Especialista considera que ainda falta fazer muito trabalho estrutural na prevenção de incêndios
17 Junho, 2020 330 visualizações

Especialista considera que ainda falta fazer muito trabalho estrutural na prevenção de incêndios

image_pdfimage_print

O especialista no tema dos incêndios florestais Xavier Viegas disse hoje, em Figueiró dos Vinhos, no distrito de Leiria, que falta ainda fazer muito trabalho no âmbito da prevenção estrutural da floresta.

“Creio que se andou algum caminho, fez-se algumas coisas, mas realmente falta muito, sobretudo na parte da prevenção estrutural”, disse o investigador aos jornalistas, no final das cerimónias religiosas que assinalaram os três anos dos trágicos incêndios de Pedrógão Grande, que vitimaram 66 pessoas.

Segundo o coordenador do Centro de Estudos sobre Incêndios Florestais (CEIF) da Universidade de Coimbra, Portugal está “melhor em termos de planeamento, de motivação em termos de organização”, mas ainda há “apreensões e preocupações sobre o que pode vir a acontecer de um momento para o outro se as condições foram mais graves”.

O perito, que fez dois relatórios sobre os incêndios de Pedrógão Grande e de 15 de outubro de 2017, salientou que podem voltar a existir condições climáticas como as que se verificaram nesse ano, considerando que não se pode aceitar “é que se repita a tragédia, nomeadamente nestes territórios”.

“A sociedade está mais sensibilizada e os cidadãos mais precavidos, com mais atenção ao risco de incêndio na floresta, mas há ainda um caminho a percorrer, nomeadamente de maior interligação entre as instituições”, sublinhou.

No entanto, Xavier Viegas mostrou-se apreensivo com a falta de respostas no terreno.

“Temos visto muitos planos, muitas leis, muitas intenções, mas na verdade ainda alguma falta de concretização de várias das medidas. De há três anos para cá já era de esperar que estivessem concretizadas”, frisou.

Em 17 de junho de 2017, deflagrou em Pedrógão Grande um incêndio florestal, que depois se alastrou aos municípios vizinhos de Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Ansião, Sertã, Pampilhosa da Serra e Penela, fazendo 66 mortos e 254 feridos.

Anterior Incêndio em habitação no centro histórico de Coimbra
Seguinte Eptoliva promove webinar "Juntos pelo Turismo a Caminhar pelo Futuro"

Notícias Relacionadas

Desporto

Sampaense prepara “equipa competitiva” com Cláudio Figueiredo no comando

Terminada mais uma época, Cláudio Figueiredo, treinador do Sampaense Basket, faz um balanço “bastante positivo” da prestação da sua equipa que atingiu o principal objetivo, a manutenção no campeonato da

Região

Região:Seis feridos em acidentes na A1 por causa de condutor em contramão

Seis pessoas, entre as quais duas crianças, ficaram feridas em acidentes de viação no domingo na autoestrada A1, perto de Condeixa, no distrito de Coimbra, causados por um condutor em

Desporto

Sampaense volta a perder na 3ª jornada da LPB Placard – Basquetebol

Final:    Sampaense 77   –   Vitória SC  90 Em partida muito bem disputada, o Sampaense teve sempre muitas dificuldades para superar o Vitória SC. A equipa comandada por

Última Hora

GNR deteve 12 suspeitos de tráfico em Seia, Oliveira do Hospital e Arganil

Militares do Núcleo de Investigação Criminal de Gouveia detiveram no dia 12 de julho, 10 homens e duas mulheres, com idades compreendidas entre os 17 e 70 anos,…

Região

PJ deteve oito suspeitos de tráfico de estupefacientes em Seia e outras localidades de Coimbra e Viseu

Cinco homens e três mulheres foram detidos através do Departamento de Investigação Criminal da Guarda da Polícia Judiciária, …

Última Hora

Rally de Portugal regressa a Arganil 18 anos depois

O Município de  Arganil volta a receber o Rally de Portugal pela primeira vez desde 2001. O anúncio oficial foi feito esta segunda-feira, 28 de janeiro, durante a sessão de

Cultura

Rita Fernandes Martins apresenta “Histórias do Fogo” em livro

Na próxima sexta-feira, 25 de outubro, será apresentado o livro “Histórias do Fogo” da autoria de Rita Fernandes Martins. A sessão terá lugar pelas 15h30…

Última Hora

Acidente em Leiria causou a morte de uma criança e fez um ferido grave

Uma colisão rodoviária, no IC8, em Leiria, na manhã desta quarta-feira, provocou a morte a uma criança de 11 anos e fez ainda um ferido grave e dois ligeiros. O

Última Hora

Viseu: Idoso de 84 anos morre atropelado dentro de instituição

Um idoso de 84 anos morreu, esta sexta-feira, atropelado por um autocarro no interior da Fundação Mariana Seixas, em Ranhados, Viseu. A notícia é avançada pelo Correio da Manhã.

Região

Seia: GNR deteve homem e apreendeu mais de mil doses de cocaína

A GNR deteve um homem de 28 anos pela alegada prática do crime de tráfico de droga e apreendeu mais de mil doses de cocaína no concelho de Seia.

Opinião

Ca$h Resto Z€ro com olhar sobre a importância de “discutir Fátima”

Em mais um Ca$h Resto Z€ro na Rádio Boa Nova, Vítor Neves olha esta sexta-feira para as pessoas e para a fé.

Região

Acidente com trator agrícola provoca um morto na Figueira da Foz

Um homem com cerca de 80 anos morreu esta segunda-feira na Figueira da Foz vítima de um acidente com um trator agrícola.