CIM Região de Coimbra propõe plano com 32 medidas para apoio às vítimas dos incêndios de 15 e 16 de Outubro
25 Outubro, 2017 1267 visualizações

CIM Região de Coimbra propõe plano com 32 medidas para apoio às vítimas dos incêndios de 15 e 16 de Outubro

image_pdfimage_print

Reunido em Oliveira do Hospital, o Conselho Intermunicipal da CIM Região de Coimbra aprovou por unanimidade uma tomada de posição, composta por 32 medidas de apoio às vítimas dos incêndios de 15 e 16 de Outubro.

O Conselho Intermunicipal da CIM Região de Coimbra decidiu, ainda, solicitar ao Primeiro Ministro, uma reunião de trabalho com vista à apresentação daquela medidas , e dar conhecimento da tomada de posição ao Presidente da República e Presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses.

O plano proposto pela CIM Região de Coimbra tem como prioridades a “recuperação das habitações, empresas e apoio à reflorestação”, considerando “urgente” a intervenção ao nível da prevenção da erosão, corte e escoamento da madeira ardida. O documento propõe “várias medidas de apoio ao emprego e aos rendimentos dos trabalhadores de empresas abrangidas por medida de redução temporária do período normal de trabalho ou suspensão de contratos de trabalho”.

Na área da saúde, é proposta “a valorização das soluções de proximidade, incluindo programas de apoio psicológico, reforço das equipas comunitárias e programas de promoção de saúde pública para controlo da eventual contaminação das águas e dos solos”. É também preocupação da CIM Região de Coimbra “o apoio às organizações e instituições sociais que empreendam ações de solidariedade dirigidas aos territórios e populações afetadas pelos incêndios e reforçar as respetivas estruturas técnicas”. “A criação de um regime excecional e temporário de isenção total do pagamento de contribuições à segurança social, durante um determinado período, para as empresas e trabalhadores independentes, cuja atividade tenha sido diretamente afetada pelos incêndios”, é outra das medidas defendidas pela CIM RC. No âmbito dos apoios comunitários, a CIM RC defende “a reabilitação da imagem turística das áreas afetadas pelos incêndios, além da redefinição da estratégia da região para o sector do turismo e o lançamento de projetos de desenvolvimento turístico”.

“ O apoio à reparação e reposição das condições de segurança rodoviária das estradas nacionais e municipais atingidas, bem como das infraestruturas e equipamentos municipais de suporte às populações” estão previstos no documento.

“O apoio ao restabelecimento do funcionamento do aterro sanitário do Planalto Beirão (que abrange os municípios de Mortágua, Oliveira do Hospital e Tábua), implementação das medidas constantes nos Planos de Adaptação às Alterações Climáticas e Planos de Gestão de Riscos, apoio ao restabelecimento das condições e equipamentos dos agentes de proteção civil e de prevenção e gestão de riscos” são outras das medidas previstas.

Reabilitação de linhas de água, reposição da galeria ripícola autóctone, reposição de açudes, plano de reflorestação e reordenamento florestal, no qual os municípios sejam parte ativa, nomeadamente no seu licenciamento e fiscalização, fazem parte do plano hoje aprovado e que defende o corte da madeira ardida, que se perspetiva de imediato, com a coordenação e fiscalização dos municípios. Captação de investimento produtivo e fixação da população são outras das preocupações da CIM Região de Coimbra que está determinada no apoio à pastorícia, reabilitação física das aldeias e vilas dos territórios rurais atingidos.

A CIM Região de Coimbra considera que as alterações estruturais necessárias ao reordenamento da floresta, da reflorestação, da prevenção de incêndios e do sistema de proteção civil deverão ter nos municípios e comunidades intermunicipais agentes ativos nessas reformas.

No documento, a CIM Região de Coimbra “expressa o mais profundo pesar e apresenta as mais sinceras condolências aos familiares e amigos das 44 vítimas mortais, 24 das quais na nossa Região”. Manifesta também” total solidariedade e apoio a todos os feridos e aos que perderam as suas habitações, os seus bens, as suas empresas, as suas atividades económicas, o seu sustento e modo de vida nesta calamidade que devastou grande parte da nossa Região”. “A todos os municípios das várias regiões que connosco sofreram esta calamidade, em particular os municípios vizinhos da Região Centro, a CIM RC envia um abraço solidário”, refere em comunicado.

Anterior Assunção Cristas defendeu unidade de missão para reconstrução na visita a empresas devastadas pelo fogo em Oliveira do Hospital
Seguinte Homem de 49 anos desaparecido em Folgosinho desde o dia 15 de outubro

Notícias Relacionadas

Última Hora

Governo disponibiliza 600 mil euros para apoiar agricultores

O Governo disponibiliza uma verba de 600 mil euros, que poderá ser reforçada, de apoios para os agricultores de Mação, Vila de Rei e Sertã afetados…

Última Hora

Delegações de Agricultores concentram-se na Assembleia da República para “reclamar políticas capazes”

Um ano após o grande incêndio de 15 de outubro, a Associação Distrital dos Agricultores de Coimbra (ADACO) e a Confederação Nacional da Agricultura (CNA) consideram “lamentável” o processo de

Região

Músico e compositor Fernando Pereira é o padrinho da Mesa da Beira Serra

A ADIBER, enquanto promotora da candidatura às 7 Maravilhas de Portugal à Mesa, apresenta o músico e compositor Fernando Pereira como Padrinho da “Mesa da Beira Serra”.

Educação

Município de Seia apoia estudantes do ensino superior com atribuição de bolsas de estudo

A Câmara de Seia vai continuar a apoiar os alunos que frequentam o ensino superior, um incentivo à formação académica que se traduzirá na atribuição de bolsas de estudo durante

Região

João Ataíde e Alexandrino reconduzidos na direção da CIM Região de Coimbra

José Carlos Alexandrino, presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, foi reconduzido na vice-presidência da Comunidade Intermunicipal…

Última Hora

Chamas em Leiria mobilizam seis meios aéreos

Um incêndio deflagrou esta tarde, pelas 16h18, na localidade da Bemposta, concelho de Alvaiázere, Leiria.

Região

Polícia detém oito suspeitos de sequestrar e agredir jovem

A Polícia Judiciária (PJ) deteve cinco homens e três mulheres “fortemente indiciados pela prática de crimes de sequestro, …

Última Hora

Termina hoje a época mais crítica de incêndios. A partir de amanhã está prevista a redução de meios

A época de fogos considerada mais crítica termina hoje, dia 30 de Setembro. A partir de manhã está prevista uma redução de meios, que será maior a partir do dia

Região

Penacova: Coro Vox Et Communio “apadrinha” árvores no Parque Verde

No passado dia 8 de dezembro, os jovens, o maestro e os dirigentes do Coro Vox Et Communio, conscientes da necessidade de melhorar e preservar os espaços verdes do concelho

Desporto

Conheça o calendário desportivo do fim-de-semana

Este fim-de-semana, os jogos do Campeonato Nacional dão lugar a encontros a contar para a Taça de Portugal e, por isso, o Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) não

Região

Trabalhos na Estrada Nacional/ER 342 – Arganil-Côja estão suspensos

O Município de Arganil anunciou, em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a suspensão dos trabalhos da empreitada de beneficiação da ER 342, entre Arganil e Côja, …

Educação

Eptoradio na Rádio Boa Nova

No 6º programa Eptoradio apresentamos, na primeira parte, o Curso Profissional Técnico de Auxiliar de Saúde da Escola Profissional EPTOLIVA,…