GNR multou ICNF por falta de limpeza da Mata Nacional de Leiria
29 Março, 2019 607 visualizações

GNR multou ICNF por falta de limpeza da Mata Nacional de Leiria

image_pdfimage_print

A GNR multou o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) por falta de limpeza da Mata Nacional de Leiria.

Segundo informação enviada à agência Lusa, o Comando Territorial de Leiria informou que, até à data, é a primeira vez que o faz.

De acordo com o comandante da unidade, em causa estiveram “oito situações de falta de gestão de combustíveis na Mata Nacional de Leiria”, denunciadas a 25 de setembro de 2018 através da linha SOS Ambiente.

“Na sequência da análise das denúncias reportadas e posterior deslocação ao terreno, entre 09 de outubro e 06 de novembro de 2018, procedeu-se ao levantamento de oito autos de notícia por contraordenação”, acrescenta o Comando Territorial de Leiria da GNR.

Contactado pela agência Lusa, o ICNF reconhece ter sido notificado, mas apenas por quatro autos de contraordenação, “relativos a alegadas violações de normas do Sistema Nacional de Defesa da Floresta Contra Incêndios”.

O valor das contraordenações é ainda desconhecido, porque “os respetivos processos encontram-se em fase de instrução”, acrescenta o ICNF.

A ação da GNR foi divulgada pelo “Jornal da Marinha Grande” na edição de 21 de março de 2019. Segundo a notícia, a denúncia foi feita em março de 2018 por um munícipe não identificado, que terá reportado – à autarquia da Marinha Grande, PSP, GNR e Autoridade de Proteção Civil – situações de deficiente manutenção de áreas não ardidas no incêndio de 2017, que consumiu 86% da Mata Nacional de Leiria.

De acordo com o ICNF, “todas as situações que terão motivado a instauração de contraordenações estão ultrapassadas”.

Em causa, acrescenta o instituto, estavam “alegadas violações do n.º 2 do art.º 36 do Sistema de Defesa de Floresta Contra Incêndios”, que obriga à remoção de materiais de áreas ardidas numa faixa mínima de 25 metros para cada lado das faixas de circulação rodoviária.

Além disso, o mesmo diploma obriga “à gestão de combustível numa faixa exterior de proteção de largura mínima não inferior a 100 metros nos aglomerados populacionais inseridos ou confinantes com espaços florestais”, o que também não se verificava nos locais denunciados.

Para intervir nos locais alvo de denúncia, o ICNF informa que, ao abrigo do Código dos Contratos Públicos, procedeu à contratação de uma empresa, por não dispor de “meios suficientes para proceder à gestão de combustíveis na totalidade das áreas públicas”.

“A escassez de mão-de-obra especializada e as condições meteorológicas, que impediram e dificultaram muito a circulação de máquinas nas zonas rurais, levaram a que muitos dos trabalhos de gestão de combustível não pudessem ter sido realizados dentro dos prazos contratados, tendo sido concluídos logo que possível”, acrescenta o ICNF.

A GNR de Leiria avança que, na Mata Nacional de Leiria e até à data, estas foram primeiras situações em que autuou o ICNF.

Anterior Relógios adiantam uma hora na madrugada de domingo
Seguinte Seia volta a aderir à campanha “Abril – Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância”

Notícias Relacionadas

Região

Feira do Queijo de Oliveira do Hospital com ação promocional no palácio do Gelo, em Viseu

Oliveira do Hospital realiza amanhã uma sessão de lançamento da Festa do Queijo Serra da Estrela, no Palácio do Gelo, em Viseu.

Informação

Formandos do IEFP comemoraram o “Dia do PI” com alunos da EB1 de Arganil

Um grupo de formandos da área de Sapador Florestal do Instituto de Emprego e Formação Profissional do Pinhal interior Norte – Arganil comemorou o Dia do PI, que hoje se

Informação

PJ deteve suspeito de homicídio em Coimbra

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, identificou e deteve um homem, desempregado, pela presumível autoria de um crime de homicídio, na forma tentada, em Coimbra.

Última Hora

PJ deteve três suspeitos de tráfico de droga em Coimbra

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro,  deteve um homem e duas mulheres pela presumível prática dos crimes de tráfico de estupefacientes e de detenção de arma proibida. As

Desporto

Costinha na Académica assume-se treinador “caloiro”

José Costinha foi apresentado, esta terça-feira, como novo treinador da Académica da Coimbra, onde se assumiu como um “caloiro com muita vontade” de …

Última Hora

Região: PJ deteve suspeito de atear fogo à própria casa

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal da Guarda, deteve um homem, de 24 anos, suspeito de no dia de ontem, pelas 06h00, ter ateado fogo…

Região

Penacova recebeu reunião da Plataforma Supra Concelhia do Baixo Mondego e do Pinhal Interior Norte

 O Município de Penacova foi o anfitrião da reunião da Plataforma Supra Concelhia do Baixo Mondego e do Pinhal do Interior, presidida pelo diretor do Centro Distrital de Coimbra, Ramiro

Região

António Costa lançou requalificação do IP3

O primeiro-ministro presidiu, esta manhã, ao lançamento da empreitada de requalificação do IP3  entre os nós de Penacova e Lagoa Azul, no distrito de Coimbra.

Informação

 “Lorenzo” provocou 82 ocorrências nos Açores. 61 estradas foram fechadas e várias pessoas realojadas

O furacão “Lorenzo” provocou 82 ocorrências nos Açores, estando 41 resolvidas e 41 em curso, segundo uma nota divulgada pelo Serviço Regional …

Última Hora

País: Mais de 1,3 milhões de portugueses já se vacinaram contra a gripe

Mais de 1,3 milhões de portugueses já se vacinaram contra a gripe, registando-se uma subida em todos os grupos em comparação…

Informação

País: Número de casos de sarampo subiu para 66

Foram diagnosticados mais quatro casos de sarampo, elevando para 66 o número de doentes infetados pelo atual surto, segundo a Direção-Geral da Saúde.

Região

Incêndios: Município de Góis apoia reconstrução de habitações não permanentes

O Município de Góis e o Fundo de Apoio Municipal (FAM) celebraram contrato de empréstimo para apoio à reconstrução de habitações não permanentes.