Bombeiros de Nelas e Canas de Senhorim vão contar com Equipa de Intervenção Permanente
21 Novembro, 2018 1214 visualizações

Bombeiros de Nelas e Canas de Senhorim vão contar com Equipa de Intervenção Permanente

image_pdfimage_print

O Governo e Câmara Municipal de Nelas garantem que, a partir de 2019, cada um dos Corpos de Bombeiros de Nelas e de Canas de Senhorim vão contar com uma Equipa de Intervenção Permanente, composta por cinco bombeiros profissionais em permanência.

Em nota enviada à Rádio Boa Nova, a autarquia de Nelas afirma que corresponde “uma aspiração há muito existente e manifestada pelas Corporações de Bombeiros Voluntários de Nelas e de Canas de Senhorim e pelo Presidente da Câmara Municipal de Nelas”. O Secretário de Estado da Proteção Civil, José Artur Neves, acaba de comunicar a vontade do Governo em criar em cada um dos Corpos de Bombeiros do Concelho de Nelas uma EIP (Equipa de Intervenção Permanente), de forma excecional, uma vez que a lei prevê apenas a criação de uma EIP por concelho.

O presidente da Câmara, José Borges da Silva, sempre manifestou o seu apoio para que essa criação acontecesse em ambas as Corporações de Bombeiros do Município, em particular pela sua grande expressão industrial.

José Borges da Silva reafirmou já perante o Secretário de Estado da Proteção Civil a disponibilidade do Município para apoiar esta iniciativa. Na reunião realizada na passada sexta-feira, 16 de novembro, realizada nos respetivos Quartéis com as Direções, Comandos e todos os Bombeiros, foi consensual o apoio à iniciativa.

Cada EIP será constituída por cinco bombeiros com contrato de trabalho em exclusivo, com um salário de 617,40€, subsídio de férias, de Natal e de alimentação, de 4,77€ por dia de trabalho, com um horário de 40 horas de trabalho por semana e de oito horas por dia, sendo um dos bombeiros nomeado chefe, recebendo um suplemento salarial de mais 25%.

A missão das EIP é exclusivamente a de assegurar em permanência o socorro às populações, designadamente o combate aos incêndios, socorro em caso de incêndio, inundações, desabamentos, acidentes, catástrofes, desencarceramentos, apoio a sinistrados, minimização de riscos e colaboração em outras atividades de proteção civil, bem como, sem prejuízo da prontidão do socorro, participar em ações de prevenção.

As Equipas de Intervenção Permanente serão criadas com a celebração de Protocolo entre a ANPC (Autoridade Nacional de Proteção Civil) por parte do Governo, a Câmara Municipal de Nelas e cada uma das Associações Humanitárias dos Bombeiros Voluntários de Nelas e Canas de Senhorim, a celebrar ainda neste ano de 2018 e terá um custo total cada uma de 65.000 euros, a suportar em partes iguais pelo Governo e pela Câmara Municipal, num total, pois, de reforço de meios de cerca de 130.000 euros.

Anterior Cães atacam rebanhos e deixam produtores alertados no concelho de Oliveira do Hospital
Seguinte GNR e MultiOpticas promovem ação de sensibilização rodoviária: “Uma boa visão para evitar acidentes rodoviários”

Notícias Relacionadas

Informação

Diretor do Agrupamento de Escolas pede “canal aberto” no centro de saúde para situações não urgentes

O Diretor do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital quer que os alunos, em situação de queda ou doença considerada “não urgente”, possam ser vistos primeiro …

Sociedade

Alexandrino substitui autocarro escolar que circulava “fora dos prazos da legislação”

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital confirmou que um autocarro escolar estava em circulação “fora dos prazos” que a legislação impõe… 

Informação

Município de Arganil lança concurso público para ampliação da zona industrial da Relvinha

A Câmara Municipal de Arganil deu mais um importante passo para modernização e requalificação do parque industrial da Relvinha, no Sarzedo, ao proceder à abertura do concurso público para a

Última Hora

Seia: GNR deteve oito homens e duas mulheres por tráfico de estupefacientes

Oito homens e duas mulheres, com idades entre os 16 e os 46 anos, foram detidos por suspeita de tráfico de droga, no concelho de Seia.

Informação

Falta de camas no hospital de Viseu pode levar a cancelar cirurgias

O Centro Hospitalar Tondela Viseu alertou, hoje, que as cirurgias de rotina poderão ser canceladas durante o plano de contingência que ficará em vigor…

Desporto

Ténis de Mesa: CCPOH falha apuramento para fase final da Taça Distrital

O Clube de Caça e Pesca de Oliveira do Hospital (CCPOH), depois de ter concluído o Campeonato Distrital da Associação de Ténis de Mesa de Coimbra (ATMC) no 7º lugar,

Informação

GNR identificou homem por maus tratos a animais em Lamego

O Núcleo de Proteção Ambiental de Lamego identificou, no passado dia 2 de abril, um homem de 56 anos, pela prática do crime de maus tratos a animais, no concelho

Última Hora

GNR pode multar por falta de limpeza de terrenos a partir de 1 de junho

A Guarda Nacional Republicana (GNR) pode começar, a partir de sexta-feira, a aplicar coimas por incumprimento na limpeza de terrenos, que variam entre 280 e 120.000 euros, …

Última Hora

Centro de Saúde de Oliveira do Hospital e extensões com novas regras de funcionamento devido ao COVID-19

O Centro de Saúde de Oliveira do Hospital e extensões têm novas regras de funcionamento devido ao COVID-19, a partir desta segunda-feira, dia 30 de março.

Informação

Castro Daire: Incêndio em zona de difícil acesso mobiliza dois meios aéreos

Um incêndio rural com uma frente ativa lavra desde as 9h30 de hoje em Castro Daire, numa zona de difícil acesso, e estava a ser combatido às 13h30 por dois

Última Hora

Figueira da Foz: Jovem de 19 anos ficou ferida na sequência de uma corrida de carros ilegal

Uma jovem, de 19 anos, ficou ferida, na madrugada do passado domingo, na sequência de uma corrida de carros ilegal num parque de estacionamento na Figueira da Foz.

Região

GNR realiza operação “Residência Segura”

A Guarda Nacional de Republicana (GNR), entre os dias 11 e 15 de março, irá reforçar o patrulhamento junto das zonas residenciais e sensibilizar os cidadãos para que…