BLC3: Projeto prevê produzir biocombustível avançado com resíduos de árvores
28 Janeiro, 2020 479 visualizações

BLC3: Projeto prevê produzir biocombustível avançado com resíduos de árvores

image_pdfimage_print

Um projeto de aproveitamento de resíduos das podas de vinhas e árvores de fruto na produção de biocombustível avançado está a ser desenvolvido no Campus da BLC3, com sede em Lagares da Beira, Oliveira do Hospital.

A associação BLC3 “está a desenvolver um projeto de economia circular no setor da agricultura, onde pretende que os resíduos da atividade de exploração agrícola, como os resíduos das podas das oliveiras, vinhas e outras árvores de fruto” sejam “usados para produzir biocombustível avançado”, revelou o presidente do Campus de Tecnologia e Inovação BLC3, João Nunes.

O projeto, “com potencial de aplicação também ao setor florestal”, preconiza ainda que “os resíduos do próprio cultivo” sejam igualmente usados na produção daquele biocombustível, adiantou o responsável.

Essa produção, salientou João Nunes, será feita de “forma eficiente e com níveis de emissão de carbono muito mais baixos do que os fósseis”.

O biocombustível avançado produzido pelo método que está a ser desenvolvido no Campus de Tecnologia é “similar e equivalente ao gasóleo agrícola para usar nas próprias máquinas de exploração e de atividade agrícola”.

O setor agrícola é uma atividade muito importante para a economia nacional e tem “um potencial de crescimento, em termos de competitividade, se o conseguirmos integrar na área do uso eficiente dos recursos”, sustentou o presidente e fundador da BLC3.

Em Portugal “temos 3,6 milhões de hectares de agricultura (39,5% do território nacional), com mais de 360 mil explorações agrícolas”, que “representa uma média de 10 hectares por exploração agrícola”.

Com esta dimensão média da propriedade agrícola, o setor é, naturalmente, “pouco competitivos em termos de escala” e, por outro lado, com “impacto ao nível do uso de recursos e emissões de carbono”, sublinhou.

Cerca de 360 mil hectares do território nacional são de olival, 178 mil hectares de vinha e 45 mil de produção dos principais frutos frescos, o que gera “uma elevada quantidade de resíduos de biomassa”, referiu ainda João Nunes, admitindo que “poderemos estar a falar em cerca de um milhão de toneladas de resíduos anualmente só nestas fileiras”.

Trata-se, no entanto, de “um valor sempre difícil de quantificar de forma rigorosa, porque depende do próprio ano de produção agrícola”, advertiu.

“Os sistemas de cultivo agrícola que usam maquinarias, com alguma intensidade, mas que geram elevadas quantidades de uma biomassa”, como é o caso, tem “potencial e interesse para produzir o próprio combustível” para usar na sua maquinaria, concluiu João Nunes.

Fonte: Lusa

Anterior “Renascer Piódão”: GNR e Ministra Ana Mendes Godinho associaram-se a ação de reflorestação
Seguinte Viseu vai ter comando regional de Proteção Civil

Notícias Relacionadas

Informação

Casal intoxicado por monóxido de carbono em Trancoso

Um casal sofreu hoje uma intoxicação por monóxido de carbono na localidade de Freches, no concelho de Trancoso, …

Última Hora

GNR deteve homem de 34 anos suspeito de tráfico de droga

Um homem de 34 anos foi detido, na segunda feira, dia 17, na Figueira da Foz, por suspeita de tráfico de droga. A GNR procedeu ainda à apreensão de produto

Informação

Operação “Ignição Zero” sinaliza infrações e sensibiliza oliveirenses para ações de limpeza junto às habitações.

O concelho de Oliveira do Hospital está hoje a ser palco de uma grande operação de sensibilização para a necessidade de limpeza de terrenos junto às habitações em zonas próximas

Última Hora

Misericórdia de Galizes promove “Jornadas do Conhecimento” por ocasião dos 350 anos

No âmbito das comemorações dos 350 anos, a Santa Casa da Misericórdia de Galizes realiza hoje as “Jornadas do Conhecimento” alusivas ao “Novo Código dos Contratos Públicos” e…

Informação

Serra da Estrela: GNR fecha EN338 devido a desmoronamento de terras

Um desmoronamento de terras, ao final da tarde de domingo, levou a Guarda Nacional Republicana (GNR) a cortar os dois sentidos da EN338, na Serra da Estrela.

Última Hora

17 distritos sob aviso amarelo devido ao calor até sexta-feira. Risco de incêndio muito elevado

Todos os distritos de Portugal continental, à exceção de Faro, estão até ao final do dia de sexta-feira sob aviso amarelo, o menos grave, por causa do calor, informou o

Região

Tondela: Despiste de trator faz um morto

As autoridades registaram, na noite de quinta-feira, um despiste de um trator agrícola na localidade de Lobão da Beira, em Tondela, Viseu, que resultou na morte do condutor.

Última Hora

Requalificação do IP3 discutida no Conselho de Administração da Infraestruturas de Portugal

O presidente do Conselho de Administração da Infraestruturas de Portugal (IP), António Laranjo, recebeu, no dia 8 de junho, os representantes da Associação de Utentes e Sobreviventes do Itinerário Principal

Destaque

 “Centro 2020” elege como grandes áreas a “competitividade, inovação, internacionalização, coesão territorial e política de cidades”

Depois de assistir à conquista do prémio RegioStars pela BLC3 (com o projeto Centro Bio), a presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), Ana Abrunhosa,…

Sociedade

Presidente da Câmara de Góis arguida por difamação a um vereador

A presidente da Câmara de Góis, a socialista Lurdes Castanheira, foi constituída arguida num processo por difamação movido por um vereador do seu partido.

Região

Dois mortos em acidente entre carro e camião em Aveiro

Duas pessoas morreram e uma ficou gravemente ferida, esta madrugada, na sequência de um acidente entre um veículo pesado e um ligeiro, em Aveiro

Programas

“Espaço Blc3 – Ciência no Interior” com José Monteiro na Rádio Boa Nova

A Rádio Boa Nova retoma, hoje, o“Espaço BlC3- Ciência no Interior”. A partir das 19h00, a conversa acontece com José Monteiro.