamento de mais

Destaque

FCOH vence primeiro jogo da época frente ao Leiria. ADN perdeu com o Sintrense

O Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) venceu, ontem, em casa, o jogo da primeira jornada da Série C do Campeonato Nacional frente ao União Desportiva de Leiria, por

Destaque

Associação PIDS recupera tradições e confere novo fôlego à freguesia de Seixo da Beira (com vídeo)

Quase a terminar o roteiro pelas associações juvenis do país, o Secretário de Estado do Desporto e da Juventude visitou esta manhã a jovem associação PIDS, …

Última Hora

Incêndios: Festival de música ajuda Oliveira do Hospital a recuperar dos fogos

Um festival de música eletrónica vai decorrer em São Gião, Oliveira do Hospital, de 21 a 24 de junho, e inclui trabalhos de reflorestação e ajuda financeira à reconstrução de

Informação

GNR resgatou 763 migrantes nas missões da Frontex realizadas em 2019

Os militares da GNR envolvidos em várias missões da Agência Europeia de Fronteira e Guarda Costeira (Frontex) resgataram 763 migrantes num total de cerca de três mil pessoas auxiliadas em

Destaque

Presidente da República visitou Oliveira do Hospital por causa dos incêndios e fez comunicação ao país

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, deslocou-se, ontem à tarde ao concelho de Oliveira do Hospital, …

Última Hora

Desporto de fim de semana – Resultados

No regresso do CNS fase de manutenção, o Nogueirense, agora comandado por João Pires, num regresso a uma casa que conhece bem,não foi além de um empate 0-0 frente ao

Informação

Incêndios: Projeto Fénix proporciona formação em Primeiros Socorros Psicológicos em Oliveira do Hospital

Na sequência da tragédia dos incêndios de outubro de 2017, o Município de Oliveira do Hospital é beneficiário do programa Fénix, …

Última Hora

Jovem detido em estádio após deflagrar engenho pirotécnico proibido

Um jovem de 21 anos foi detido por ter deflagrado um engenho pirotécnico proibido no Estádio Universitário de Coimbra, anunciou hoje a PSP em comunicado.

Região

Operação Páscoa da GNR a partir de amanhã

A GNR inicia amanhã a Operação Páscoa 2017. O patrulhamento e a fiscalização rodoviária vão ser intensificados até domingo.