“Em Pedrógão via-se muita coisa verde…aqui não se vê nada verde em milhares de hectares”, referem especialistas em fogo
2 Novembro, 2017 2559 visualizações

“Em Pedrógão via-se muita coisa verde…aqui não se vê nada verde em milhares de hectares”, referem especialistas em fogo

image_pdfimage_print

O grupo de especialistas em fogo que, na terça-feira, se deslocou a Oliveira do Hospital e outros locais da região fortemente afetados …

… pelo incêndio de 15 de outubro, alertou para a “severidade” do fogo que chegou a ser maior do que a verificada em Pedrógão .

caule especialistas“Há diferenças notáveis”, observou Joaquim Sande Silva, professor da Escola Superior Agrária de Coimbra e especialista em fogo que, a convite da Caule- Associação Florestal da Beira Serra, se deslocou à região na companhia de Mark Beighley, conhecido perito americano e de outros responsáveis nacionais. Aquele especialista que integrou a Comissão Técnica Independente de avaliação ao incêndio, corrido em Junho, em Pedrógrão Grande, contou que por lá “viam-se carvalhos verdes, sobreiros verdes, campos agrícolas verdes”. “Via-se muita coisa verde e ilhas que o fogo tinha deixado, apesar das perdas humanas”, referiu, notando que ao contrário, nas zonas afetadas pelo incêndio de 15 de outubro, “não se vê nada verde em centenas e milhares de hectares contínuos”. Uma situação que o especialista explica pela “secura acumulada” que “em outubro era maior do que em junho”, levando a que os efeitos acabassem por ser “mais drásticos e mais dramáticos”. Esta é, no entender de Sande Silva, uma “situação absolutamente única na realidade do nosso país”.

Diante de tamanha devastação, o especialista não chega ao ponto de dizer que o melhor é desistir da gestão florestal, mas a manterem-se as alterações climáticas, nota que “se calhar temos que repensar os investimentos em floresta no país”. “Se calhar, temos que pensar noutro tipo de utilização do território”. Um maior foco na “redução das ignições” , na melhoria do sistema de “combate aos fogos” e a aposta num “sistema de alerta” para as populações estarem de pré aviso e os meios estarem preparados e não serem apanhados de surpresa”, são medidas que Joaquim Sande Silva entende que devem ser preconizadas.


Da visita realizada, resultou a conclusão de que “este fogo e os fogos colaterais precisam ser estudados, para que fique no papel a memória do pior fogo de sempre em Portugal, ou até na Europa”.

 

Anterior Associação das Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal é formalmente constituída amanhã
Seguinte Oliveira do Hospital prestou homenagem às vítimas

Notícias Relacionadas

Cultura

Renato Nunes apresenta novo livro “Aquilino Ribeiro – na Ditadura Militar e no Estado Novo de Salazar (1926-1963)” em Oliveira do Hospital

A Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital vai receber a apresentação do livro “Aquilino Ribeiro – na Ditadura Militar e no…

Vídeos

Idosos visitaram a Boa Nova no Dia Mundial da Rádio (com vídeo)

No dia Mundial da Rádio, que hoje se comemora, a Boa Nova recebeu um grupo de utentes do Lar da Fundação Sarah Beirão, localizada em Tábua.

Informação

Médico da seleção nacional de Hóquei Patins, que se sagrou campeã mundial, é de Nogueira do Cravo

Portugal festeja o título de campeão do Mundo em Hóquei Patins. No concelho de Oliveira do Hospital, o sentimento de orgulho centra-se, de modo particular, …

Informação

Sobe para 11 o número de vítimas de incêndio em Vila Nova de Rainha

Morreu, hoje, a 11.ª vítima do incêndio que deflagrou a 13 de janeiro na Associação Cultural, Recreativa e Humanitária de Vila Nova da Rainha, em Tondela.

Informação

Dois jovens detidos por suspeitas de tráfico de droga em escola

A PSP de Viseu anunciou ter detido, hoje de manhã, dois jovens de 18 anos suspeitos de traficarem droga num estabelecimento de ensino do centro da cidade.

Última Hora

Detido fotógrafo por pornografia infantil através do Facebook em Coimbra

O Departamento de Investigação Criminal da Polícia Judiciária de Aveiro identificou e deteve um fotógrafo pela prática de crime de pornografia de menores em Coimbra.

Informação

Céu limpo e descida da temperatura máxima no fim de semana

O fim de semana vai ser marcado por céu pouco nublado e uma pequena descida de temperatura máxima entre dois a quatro graus Celsius.

Última Hora

Coimbra: Detido autor de disparos contra seguranças de discoteca

A Polícia Judiciária (PJ), através da Diretoria do Centro, em cumprimento de mandados de detenção emitidos pelo DIAP de Coimbra, procedeu à detenção de um homem, com 22 anos de

Informação

GNR deteve quatro pessoas por tráfico de droga

A GNR deteve quatro pessoas suspeitas de tráfico de estupefacientes em Castro Daire. Os suspeitos são dois homens e duas mulheres com idades compreendidas entre os 29 e os 57

Região

Rally Vinho do Dão arranca hoje em Nelas

Decorre hoje e amanhã, em Nelas, o Rally Vinho do Dão. A pontuar para o Campeonato de Ralis Fpak e Campeonato Regional de Ralis,…

Informação

Vereador do PSD comparado ao BES: “Há o João Brito Bom e há o João Brito Mau” (com vídeo)

O vereador do PSD na Câmara Municipal de Oliveira do Hospital foi hoje acusado de “bipolaridade política”.

Desporto

Oliveira do Hospital acolhe XVII Torneio de Hóquei em Patins

É já neste fim de semana, 9 e 10 de junho, que o Pavilhão Municipal oliveirense volta a acolher o Torneio de Hóquei em Patins Cidade Oliveira do Hospital.