Incêndios: Três municípios recebem 10,5 milhões para recuperar casas
10 Julho, 2017 1167 visualizações

Incêndios: Três municípios recebem 10,5 milhões para recuperar casas

image_pdfimage_print

Os municípios de Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera vão ter à sua disposição cerca de 10,5 milhões de euros para a recuperação das casas de primeira habitação afetadas pelo incêndio de 17 de junho.O número, avançado à agência Lusa pelo presidente da Câmara de Figueiró dos Vinhos, destina-se a financiar a recuperação total ou parcial de 185 habitações nos três concelhos.

Segundo Jorge Abreu, Pedrógão Grande, que foi o mais afetado, com 121 habitações atingidas, vai receber cerca de 7,3 milhões de euros, enquanto Castanheira de Pera tem quase dois milhões para intervir em 41 casas.

O município de Figueiró dos Vinho, o menos afetado dos três, tem direito a 1,2 milhões para recuperar 23 imóveis.

Estes dados, disse o autarca, constam do documento de trabalho definido na reunião realizada no sábado, em Castanheira de Pera, presidida pelo ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, e “que ainda não está fechado”.

O governante anunciou que a recuperação de dois terços das casas de primeira habitação afetadas pelos incêndios de Pedrógão Grande e Góis vão avançar de imediato.

“As obras até cinco mil euros, e são várias, e as que não necessitem de projeto e licenciamento, vão avançar de imediato”, disse Pedro Marques, no final de uma reunião com os presidentes dos sete municípios afetados.

Segundo o ministro, nos sete concelhos atingidos pelos fogos – Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos, Castanheira de Pera, Penela, Góis, Pampilhosa da Serra e Sertã – estão identificadas 205 intervenções em casas de primeira habitação, das quais dois terços estão em condições de avançar de imediato.

O autarca de Figueiró dos Vinhos chamou a atenção para o facto dos três concelhos não terem empresas “suficientes e com capacidade” para avançar rapidamente com as obras de recuperação, pelo que será necessário recorrer a “pessoal e construtores de fora”.

Uma das soluções pode passar por “negociar lotes de quatro ou cinco casas com grandes empresas”.

Jorge Abreu sublinhou ainda que vão ter de ser as Câmaras a executar a grande maioria das obras de recuperação e construção, “porque as pessoas são idosas e estão isoladas”.

Anterior Programa de incentivo à Natalidade apoiou 299 crianças em três anos no concelho de Oliveira do Hospital
Seguinte CIM Região de Coimbra avança para a criação da Rede Intermunicipal de Bibliotecas Municipais

Notícias Relacionadas

Informação

Magia do Natal espalhou-se pelo Município de Nelas

A Praça do Município, em Nelas, foi o centro de toda a animação, onde foi instalada uma Tenda de Circo que albergou de 6 a 9 de dezembro a edição

Informação

Projeto Reflorestar: Oliveira do Hospital já distribuiu 84 mil árvores à população

O município de Oliveira do Hospital distribuiu 84 mil árvores para reflorestar áreas ardidas em 2017, mas pretende atingir meio milhão de exemplares doados à população.

Última Hora

Coimbra: Mais de 90 operacionais combatem incêndio em dois armazéns

Noventa e um operacionais combatem as chamas em dois armazéns na Rua Adriano Lima, em Coimbra.

Sociedade

“Há Festa…” alerta para necessidade de requalificação da Zona Histórica de Oliveira do Hospital

Este fim de semana, de 6 a 8 de julho, cumpre-se a 9ª edição do “Há Festa na Zona Histórica”, um evento marcado pela “grande envolvência social” e que continua

Última Hora

Renato Nunes apresenta novo livro “Aquilino Ribeiro – na Ditadura Militar e no Estado Novo de Salazar (1926-1963)” em Oliveira do Hospital

A Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital vai receber a apresentação do livro “Aquilino Ribeiro – na Ditadura Militar e no…

Informação

Cerâmica Arganilense acolhe 11ª edição do Arganil Rock

A Cerâmica Arganilense recebe, no dia 31 de março, a partir das 22h30, a 11ª edição do Arganil Rock.

Informação

No domingo, dia 10 de abril, o Município de Tábua celebrou o Feriado Municipal

A sessão Solene contou com as intervenções do secretário da Assembleia Municipal de Tábua, Pedro Cardoso e do Presidente da Câmara Municipal de Tábua, Mário Loureiro, que deu o mote

Última Hora

Estão abertos os concursos ao Programa de Desenvolvimento Rural PDR2020

A ADIBER, entidade gestora do GAL ADIBER/Beira Serra 14-20 promoveu em Oliveira do Hospital uma sessão de divulgação…

Última Hora

Despiste em perseguição policial provoca quatro feridos

Na madrugada desta quarta-feira, quatro pessoas ficaram feridas num despiste automóvel em Carvalhais, freguesia da Branca, no concelho de Albergaria-a-Velha.

Última Hora

Museu Machado de Castro acolhe Meet Up Europa

O Centro de Informação Europe Direct (CIED) Região de Coimbra promove amanhã, 18 de maio, a iniciativa Meet Up Europa dirigida aos alunos do Ensino Básico, no Museu Nacional Machado

Última Hora

Resultados desportivos de fim-de-semana

O Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) empatou, ontem, frente ao Vigor Mocidade por uma bola. A 23ª jornada do Campeonato da Divisão de Honra da Associação de Futebol

Informação

Aviso vermelho: Vento com rajadas até 110 km/hora. Depressão ‘Helena’ a caminho

Portugal continental vai ser afetado na sexta-feira por uma depressão que vai causar agitação marítima e vento forte com rajadas até 110 quilómetros por hora, o que levou à emissão