Luís Lagos diz que a sua queijaria nunca foi convidada para Feira do Queijo e considera “um erro” a promoção de um queijo contra outro queijo
4 Maio, 2017 4817 visualizações

Luís Lagos diz que a sua queijaria nunca foi convidada para Feira do Queijo e considera “um erro” a promoção de um queijo contra outro queijo

image_pdfimage_print

O deputado do CDS-PP criticou na última Assembleia Municipal o modelo da Feira do Queijo que é realizada em Oliveira do Hospital. Luís Lagos referiu …

… que a sua própria empresa, agora localizada no concelho de Seia, nunca foi convidada para o evento.

Passados dois meses desde a sua realização, a Feira do Queijo de Oliveira do Hospital marcou a última Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital. Entre elogios à realização do evento, o assunto gerou polémica com o deputado do PS, Francisco Garcia, a exigir a Luís Lagos um pedido de desculpas por um “linguajar no mínimo de muito mau gosto” em publicações na rede social facebook a propósito do evento e da visita de Marcelo Rebelo de Sousa. “Ficou-te mal Luís. Merecemos um pedido de desculpas por nos tratares de emplastros…” referiu o socialista.

Um pedido de desculpas a que Luís Lagos não acedeu. “O que eu disse mantenho. Sempre disse que a Feira do Queijo é um evento conseguido, mas é pouco”, referiu.

Diante do tema, o deputado não se desviou da sua atividade profissional para referir, em jeito de lamento, que a sua empresa “Queijos Lagos” nunca foi convidada para a Feira do Queijo. Lembrou que a sua família está ligada ao setor do queijo “há gerações” e que o que tem visto na Feira do Queijo são “filósofos e doutores do queijo”. “No dia a dia que é preciso desenvolver o negócio? Nada, bola, não fazem nada”, continuou. Entende o jovem empresário e deputado do CDS-PP que “é um erro histórico a Câmara Municipal andar a promover um queijo contra queijo”. “Ando a comprar leite espanhol porque não há cá. Eu e outras empresas”, partilhou, notando que se assim não fosse não seria possível à sua empresa ser uma empresa exportadora. “Podem querer fazer do queijo um romance, o queijo puro…, mas o problema é que por trás do queijo estão negócios, por trás dos negócios há pessoas e há uma economia”, referiu ainda o centrista, constatando que “os que aparecem nas selfies são os que menos defendem o queijo no seu dia a dia”.

José Carlos Alexandrino, presidente da Câmara Municipal esclareceu que com a realização da Feira do Queijo não é objetivo do município atacar a indústria de lacticínios que “assegura muitos postos de trabalho”. O autarca continua é a defender que em cada queijo esteja mencionada a origem do leite. Admitiu que a autarquia tenha cometido “alguma injustiça” ao não convidar a empresa Queijos Lagos para o certame.

Anterior Acidente com trator mata ex-bancário em Nelas
Seguinte Adulto e dois menores suspeitos de furto em Miranda do Corvo

Notícias Relacionadas

Última Hora

Nelas promove “Férias em Ação- Verão 2019” de 25 de junho a 16 de agosto

O Município de Nelas promove de 25 de junho a 16 de agosto 2019, o Projeto Férias em Ação – Verão 2019, em colaboração com os Agrupamentos de Escolas do

Informação

40 anos: Arcial quer construir pólo II e criar valência de lar (com vídeo)

A ARCIAL – Associação para a Recuperação de Cidadãos Inadaptados de Oliveira do Hospital iniciou hoje, dia 14 de fevereiro,…

Última Hora

450 artigos contrafeitos apreendidos em Pinhel

O Comando Territorial da Guarda, através do Destacamento de Intervenção, apreendeu, ontem, dia 5 de junho, 450 artigos contrafeitos, em Pinhel, no distrito da Guarda.

Última Hora

Um milhão de euros para projetos nas zonas afetadas por fogos de outubro

De acordo com um comunicado divulgado pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML), o Fundo Recomeçar já abriu as candidaturas de apoio financeiro para entidades públicas,…

Informação

Seia comemora feriado 25 de abril com espetáculo musical e sessão solene

A Revolução do 25 de abril, que pôs termo à ditadura em Portugal há 45 anos, vai ser celebrada em Seia com um espetáculo musical, na noite de 24 de

Última Hora

Proteção Civil emite aviso à população pelo agravamento do estado do tempo

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) emitiu um aviso à população devido ao agravamento das condições meteorológicas no norte e centro do país, prevendo-se o período crítico entre o

Informação

Dez concelhos em risco máximo de incêndio com temperaturas acima dos 35ºC

Dez concelhos dos distritos de Faro, Santarém, Portalegre e Castelo Branco apresentam hoje um risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Última Hora

“A Escola e o Meio” na Rádio Boa Nova

Este sábado, dia 13 de janeiro, entre as 19h00 e as 20h00, é emitido o 13.º e programa “A Escola e o Meio”, uma produção do Clube de Rádio do

Informação

CIM da Região de Coimbra promove novas sessões do ciclo webinars

No âmbito do ciclo de webinars sobre as Medidas de Apoio às Empresas, relativas ao impacto na economia da epidemia do Coronavírus – COVID19, …

Última Hora

Coimbra com 45 dias de festa em Programa de Natal e Fim de Ano

Coimbra prepara-se para receber a quinta edição do programa “Luzes Sobre a Baixa”, com início dia 1 de dezembro, que pretende assinalar a época natalícia, ao longo de 45 dias.

Informação

Homem encontrado morto em Coimbra com sinais de violência

Um homem, de 55 anos, foi hoje encontrado morto, em Coimbra, com sinais de violência, disse à agência Lusa fonte da PSP.

Última Hora

BLC3: Projeto prevê produzir biocombustível avançado com resíduos de árvores

Um projeto de aproveitamento de resíduos das podas de vinhas e árvores de fruto na produção de biocombustível avançado está a ser desenvolvido no Campus da BLC3, com sede em