Instrução do processo de reconstrução de casas em Pedrógrão Grande já arrancou
13 Janeiro, 2020 136 visualizações

Instrução do processo de reconstrução de casas em Pedrógrão Grande já arrancou

image_pdfimage_print

A instrução do processo de reconstrução de casas ardidas no incêndio de Pedrógão Grande, em 2017, começou hoje no Tribunal de Leiria,…

… a pedido de três arguidos acusados pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Coimbra.

Entre os arguidos que fizeram este pedido está o presidente da Câmara de Pedrógão Grande, Valdemar Alves.

João Filipe Paiva, também um destes arguidos e acusado de um crime de burla qualificada e de um crime de falsificação de documento, explicou hoje no Tribunal de Leiria que a casa da sua mãe que foi reconstruída era “usada com regularidade”.

“Apesar de viver no n.º 26, iam muitas vezes para essa casa por ser mais fresca”, justificou.

Segundo a acusação, o arguido requereu “apoio ao Fundo REVITA [criado para apoiar a reconstrução de casas de primeira habitação ardidas no incêndio] para a reconstrução de um imóvel”, que “estava desabitado desde há cerca de 30 anos e apenas era usado como armazém”.

Esta casa era propriedade dos seus pais, que vivem a “escassos metros daquele imóvel”.

O Ministério Público refere, no mesmo documento, que João Filipe Paiva é construtor, pelo que era “sabedor dos critérios de atribuição de apoio somente às habitações permanentes”.

O MP acrescenta que a mãe de João Paiva, também arguida no processo, “omitiu qualquer informação sobre a caracterização do edificado como habitação permanente ou outra situação”.

O arguido Bruno Gomes, vereador na Câmara de Pedrógão Grande aquando dos incêndios que viriam a matar 66 pessoas, “conhecia a requerente e o seu filho, o qual era pessoa das suas relações próximas”.

“Não obstante ser sabedor de que o imóvel onde residia a arguida não tinha ardido, o arguido Bruno, com data de 25.09.2017, em representação da Câmara Municipal de Pedrógão, elaborou parecer confirmando que “o prédio em apreço correspondia a habitação própria e permanente do requerente”.

A abertura de instrução foi pedida pelos arguidos João Filipe Paiva, Bruno Gomes e Valdemar Alves.

Durante a tarde de hoje serão ouvidas testemunhas indicadas por João Filipe Paiva, sendo na terça-feira a vez de falarem testemunhas apontadas por Bruno Gomes, que não irá prestar declarações.

Valdemar Alves também não irá depor, mas as testemunhas indicadas por si estão agendadas para quinta-feira.

O Ministério Público de Coimbra deduziu acusação contra 28 arguidos no âmbito do inquérito que investiga alegadas irregularidades no processo de reconstrução das casas que arderam no incêndio de Pedrógão Grande, em junho de 2017.

O processo veio para Leiria devido à “competência territorial”, explicou fonte judicial à Lusa.

No despacho foi ainda “determinado o arquivamento ou separação de processos quanto aos restantes 16 arguidos”, já que a PJ tinha apresentado um procedimento para acusação de 44 arguidos.

A acusação refere-se à prática de 20 crimes de burla, 20 crimes de prevaricação de titular de cargo político, 20 crimes de falsificação de documentos, um crime de falsidade informática e um crime de falsas declarações”.

“Foi requerida a perda de vantagens provenientes dos crimes no montante global de 715.987,62 euros”, refere ainda o MP, ao acrescentar que o “despacho final contém 70 despachos de arquivamento total ou parcial dos casos examinados” e que o “processo tem atualmente nove volumes, 90 apensos e 21 anexos”.

O incêndio que deflagrou em 17 de junho de 2017, em Escalos Fundeiros, concelho de Pedrógão Grande, e que alastrou depois a concelhos vizinhos, provocou 66 mortos e 253 feridos, sete deles com gravidade, tendo destruído cerca de 500 casas, 261 das quais eram habitações permanentes, e 50 empresas.

lusa.pt
Foto arquivo

Anterior Aos 60 anos José Manuel Santos “vira a página” para a “BigMat Canoliva”
Seguinte Teen Talks realizaram-se na Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital

Notícias Relacionadas

Destaque

Hora da Criança estreou hoje na Rádio Boa Nova

A Rádio Boa Nova estreou, esta tarde, um novo programa dedicado às crianças. Trata-se do espaço “Hora da Criança” conduzido por Zé Conde, numa parceria com a Obra D. Josefina

Região

Município lança projetos de águas e saneamento no valor de 2 milhões de euros

A Câmara Municipal de Seia apresentou cinco candidaturas ao PO SEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos,…

Destaque

EXPOH é “montra da vitalidade e dinâmica do concelho” até 30 de julho

Foi sob o cunho do que melhor se faz e existe no concelho de Oliveira do Hospital que, ao final da tarde de hoje, foi dado o arranque da EXPOH

Programas

“A Escola e o Meio”na Rádio Boa Nova

Este sábado, dia 2 de fevereiro, entre as 19h00 e as 20h00, é emitido o 14.º programa “A Escola e o Meio”, uma produção do Clube de Rádio do AEOH.

Região

Oliveira do Hospital festeja passagem de ano com espectáculos musicais e fogo-de-artifício na Central de Camionagem

O Município de Oliveira do Hospital e a ADI – Agência para o Desenvolvimento Integrado de Tábua e Oliveira do Hospital vão promover, pela primeira vez, um espectáculo na noite

Informação

Bebé nasce em ambulância dos Bombeiros de Lagares da Beira a caminho da maternidade

Um bebé nasceu hoje numa ambulância da Corporação dos Bombeiros Voluntários de Lagares da Beira, a caminho para a maternidade Daniel de Matos, em Coimbra.

Sociedade

Relação confirma pena de 19 anos para homem acusado de matar a mulher

O Tribunal da Relação de Coimbra confirmou a pena de 19 anos de prisão aplicada ao homem que foi condenado, pelo Tribunal da Guarda, por ter matado a mulher num

Desporto

Granfondo Serra da Estrela: À conquista do mítico Alto da Torre

O Granfondo Serra da Estrela volta no próximo dia 7 de julho, uma oportunidade para os apaixonados pelo ciclismo de conquistar os 1.993 metros de altitude do mítico Alto da

Informação

PS de Oliveira do Hospital exige requalificação total da EN 230 até ao limite do distrito de Coimbra

O Partido Socialista de Oliveira do Hospital não aceita que a requalificação da via entre Vendas de Galizes e Alvôco de Várzeas se fique pelo troço de nove quilómetros…

Última Hora

São Romão acolhe 1º Festival de Patinagem Artística

A secção de patinagem artística do Seia Futebol Clube organiza amanhã, dia 16 de junho, o 1º Festival de Patinagem Artística.

Informação

MAAVIM manifesta falta de apoios em Coimbra

O Movimento Associativo de Apoio às Vítimas dos Incêndios de Midões (MAAVIM), em conjunto com a Comissão Nacional de Agricultores e a Associação Distrital de Agricultores de Coimbra,…

Informação

Projeto “Dou Mais Tempo à Vida” angaria cerca de 30 mil Euros em Oliveira do Hospital

É já no próximo domingo, dia 30, no Parque do Mandanelho que acontece a Festa de Encerramento do projecto “Dou Mais Tempo à Vida” que iniciou … …em Oliveira do