FCOH apresentou equipa aos associados. Presidente e treinador garantem que a manutenção é o objetivo

O Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) apresentou, ontem, o plantel e equipa técnica aos sócios e simpatizantes do clube, num jogo de apresentação frente à Associação Desportiva Castro Daire. A manutenção no Campeonato Nacional é o objetivo delineado pela direção e equipa técnica.

Pouco antes do início da partida, que ditou uma derrota por 1-2 aos da casa, deu-se a apresentação do novo plantel e respetiva equipa técnica.

Em declarações à Rádio Boa Nova, Mário Brito, presidente do FCOH, defendeu que o objetivo da época, que tem início já no próximo domingo, é a “manutenção e tentar fazer um campeonato idêntico ao do ano passado”.

Defendendo que “no futebol nunca há plantéis fechados”, o presidente mostra-se confiante na equipa. “As contratações foram feitas de acordo com aquilo que foi delineado pela equipa técnica. Pensamos que o plantel nos dá todas as garantias de fazer um bom campeonato. A equipa parece ser mais equilibrada, ter boas soluções e temos que trabalhar para ver se conseguimos, de facto, ter resultados que condizem com aquilo que são os nossos objetivos”, disse.

Quanto à equipa técnica, Mário Brito afirma que, nela, a sua confiança “é completa”. “Não há motivo para pensar de outra maneira. Acho que o treinador tem todas as condições para fazer um bom campeonato. Tentaremos dar toda a estabilidade à equipa e o treinador e terá todo o apoio da direção para desenvolver um trabalho positivo, que é isso que nos interessa”, concluiu o responsável.

Com a mesma opinião está Miguel Valença, treinador do FCOH, que garantiu que a sua equipa “está preparada para a luta” e com os “objetivos bem frisados”.

“Muito satisfeito” é assim que o técnico se refere ao plantel que comanda. “São jogadores que eu escolhi, que eu quero, que eu quis”, disse, defendendo que, neste momento, o plantel lhe dá “garantias para começar o campeonato da melhor maneira”.

Relativamente ao resultado do jogo de apresentação, Miguel Valença não se mostrou preocupado, uma vez que “o objetivo era os associados conhecerem os jogadores novos”. À Rádio Boa Nova, o técnico referiu que colocou em campo todos os jogadores, incluindo cinco juniores. “Nunca é bom perdermos, mas hoje o resultado é o que menos interessa. O que interessa são os índices físicos. E acho que depois destas seis semanas, estamos preparados para a luta”, justificou.

De olhos postos já na primeira jornada do Campeonato que acontece em Castelo Branco, Miguel Valença prevê um “início difícil e engraçado”. “Somos capazes de apanhar, em cinco jornadas, quatro candidatos aos primeiros lugares, mas vão ser bons estes testes”, referiu, concluindo que a sua equipa “está com fome da competição”.

Plantel 2019/ 2020:

1- Nando Pedrosa;

2- Cadu Dias Fino;

3- Marco Fernandes;

4- Tiago Dias;

5- Hélder Marques (júnior);

6- Henrique Leça;

7- David Brás;

8- Zito;

9- Zé Francisco;

10- Luís Martins;

11- Kristian Trajceski;

12- Samuel Garrido;

15- Fred Martins;

17- Freitas;

18- Franck;

19- Fred Neves;

20- Diogo Mingachos;

21- Bruny Almeida;

22- André Mendes (júnior);

25- Kaique;

55- Albano (júnior);

58- Romário;

76- João Alves;

79- Bernardo Garcia (júnior);

97- Renato (júnior);

99- Milos Jovicic;

Treinador Principal: Miguel Valença;

Treinadores Adjuntos: Luís André Tavares; João Tavares; Nuno Pegado; Cláudio Alves;

Fisioterapeuta: Filipe Sousa;

Diretores Desportivos: Pedro Dinis; Manuel Dinis;

Roupeiro: João.