Empréstimo de três milhões para nova variante, Centro Municipal de Proteção Civil, Balneários do Estádio Municipal e outras obras
6 Março, 2020 996 visualizações

Empréstimo de três milhões para nova variante, Centro Municipal de Proteção Civil, Balneários do Estádio Municipal e outras obras

image_pdfimage_print

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou, com a abstenção do CDS-PP (dois votos) a contratação de um empréstimo de médio a longo prazo…

… até três milhões de Euros para a concretização de diversas obras.

A explicar a proposta de contratação de empréstimo aos deputados, o presidente do Município de Oliveira do Hospital destacou a obra que “custa mais” que é avenida que ligará ao futuro centro escolar, que “rondará 1,5 milhões de Euros”, que será a “primeira grande avenida em Oliveira do Hospital com duas faixas”. Oura obra prevista é p Centro Municipal de Proteção Civil, que visa modificar o estaleiro para “dar melhores condições aos trabalhadores, com possibilidade de se poder efetuar uma candidatura”.

“Há também a obra do estádio municipal, porque os balneários não dão resposta”, referiu o autarca, explicando que a Câmara “está a pagar contentores mensalmente, para que os nossos jovens tenham possibilidades”. “O Futebol Clube de Oliveira do Hospital hoje tem 200 miúdos. Haverá possibilidade de, neste projeto, os miúdos terem uma sala de estudo”, referiu. José Carlos Alexandrino disse ainda que da sua parte “há a ideia clara de não deixar para os outros aquilo que eles não possam suportar”. “Que não tenhamos uma dívida maior daquela que eu herdei”, clarificou.

Rafael Dias, deputado do CDS-PP, sobre as várias obras previstas apontou o dedo às que estão previstas para o Estádio Municipal de Oliveira do Hospital. Para o jovem centrista é “extemporâneo investir no estádio porque se percebe que é complicado a manutenção da equipa no campeonato nacional”. Criticou a “excessiva aposta no desporto” e propôs o investimento no parque de campismo de S. Gião, cuja praia fluvial não fica atrás “nem de perto, nem de longe daquelas que têm hoje bandeira azul”.


A “concordar plenamente com as obras”, João Esteves, deputado do PSD, verificou que à exceção do Centro de Proteção Civil, as restantes já estavam cabimentadas em plano de orçamento. “Votamos a favor porque se cifra num desenvolvimento harmonioso do concelho e bem estar para a população. É nessa medida que votamos favoravelmente esse ponto”, explicou.

 

Carlos Maia, deputado do PS, favorável ao empréstimo, referiu que se fosse necessário a Assembleia aprovaria empréstimo de valor superior. “Já aprovei nesta Assembleia, em anteriores executivos, empréstimos de cinco milhões, ou sete, e chegaram ao fim do mandato e não conseguiram fazer a obra, isso é que é de espantar”. “Entendemos que o executivo necessita de liquidez para avançar com as obras, pô-las a concurso e candidatá-las. Referiu, também, que “há compromissos em freguesias que ainda hoje estão por fazer e se for necessário o pedido de empréstimo de mais um ou dois (milhões) esteja à vontade que nós cá estaremos para lho aprovar”.


Para Carlos Inácio, as “obras mudam claramente a centralidade e visão para Oliveira do Hospital, desviando a circulação diária do centro da cidade” e permitindo “criar uma zona de expansão forte” ao nível habitacional e uma ligação ao futuro IC6. Apreciou também o investimento no Centro de Proteção Civil, “dando mais dignidade e conforto aos trabalhadores da Câmara”.

Rui Monteiro, deputado do PS, não deixou sem resposta o jovem centrista Rafael Dias acerca das obras no Estádio Municipal. Em tom cáustico, lembrou que naquele Estádio, “diariamente, 200 atletas desde os 5 anos até aos 18 praticam desporto, e apenas 23 jogam na equipa senior”. “Lamento profundamente que haja qui uma cegueira e surdez. Naquele estádio, milhares e milhares de jovens de dezenas de gerações praticaram desporto e se formaram. Qualquer investimento desta natureza que seja feito merece a pena. Se o senhor não vê é cego e surdo, lamentavelmente, aqui não é mudo”, referiu.

Rafael Dias reagiu, considerando que Rui Monteiro não entendeu nada do que quis dizer. “Eu falei de prioridades”, referiu o jovem, que disse também estar habilitado para falar de desporto, porque apesar dos seus “parcos 21 anos e desta barriga fui atleta quase uma década da associação desportiva nogueirense e hoje faço parte do grupo desportivo sangianense”.


Margarida Claro, presidente da Junta de Freguesia de Seixo da Beira congratulou-se com o investimento previsto para a sua freguesia de requalificação da rua dos Combatentes da Grande Guerra.

Anterior EM 514 interdita no cruzamento entre Penalva de Alva e São Gião devido a deslizamento de terras
Seguinte Montemor-o-Velho: GNR apreende armas no âmbito de violência doméstica

Notícias Relacionadas

Programas

“A Escola e o Meio”na Rádio Boa Nova

Este sábado, dia 17 de março, entre as 19h00 e as 20h00, é emitido o 21.º programa “A Escola e o Meio”, uma produção do Clube de Rádio do AEOH.

Região

Atropelamento em Aveiro provoca um morto

Um homem 47 anos morreu ontem após ser atropelado por um camião na estrada nacional 109, no concelho de Aveiro.

Última Hora

Dão apresenta “primores” de 2016

O Dão realiza esta segunda-feira, dia 22 de maio,  um balanço da última vindima. “Dão Primores – Declaração de Vindima 2016” realiza-se no Solar do Vinho do Dão, em Viseu,

Informação

Oliveira do Hospital confecionou maior requeijão do mundo com 63,5 Kg. A iguaria foi servida com 26 Kg de doce de abóbora

Em Oliveira do Hospital repetiu-se, este ano, a iniciativa de confeção do maior requeijão do mundo. No último domingo, foi atingido um novo recorde, 63,5 quilos, mais 10 quilos do

Sociedade

Coimbra na Idade Média é tema de conferência em Oliveira do Hospital

“A cidade de Coimbra na Idade Média. Olhares sobre o território, a população e as instituições eclesiásticas” é o tema da conferência que vai decorrer, no próximo dia 20 de

Última Hora

Ténis de Mesa:  CCPOH derrotado nos Açores

Na 12ª jornada do campeonato nacional da 2.ª divisão de ténis de mesa, disputada no passado sábado, o Clube de Caça e Pesca de Oliveira do Hospital (CCPOH)…

Última Hora

Miranda do Corvo: Incêndio em habitação provoca quatro desalojados

Um incêndio numa habitação na freguesia de Lamas, concelho de Miranda do Corvo, provocou hoje de madrugada quatro desalojados.

Destaque

José Carlos Alexandrino “completamente desiludido” com falta de apoio aos agricultores

Em jeito de balanço daquilo que tem chegado aos lesados do grande incêndio de 15 de outubro, José Carlos Alexandrino sente-se “completamente desiludido” com o Governo que não apoia a

Região

Arganil proporcionou Semana da Juventude repleta de aventura e animação

A Câmara Municipal de Arganil celebrou o Dia Internacional da Juventude, assinalado no dia 12 de agosto, com um programa diversificado, repleto de aventura e diversão, que se estendeu por

Última Hora

Hoje assinala-se o Dia Internacional do Bombeiro

Hoje, no dia em que se assinala o Dia Internacional do Bombeiro, as corporações dos Bombeiros Voluntários do concelho de Oliveira do Hospital atravessam um momento “estável”, …

Informação

Chuva está de volta, com granizo e trovoadas. Oito distritos sob aviso

Oito distritos de Portugal continental estão hoje, sob aviso amarelo, devido à previsão de aguaceiros, que podem ser fortes, acompanhados por granizo e trovoadas, segundo o Instituto Português do Mar

Informação

Confira os resultados desportivos do fim-de-semana

A 21ª jornada da Série C do Campeonato Nacional resultou em empate para a Associação Desportiva Nogueirense e para o Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH).