Greve de funcionários fecha escolas em Oliveira do Hospital
29 Novembro, 2019 1906 visualizações

Greve de funcionários fecha escolas em Oliveira do Hospital

image_pdfimage_print

A greve dos trabalhadores não docentes em protesto contra condições de trabalho, prevista para hoje, a nível nacional, levou ao fecho das escolas do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital (AEOH).

Esta manhã, a grande afluência de alunos junto ao portão da escola sede do AEOH, era a prova da grande adesão à greve por parte dos funcionários.

Diante este cenário, Carlos Carvalheira, diretor do AEOH, em declarações à Rádio Boa Nova, afirmou que era uma “situação prevista pela parte da direção que já tinha enviado um recado aos Encarregados de Educação a alertar para esta situação”. Para além disso, houve um “trabalho articulado com a Câmara Municipal para disponibilizar os serviços de transportes de imediato”.

Segundo o responsável, a Escola da Ponte das Três Entradas “não chegou a abrir” e a escola sede, pelas 8h45, acabou por fechar. As restantes escolas pertencentes ao Agrupamento, de Lagares da Beira e Cordinha estão “parcialmente a funcionar”, uma vez que só a partir das 11h30/ 12h00 é que “serão acionados os transportes para deslocar os alunos para as suas terras”.

À Rádio Boa Nova, Carlos Carvalheira adiantou que também alguns Jardins de Infância estão encerrados.

“Logo de manhã não foram asseguradas as condições mínimas de abertura dos pavilhões e segurança da própria escola”, disse, acrescentando que, até os serviços de refeitório, assegurados por uma empresa, não avançaram “porque não veio nenhuma funcionária nos quatro refeitórios existentes”.

De acordo com o diretor, “até às 11h30, a situação estará resolvida na escola sede” e, nas escolas de Lagares e Cordinha, até às 13h00, a situação também estará completamente solucionada”.

Para Carlos Carvalheira, a greve é compreensível, nomeadamente pela falta de funcionários, o que se traduz numa sobrecarga para os restantes . “Nós temos vindo a aperceber-nos, cada vez mais, das dificuldades. Os assistentes operacionais são fundamentais para o bom funcionamento de um agrupamento de escolas. Tivemos algumas aposentações e temos assistentes que estão com atestado médico de longa duração, o que dificulta muito a gestão”, justificou.

À Rádio Boa Nova, o responsável adiantou que a direção “tem apelado para que sejam repostos todos os funcionários” mas, até agora, “não tem havido condições”.

“Eu não posso, por minha iniciativa, contratar nenhum funcionário. Tenho que pedir uma autorização ao Ministério da Educação para abrir um procedimento concursal. É uma situação que nos transtorna muito”, explicou.

Atualmente, o AEOH conta com cerca de 70 a 80 funcionários distribuídos por todas as escolas, contudo, para Carlos Carvalheira eram necessários mais dez funcionários para garantir um melhor funcionamento.

Segundo a Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais que convocou a greve, estima-se uma adesão acima dos 85%.

Anterior Temperaturas vão descer acentuadamente nos próximos dias.Chuva dá lugar ao frio
Seguinte Arganil e Góis distinguidas como autarquias Mais Familiarmente Responsáveis 

Notícias Relacionadas

Destaque

Alvôco de Várzeas e Avô renovam “Bandeira Azul”. Praias fluviais terão “plano de contingência” (com áudio)

As praias fluviais de Alvôco de Várzeas e de Avô, no concelho de Oliveira do Hospital, vão voltar a hastear, este ano, a “Bandeira Azul”. O galardão, que é renovado

Última Hora

“Os Amigos de Lagos da Beira” comemoram VI aniversário com tarde musical

“Os Amigos de Lagos da Beira – Grupo Musical” comemoram o seu VI aniversário no próximo dia 28 de abril, a partir das 21 horas, na sede da Associação Desportiva

Informação

Penacova recebeu reunião da Plataforma Supra Concelhia do Baixo Mondego e do Pinhal Interior Norte

 O Município de Penacova foi o anfitrião da reunião da Plataforma Supra Concelhia do Baixo Mondego e do Pinhal do Interior, presidida pelo diretor do Centro Distrital de Coimbra, Ramiro

Região

Cáritas Coimbra lança campanha de recolha de livros para criação de Biblioteca Comunitária

A Cáritas Diocesana de Coimbra, através do seu Centro Comunitário de Inserção, tem um novo projeto: criar nas suas instalações uma biblioteca totalmente aberta à comunidade.

Informação

Politécnico da Guarda associa-se a marcha em homenagem ao estudante cabo-verdiano que morreu

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) vai associar-se à marcha solidária marcada para sábado, naquela cidade, em homenagem ao estudante cabo-verdiano que morreu no dia 31 de dezembro, em Bragança.

Última Hora

Município de Nelas inicia celebrações de Natal

O Município de Nelas inicia, hoje, pelas 18 horas, as celebrações da Quadra Natalícia com a inauguração do Mercado de Natal…

Informação

Aqua Village Health Resort & Spa vence 10 prémios internacionais

Portugal tem o melhor Resort de Águas Termais do Mundo. O prémio pertence ao Aqua Village Health Resort & Spa, …

Sociedade

Domingo é dia de ir votar. Esteja preparado

As eleições autárquicas realizam-se já no domingo, dia 1 de outubro. Se não sabe o seu número de eleitor, nem o local onde votar,…

Educação

Município de Oliveira do Hospital oferece fruta aos alunos

O Município de Oliveira do Hospital vai oferecer fruta, ao longo de todo o ano letivo, a todos os alunos do pré-escolar e do 1.º CEB do Agrupamento de Escolas

Última Hora

Noite de música solidária com Oliveira do Hospital

A Casa da Cultura César Oliveira acolhe amanhã, pelas 21 horas, o espetáculo “Noite de Afetos”, numa iniciativa de um grupo de pessoas de Santa Maria da Feira que se

Última Hora

27 Detenções por desobediência. Ministro lamenta “comportamentos inaceitáveis”

O ministro da Administração Interna lembrou esta terça-feira que o “risco desta pandemia é igual na cidade ou no campo”, embora ainda nem todos tenham percebido. Prova disso, até às

Destaque

Oliveira do Hospital vai avançar com Centro de Competências do Queijo Serra da Estrela

Abertura da feira, entre muitos outros convidados, contou com a presença do Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral.