Governo prolonga período crítico de incêndios
30 Setembro, 2019 591 visualizações

Governo prolonga período crítico de incêndios

image_pdfimage_print

O Governo decidiu prolongar o período crítico de incêndios, que terminava hoje, até dia 10 de outubro.

Em comunicado, o Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural dá conta que o despacho do Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, publicado hoje em Diário da República, “assinala a previsão da manutenção do risco de incêndio rural em níveis elevados”.

Esta decisão tem por base “as circunstâncias meteorológicas prováveis para os primeiros dez dias do mês de outubro, de temperaturas com valores acima do que é o padrão para a época”.

Às temperaturas altas acresce ainda  “uma baixa probabilidade de ocorrência de precipitação com uma previsão do nível de precipitação abaixo da média, com tendência para tempo seco e quente em todo o território nacional”.

Com efeito, reforça o Gabinete de Capoulas Santos, durante este período crítico é proibido: “Fumar, fazer lume ou fogueiras; fazer queimas ou queimadas; lançar foguetes e balões de mecha acesa; fumigar ou desinfestar apiários, salvo se os fumigadores estiverem equipados com dispositivos de retenção de faúlhas; fazer circular, ou utilizar, tratores, máquinas e veículos de transporte pesados que não possuam extintor, sistema de retenção de fagulhas ou faíscas e tapa chamas nos tubos de escape ou chaminés”.

Dados disponíveis na página da Internet do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) indicam que este ano, até 27 de setembro, deflagraram 10.289 incêndios rurais, que atingiram 41.006 hectares, 51% de povoamentos florestais, 38% de matos e 11% de agricultura. Em concreto, até 1 de julho tinham deflagrado 4.888 incêndios rurais que atingiram 9.705 hectares de florestas, 41% dos quais em povoamentos florestais, 43% em matos e 17% em áreas agrícolas.

Os números são ainda categóricos ao indicar que houve um aumento para o dobro do número de incêndios e quadruplicou a área ardida. Isto porque, no ano passado, até 15 de setembro, o ICNF tinha registado 9.725 incêndios rurais, que resultaram em 38.223 hectares de área ardida.

com: lusa.pt

Anterior Termina hoje a época mais crítica de incêndios. A partir de amanhã está prevista a redução de meios
Seguinte Desporto: Nogueirense sofreu goleada. Sub13 em Hóquei Patins do FCOH venceram por 71-0…

Notícias Relacionadas

Região

Cabazes de Natal da Cáritas de Coimbra chegaram a 645 pessoas

A Cáritas de Coimbra proporcionou uma época natalícia “mais digna” a 205 famílias, num total de 645 pessoas, que receberam um cabaz, destacando-se as 260 crianças às quais foi oferecido

Última Hora

Região: Homem detido por caça ilegal

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Proteção Ambiental da Guarda, deteve, no passado dia 2 de fevereiro, um homem com 33 anos, por caça ilegal, na localidade

Última Hora

Calendário desportivo de fim-de-semana

Depois do empate frente ao Condeixa, o seu principal adversário, o Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) continua na luta para manter a liderança no Campeonato da Divisão de

Informação

Presidente da Câmara de Góis arguida por difamação a um vereador

A presidente da Câmara de Góis, a socialista Lurdes Castanheira, foi constituída arguida num processo por difamação movido por um vereador do seu partido.

Desporto

Resultados desportivos do fim-de-semana

O Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) não conquistou pontos na 25ª jornada da Série C do Campeonato Nacional.

Informação

McDonald’s: “Sentimos que era nosso dever ajudar” (com vídeo)

A McDonald’s Portugal surpreendeu, hoje, o concelho de Oliveira do Hospital, com a oferta de 6200 árvores de fruto e 39 motocultivadores. Esta foi a resposta dada…

Última Hora

“A Escola e o Meio” na Rádio Boa Nova

Este sábado, dia de 19 de novembro, entre as 19h00 e as 20h00, é emitido o 7.º programa “A Escola e o Meio”, uma produção do Clube de Rádio do

Última Hora

Greve causa “constrangimentos” mas não fecha escolas em Oliveira do Hospital

A greve de funcionários não docentes convocada para esta sexta-feira está a causar “alguns constrangimentos” na escola sede do Agrupamento de Oliveira do Hospital, onde cerca de 50 por cento

Informação

CIM Região de Coimbra discute novo aeroporto com o Ministério das Infraestruturas e da Habitação

A Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra vai reunir amanhã, 15 de janeiro, no Ministério das Infraestruturas e da Habitação, em Lisboa,…

Região

Penacova acolhe fase intermunicipal do concurso nacional de leitura

O Plano Nacional de Leitura, em articulação com a RTP, com a Direção Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas e com a Rede de Bibliotecas Escolares, promove o Concurso

Nacional

GNR detetou 1200 infrações na operação “Peão em Segurança”

A Guarda Nacional Republicana (GNR),  no dia 13 de fevereiro, realizou uma operação de trânsito e segurança rodoviária, através da execução de ações de fiscalização e sensibilização,…

Opinião

Opinião: As intervenções e as ironias do “Prós e Contras” em Oliveira do Hospital

Num olhar para aquilo que foi o programa “Prós e Contras” da RTP1, realizado ontem à ontem, na BLC3,  Vítor Neves não hesita em dar “nota positiva” …