“Esperança” marcou 33º Concurso Nacional de Ovinos promovido pela ANCOSE
17 Setembro, 2018 1033 visualizações

“Esperança” marcou 33º Concurso Nacional de Ovinos promovido pela ANCOSE

image_pdfimage_print

A ANCOSE- Associação Nacional de Criadores de Ovinos Serra da Estrela, realizou, este fim-de-semana, o 33º Concurso Nacional de Ovinos Serra da Estrela, que ficou marcado por palavras de conforto, solidariedade e esperança aos cerca de 30 pastores/ criadores que participaram.

Na sessão de encerramento, onde decorreu a entrega de prémios, Manuel Marques, presidente da Associação, mostrou-se preocupado com o futuro da profissão de pastor. “Tenho receio do que poderá acontecer depois de os idosos partirem”, disse, lançando um “repto” aos representantes do governo presentes na cerimónia. “Nós temos que pensar nas raças autóctones deste país. Não podemos, de forma alguma, subsidiar uma ovelha lacaune e não uma ovelha Serra da Estrela porque qualquer dia nós não conseguimos aliciar novos jovens. A agricultura, nomeadamente a pastorícia, é um trabalho muito difícil. Se não for sustentável e rentável os jovens não vêm para esta atividade”, afirmou Manuel Marques.

Para o responsável, deve haver uma majoração, “no sentido de os pastores poderem ter um benefício diferente daqueles que têm as raças exóticas”.

Fernando Bernardo, diretor-geral de Alimentação e Veterinária, em representação do Secretário de Estado da Agricultura, na ocasião, dirigiu palavras de solidariedade às gentes de Oliveira do Hospital pelo “flagelo” ocorrido no dia 15 de outubro. Posteriormente, enalteceu o trabalho desenvolvido pela ANCOSE, “no sentido de recuperar o que se perdeu com os incêndios, em relação ao efetivo de ovelhas Serra da Estrela”.

“É um trabalho que reconhecemos com muito meritório e terão sempre, da parte do ministério da agricultura, apoio incondicional sobretudo nestas atividades que se relacionam com a preservação das raças autóctones”, garantiu.

O trabalho da Associação Nacional de Criadores de Ovinos Serra da Estrela voltou a ser reconhecido, desta vez por José Carlos Alexandrino, presidente do Município oliveirense que salientou “o empenho, apoio e profissionalismo” prestado aos criadores. “Eu sou testemunha deste empenho dos técnicos da ANCOSE, de uma forma coletiva e unida à sua direção”, afirmou.

Quanto ao Centro de Recria, que já proporcionou a entrega de 400 borregas aos pastores que perderam os seus animais no grande incêndio, o autarca defende que “foi um passo importante na defesa da raça bordeleira”, garantindo que a Câmara Municipal continuará “disponível para continuar a apoiar”.

José Carlos Alexandrino mostrou ainda o seu desagrado perante a falta de apoios aos agricultores, por parte do estado. “Ninguém se preocupe por eu ser eleito por um governo que é da mesma cor da minha Câmara Municipal. Os interesses das minhas pessoas são mais importantes do que qualquer interesse partidário”, referiu.

Na ocasião, o presidente adiantou que, “em Oliveira do Hospital, foi aprovado um PROVER do Queijo, com cerca de três milhões de euros”, “que vai fazer a diferença no futuro”, como uma outra ajuda aos criadores lesados do incêndio.

Beatriz Cruz (jornalista estagiária)

Anterior Turismo do Centro congratula-se com sucesso da região no programa 7 Maravilhas à Mesa
Seguinte Motociclista morreu atropelado por carrinha após acidente em Aveiro

Notícias Relacionadas

Informação

Purever Industries ofereceu unidade de triagem Covid-19 ao Hospital de S.Teotónio-Viseu

A Purever Industries, através da sua unidade localizada em Nelas, a Purever Tech, dotou o  Hospital de S. Teotónio – Viseu de uma unidade modular para triagem Covid-19.

Informação

Mau tempo provocou quedas de árvores e deslizamentos de terras no concelho de Oliveira do Hospital

O mau tempo que se tem feito sentir desde a tarde de ontem, devido à depressão Elsa que está a afetar o Norte e Centro…

Informação

Ministério da Saúde abre concurso para 86 médicos de família. 30 vagas são para a ARS Centro

O Ministério da Saúde anunciou a abertura de um procedimento concursal para preenchimento de 86 postos de trabalho na área de Medicina Geral e Familiar.

Última Hora

S. Gião: GNR deteve cinco suspeitos de tráfico e apreendeu mais de 200 doses de droga em festival

Militares do Núcleo de Investigação Criminal e do Posto Territorial de Oliveira do Hospital detiveram cinco homens, suspeitos de tráfico de droga, no decorrer de um festival de música eletrónica

Informação

Festas do Concelho animam Seia durante cinco dias

Seia está em festa entre 11 e 15 de agosto. Durante cinco dias, o centro histórico da sede do concelho, na área envolvente à Praça do Município, ganha mais vida…

Opinião

Ca$h Resto Z€ro: “No dia seguinte ao dia da Festa da Liberdade, fica a sensação de que passou o dia, passou a romaria”

No dia imediatamente ao seguir à comemoração do 25 de abril, Vítor Neves centra-se hoje na forma como se vive o dia seguinte, ficando com a sensação de que “passou

Educação

“A Escola e o Meio” na Rádio Boa Nova

Este sábado, dia de 10 de dezembro, entre as 19h00 e as 20h00, é emitido o 10.º programa “A Escola e o Meio”, uma produção do Clube de Rádio do

Sociedade

Coimbra: PJ deteve recluso que esteve três anos fugido no Brasil

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, deteve um homem que, após uma licença de saída de curta duração do Estabelecimento Prisional de Coimbra,…

Última Hora

DGS alerta para temperaturas de 40º nos próximos dias

A Direção-Geral da Saude alertou hoje a população para as elevadas temperaturas que se prevêem para os próximos dias, aconselhando as pessoas a manterem o corpo fresco e hidratado e

Informação

Idosos visitaram a Boa Nova no Dia Mundial da Rádio (com vídeo)

No dia Mundial da Rádio, que hoje se comemora, a Boa Nova recebeu um grupo de utentes do Lar da Fundação Sarah Beirão, localizada em Tábua.

Informação

Região: GNR deteve grupo que furtou mais de 20 veículos

A GNR deteve, ontem, três homens, com idades compreendidas entre os 25 e os 30 anos, por suspeitas de mais de 20 furtos a veículos, nos distritos de Braga, Porto,

Última Hora

Doente internado com legionella morreu em Coimbra

Um doente com diagnóstico inicial de legionella morreu no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), onde estava internado, informou ontem a Administração Regional de Saúde (ARS) do Centro.