FCOH: “Queríamos e devíamos estar melhor, mas temos que trabalhar mais. Temos qualidade mas a qualidade não chega”
23 Janeiro, 2020 1663 visualizações

FCOH: “Queríamos e devíamos estar melhor, mas temos que trabalhar mais. Temos qualidade mas a qualidade não chega”

image_pdfimage_print

Concluída a primeira volta da Série C do Campeonato Nacional, a posição do Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) na tabela classificativa não é mais confortável. A equipa oliveirense ocupa, atualmente, o 15º lugar, com 20 pontos e já se encontra abaixo da linha de água, somando três vitórias, quatro derrotas e 11 empates.

Convidado desta manhã, no programa Outras Conversas da Rádio Boa Nova, Miguel Valença, treinador do clube, referiu que a equipa técnica, os jogadores e a direcção “não estavam à espera” de uma primeira volta com estes resultados. “Esperamos sempre mais e trabalhamos sempre para mais”, afirmou.

Segundo o técnico, por detrás dos resultados, nomeadamente os consecutivos empates, está alguma “falta de maturidade” e “erros individuais e colectivos”. “Houve muitos jogos em que demos tiros nos pés”, disse. Ainda assim, Miguel Valença salientou que, na primeira volta, o FCOH “não teve derrotas em casa”.

Uma “equipa muito pragmática” é como Miguel Valença caracteriza o seu plantel. “Tentamos conquistar pontos, domingo a domingo”, justifica.

“Queríamos e devíamos estar melhor, mas temos que trabalhar mais porque sabemos que temos qualidade, mas a qualidade não chega”, disse.

Para o responsável, a primeira metade do campeonato resumiu-se “principalmente pela falta de maturidade que se traduziu em erros que fizeram com que a equipa só tenha, neste momento, 20 pontos”.

“Estamos a passar por este momento por culpa própria”, afirma Miguel Valença, defendendo que o campeonato “está muito competitivo”, contudo garante que o “objetivo da manutenção vai ser concretizado”.

“Este campeonato vai ser o campeonato dos pormenores”, refere.

Quanto ao facto de os adeptos se mostrarem descontentes, o treinador compreende até porque “as pessoas olham muito para o passado”, onde o FCOH “começou mal a época passada mas acabou muito bem”. A esta altura, o comando técnico acredita na subida significativa na tabela.

Na Rádio Boa Nova, Miguel Valença adiantou que o plantel já sofreu algumas alterações, nomeadamente a saída do ponta-de-lança Fred “por questões futebolísticas, do foro interno”. Revelou ainda que o clube está em conversações para contratar mais “um ou dois” jogadores para “complementarem o plantel”.

A três dias de se disputar a 19ª jornada, onde o Oliveira defronta o primeiro classificado, o Praiense, o treinador antevê um jogo difícil, contudo não descarta a possibilidade de conquistar os três pontos. “Não há impossíveis na vida. Vamos lutar pelos três pontos”, concluiu.

Anterior A previsão é de chuva  e as temperaturas continuam a descer
Seguinte Carlos Maia recandidata-se à liderança do PS de Oliveira do Hospital

Notícias Relacionadas

Vídeos

Pinhal Interior Norte regista “descida muito elevada” do desemprego

A área dos nove municípios abrangidos pelo Centro de Emprego e Formação Profissional do Pinhal Interior Norte, com sede em Arganil, registou uma “descida muito elevada” …

Região

Seia promove ação de reflorestação na Mata do Desterro

O Município de Seia, através do CISE – Centro de Interpretação da Serra da Estrela e do Serviço Municipal de Proteção Civil, a União das Freguesias de Seia, São Romão

Informação

Incêndio desaloja homem em Mortágua

Um homem ficou hoje de madrugada desalojado na sequência de um incêndio numa casa em Rio Milheiro, Sobral, no concelho de Mortágua.

Informação

Município de Penacova recebe “Letras Prá Vida”

O Município de Penacova vai receber, em breve, o projeto “Letras Prá Vida”, destinado à população sénior do concelho.

Região

Agência do Ambiente prossegue recuperação de diques no Mondego

Os dois diques que cederam à força das águas na bacia do Mondego, em dezembro, vão ser sujeitos “no imediato” a uma segunda fase de reconstrução, anunciou a Agência Portuguesa

Última Hora

Covid-19: Universidade de Coimbra suspende aulas

A Universidades de Coimbra decidiu suspender todas as aulas presenciais com efeitos imediatos e por um período de duas semanas.

Informação

Município de Nelas aprova 21,9 milhões de euros para o Orçamento Municipal 2019

O Orçamento Municipal e as Grandes Opções do Plano para o ano de 2019 no Município de Nelas, no valor de 21,0milhões de euros, foram aprovados, por maioria, na última

Informação

“Não é hora de caminhos de retrocesso…continuo com a esperança que aqui me trouxe em 2009”

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital deixou, esta manhã, implícita a sua recandidatura à autarquia. A comemorar o 43º aniversário do 25 de Abril, José Carlos Alexandrino

Região

Oliveira do Hospital mostra potencial turístico na BTL

O Município de Oliveira do hospital está hoje em destaque na Bolsa de Turismo de Lisboa com um filme promocional, uma ação de degustação e encontro entre operadores turísticos do

Região

PJ deteve homem que tentou matar companheira em Tábua

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, com a colaboração da G.N.R. de Tábua, identificou e deteve um homem, …

Última Hora

Góis encaminha alimentos para vítimas  de Moçambique

No âmbito da campanha que decorreu no Município de Góis “Solidariedade com Moçambique”, os bens alimentares recolhidos …

Educação

Reitor de Coimbra alerta para competição excessiva no ensino superior

O novo reitor da Universidade de Coimbra, Amílcar Falcão, alertou hoje, na sua tomada de posse, para um “modelo de competição excessiva e desregulada” entre as instituições de ensino superior.