GNR intensifica fiscalização com operação “Hermes – Viajar em Segurança”
27 Junho, 2019 803 visualizações

GNR intensifica fiscalização com operação “Hermes – Viajar em Segurança”

image_pdfimage_print

A Guarda Nacional Republicana (GNR), a partir de amanhã, dia 28 de junho e até dia 1 de setembro, intensifica as ações de patrulhamento, fiscalização e apoio aos utentes…

… das vias rodoviárias, com o objetivo de garantir a sua segurança durante os deslocamentos, de, e para os locais de veraneio e eventos de diversa natureza, próprios desta altura do ano.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a GNR lembra que “tradicionalmente, durante a época estival, as vias rodoviárias do nosso país registam um aumento substancial de tráfego, consequência do afluxo de turistas estrangeiros, de emigrantes e das deslocações de cidadãos nacionais para locais de veraneio no gozo das suas férias”.

Assim, durante a operação, a GNR, irá privilegiar” uma atuação preventiva nos principais eixos rodoviários (autoestradas, itinerários principais, itinerários complementares e estradas nacionais), orientando o esforço para as vias mais críticas da sua zona de ação, com o objetivo de combater a sinistralidade rodoviária, garantir a fluidez do tráfego e apoiar todos os utentes das vias, proporcionando-lhes uma deslocação em segurança”. Para o efeito, a GNR contará ainda com o apoio da Guardia Civil do Reino de Espanha, para, em conjunto, realizar ações de sensibilização e fiscalização, na proximidade das fronteiras terrestres.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a GNR informa que, das investigações realizadas pela Guarda nos anos de 2017 e 2018, se pode concluir que “os acidentes com consequências mais graves resultam, principalmente, da condução distraída, do excesso de velocidade, de manobras perigosas e da condução sob o efeito do álcool”.

Nas ações desenvolvidas pela Guarda, no período de 1 de janeiro a 31 de maio de 2019, foram fiscalizados 712 514 condutores, tendo sido detetadas mais de 254 mil infrações rodoviárias, das quais se destacam 60 433 por excesso de velocidade, 14 109 por falta de inspeção periódica obrigatória, 11 117 por uso indevido de telemóvel, 10 941 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças e 11 221 por condução sob o efeito do álcool, dos quais 4 534 foram detidos por apresentar uma taxa crime, igual ou superior a 1,2 g/l de álcool no sangue, havendo ainda a acrescentar a detenção de 2 098 condutores por falta de habilitação legal para conduzir. Este tipo de infrações detetadas contribui, muitas das vezes, para o aumento dos índices de sinistralidade rodoviária.

Desta forma, a GNR irá incidir numa fiscalização direcionada para comportamentos de risco, que coloquem em causa a segurança rodoviária, nomeadamente: manobras perigosas de ultrapassagem, mudança de direção, inversão do sentido da marcha, cedência de passagem, distância de segurança e circulação na via mais à direita; condução sob o efeito do álcool e de substâncias psicotrópicas; condução sem habilitação legal; excesso de velocidade; incorreta ou não utilização do cinto de segurança e/ou sistemas de retenção de crianças e utilização indevida do telemóvel.

Anterior Pedro Vaz destaca os benefícios da acupunctura no tratamento da tendinite
Seguinte VI Downtown Nocturno Cidade D’Oliveira realiza-se no sábado

Notícias Relacionadas

Educação

Oliveira do Hospital acolhe Semana Académica até dia 5 de maio

A cidade de Oliveira do Hospital acolhe mais uma Semana Académica, protagonizada pela Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH), que tem início já esta noite,

Educação

ADEPTOLIVA aprova contas por unanimidade e projeta o futuro

A Assembleia Geral da ADEPTOLIVA aprovou por unanimidade o relatório de Gestão e Contas, referente ao exercício de 2015. À semelhança dos últimos quatro anos, o resultado líquido apurado em

Informação

Viseu apresentou-se pela primeira vez na Feira Internacional de Turismo de Madrid

A Câmara de Viseu apresentou-se na quarta-feira (23 de janeiro) na Feira Internacional de Turismo de Madrid (FITUR), em Espanha.

Informação

Jorge Conde sucede a Rui Antunes na presidência do Politécnico de Coimbra

Jorge Conde, atual presidente da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra (ESTeSC), que venceu a eleição para a presidência …

Informação

Oliveira do Hospital recebe semana distrital da Proteção Civil

Oliveira do Hospital é o município do distrito de Coimbra que acolhe este ano a Semana da Proteção Civil, que decorrerá entre os dias 16 e 20 de março no

Última Hora

Incêndio em habitação em Gavinhos de Cima deixou único morador desalojado

Um homem, com 60 anos, ficou ontem à noite desalojado, na sequência de um incêndio na sua habitação, em Gavinhos de Cima, no concelho de Oliveira do Hospital.

Última Hora

PSD apresenta candidato até ao final do ano. Coligação com o CDS-PP é uma possibilidade

O presidente da Comissão Política de Secção do PSD de Oliveira do Hospital remeteu para o final do ano o anúncio do candidato à Câmara Municipal e restantes órgão autárquicos.

Região

Constrangimentos no abastecimento de água em Gouveia, Oliveira do Hospital e Seia

A empresa Águas do Vale do Tejo alertou, ontem, para a possibilidade de se verificarem constrangimentos no abastecimento de água nos concelhos de Gouveia, Oliveira do Hospital e Seia na sequência

Última Hora

Município de Oliveira do Hospital lança empreitada para melhorar acessibilidades à cidade

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital tem já em curso a requalificação e beneficiação das ruas Dr. Virgílio Ferreira e Alexandre Herculano.

Região

Agricultores protestam hoje em Coimbra

Os agricultores e produtores florestais afetados pelos incêndios que ocorreram no distrito de Coimbra, entre julho e outubro, consideram…

Região

Funcionária da Universidade de Coimbra encontrada morta na rua

Uma mulher de 33 anos foi, ontem, encontrada morta junto à Universidade de Coimbra, disse à agência Lusa fonte da diretoria do Centro da Polícia Judiciária, …

Destaque

Número de animais mortos pode chegar aos cinco mil em Oliveira do Hospital

Os primeiros números, após o incêndio de 15 de outubro, apontavam para cerca de três mil animais mortos, a maioria ovinos e caprinos,…