LPCC implementa projeto piloto “Os Super Saudáveis” no Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital
26 Novembro, 2019 1147 visualizações

LPCC implementa projeto piloto “Os Super Saudáveis” no Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital

image_pdfimage_print

O Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro (NRC-LPCC) apresentou, ontem, o projeto pioneiro de “intervenção primária”…

… dirigido aos alunos do pré-escolar e primeiro ciclo do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital, destinado a incutir hábitos de alimentação saudável. Chama-se “Os Super Saudáveis” e surge sob a forma de um jogo, que tem associada a formação de professores que arrancou ontem.

Depois do sucesso que o projeto “Dou Mais tempo à Vida”, realizado este ano, teve no concelho de Oliveira do Hospital, o NRC-LPCC entendeu “dar continuidade ao trabalho em prol da literacia para a saúde” propondo ao município de Oliveira do Hospital o desenvolvimento do projeto “Os Super saudáveis”, que assenta num novo paradigma.

Graça Azevedo, vice-presidente do NRC- LPCC explicou, ontem, tratar-se de uma iniciativa de “prevenção primária”, que junta as forças vivas da comunidade “e nada melhor que Oliveira do Hospital, na sequência do projeto Dou Mais Tempo à Vida”.

“O Projeto visa intervir na promoção de comportamentos de saúde pelo quer iremos iniciar a formação de professores visando a aquisição de competências adicionais de prevenção de cancro”, referiu a responsável. Graça Azevedo disse que a expectativa do NRC- LPPP é de que “toda a comunidade se envolva neste projeto para o bem das crianças e em prol de um futuro mais saudável”.


Diante do desafio que lhe tinha sido dirigido pelo NRC- LPCC, Graça Silva, vereadora da Educação do Município de Oliveira do Hospital partilhou, ontem, que não poderia ficar indiferente, pelo que logo disse que “gostaria de trazer este projeto para as escolas de Oliveira do Hospital”, situação que de imediato foi aceite pelo Agrupamento.

A vereadora referiu, porém que nas escolas do concelho já são cumpridos hábitos de alimentação saudáveis, seja no serviço de refeição nas cantinas, seja nos bares, tendo havido a retirada de alguns alimentos. “Desde há muito que há cuidado para que os nossos jovens aprendam a comer”. A responsável lamentou que infelizmente sejam poucas as famílias em que não haja um caso de doença oncológica. Por isso, deu as boas vindas ao projeto: “É bem vindo e será com certeza um sucesso”, referiu.

Carlos Carvalheira, diretor do Agrupamento de Escolas partilhou o “orgulho” em receber o projeto. Lembrou também que a escola ganhou este ano o selo de “Escola Mais Saudável”, num reconhecimento pelo Ministério da Educação. Para o diretor este “é um dos grandes princípios” e verificou que a “escola não é só para aprender a ler e a escrever”, é também “para formar os nossos jovens”. “Nós não podemos desistir deste grande desígnio. Quando percebemos que na maioria dos nossos jovens (a alimentação) é à base de batatas fritas e coca colas…. os nossos jovens têm que ser incentivados e terem predisposição para reconhecer os malefícios destes alimentos”, frisou.

Carlos Carvalheira aprecia por isso o projeto “Os Super Saudáveis” porque é uma “forma brilhante de incutirem as boas práticas. É uma forma de irem aprendendo, brincando”.


Maria Assumpta Coimbra, diretora do Centro de Formação de Associação de Escolas Coimbra Interior, parceira na implementação do projeto, apreciou a iniciativa considerando-a “extremamente importante” porque vem salientar a educação para a saúde e a cidadania”. “Urge chamar a atenção para a o currículo, aspetos educacionais, integradores holísticos e não meramente centrados numa visão unívoca da escola. “Este projeto visa o sucesso dos alunos e preparar cidadãos ativos, críticos e responsáveis para contribuir para uma sociedade melhor”, referiu. No final da apresentação do projeto, logo teve início a formação dirigida a professores.

O projeto “Os Super Saudáveis” conta com o apoio institucional da Direção-Geral da Educação, Direção-Geral da Saúde e Associação Portuguesa de Nutrição. Foi vencedor do Food & Nutrition Award 2018, na categoria de educação alimentar.

A intervenção educativa “Os Super Saudáveis” resulta de uma larga experiência da Liga Portuguesa Contra o Cancro na área da educação alimentar.

Dinâmica de projeto

No início do projeto cada aluno/a recebe um kit inicial, composto por uma caderneta (pequeno livro explicativo, com dicas sobre os alimentos) e cinco cartas de alimentos (água, azeite, batata, ovo e cenoura). Nas cinco semanas seguintes, um almoço e um lanche por semana deverão incluir um alimento com um poder super saudável.

Com a ingestão desses alimentos na escola, o professor entrega, ao aluno, as respetivas cartas. No total serão quinze cartas colecionáveis que representam alimentos saudáveis e que foram escolhidos com base nos grupos da roda dos alimentos.

Anterior Região: Dez pessoas detidas por furto de 180 quilos de castanhas
Seguinte Feira de Santo André realiza-se no dia 1 de dezembro em Ervedal da Beira

Notícias Relacionadas

Informação

Tábua espera bater record de visitantes na FACIT que arranca hoje (com áudio)

Está marcada para as 18h00 desta quarta-feira, 27 de junho, a inauguração da 10ª FACIT – Feira Agrícola, Comercial e Industrial de Tábua. O certame decorre até domingo, dia 1

Última Hora

Faleceu o Dr. Francisco Correia das Neves

Francisco Correia das Neves nasceu em Oliveira do Hospital a 3 de setembro de 1929. Licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra, titular de um vasto currículo na sua área

Região

Arganil acolheu programa de resiliência para crianças afetadas pelos incêndios

O Centro Escolar de S. Martinho da Cortiça acolheu, no dia 25 de novembro, um dos 15 workshops que estão a ser desenvolvidos…

Informação

Tábua: Município reabre Feira Mensal no dia 21 de junho

Tendo em consideração as medidas em vigor face ao período de desconfinamento e dada a importância económica da Feira Mensal de Tábua, o Município irá retomar a realização da mesma

Região

Sinistralidade: 11 detenções, 989 infrações e 69 acidentes no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra procedeu, de 7 a 13 de maio, a várias operações, no distrito de Coimbra, como a prevenção e o combate à criminalidade violenta e a

Informação

Covid-19 já fez 345 mortos em Portugal. Há 12.442 infetados

O novo coronavírus já fez 345 vítimas mortais em Portugal, um aumento de 34 mortos face a segunda-feira. Segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde,…

Última Hora

ACT realizou sessão de informação em Oliveira do Hospital

O Município de Oliveira do Hospital acolheu uma sessão de informação  da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) relacionada com…

Informação

Ângela Cunha é…Boa Nova!

Ângela Cunha, conhecida locutora e apresentadora, está de regresso às manhãs da Rádio na Boa Nova, das 8 às 12h, de segunda a sexta-feira.

Última Hora

Cruz Vermelha lança número 1415 para auxiliar populações

A Cruz Vermelha disponibiliza, a partir de hoje, o número 1415, uma linha telefónica de alerta para ajudar a proteger as populações perante catástrofes, como incêndios florestais, que vai funcionar

Região

Autocarro com crianças incendiou-se em Soure. Não há feridos a registar

Um autocarro da Transdev incendiou-se, na manhã desta sexta-feira, quando transportava várias crianças para a escola em Soure, Coimbra.

Cultura

Seia: Casa Municipal da Cultura recebe peça “Eu sou o Outro” da companhia Teatro em Caixa

No dia 31 de janeiro, pelas 10h30, a peça “Eu sou o Outro”, da companhia Teatro em Caixa, chega à Casa Municipal da Cultura de Seia.

Programas

“A Escola e o Meio”na Rádio Boa Nova

Este sábado, dia 19 de maio, entre as 19h00 e as 20h00, é emitido o 29.º programa “A Escola e o Meio”, uma produção do Clube de Rádio do AEOH.