Bebé nasceu esta manhã nas Urgências da FAAD, em Oliveira do Hospital
21 Novembro, 2019 7927 visualizações

Bebé nasceu esta manhã nas Urgências da FAAD, em Oliveira do Hospital

image_pdfimage_print

Uma mulher,  com 22 anos, deu à luz, uma menina na Urgências do Hospital da Fundação Aurélio Amaro Diniz, cerca das 07h00 da manhã de hoje. Allyson Oliveira, médico que assistiu a jovem mãe de Lagos da Beira disse à Rádio Boa Nova que o parto correu bem  e que a  bebé nasceu “perfeita e saudável”.

Com sinais de que o nascimento do segundo filho estaria para breve, a jovem acorreu ao serviço de urgências  que no período noturno é assegurado pela FAAD. De acordo com o médico Allyson Oliveira, a mulher chegou cerca das 06h20 “com dores e contrações, mas não tinha rutura da bolsa, nem perda de líquidos”. À Rádio Boa Nova, esta manhã contou que o trabalho de parto da jovem com cerca de 22 anos  “evoluiu bem”, pelo que optou por não encaminhar a grávida para a Maternidade, mor achar que não daria tempo . “Ficar no hospital foi o mais seguro para ela e para a bebé”, contou.

Allyson Oliveira conduziu o parto com o apoio do enfermeiro Mário. “Foi um parto normal. A bebé nasceu perfeita, saudável. Correu tudo em boas condições”, contou o médico à Rádio Boa Nova, dando conta da sua satisfação por ter ajudado a “trazer uma criança ao mundo”. “É sempre uma alegria”, contou, referindo que a jovem mãe logo chamou a pequena bebé com o nome “Núria”. A mãe e a filha foram depois encaminhadas para a maternidade Daniel de Matos, em Coimbra.

Diante deste caso, o médico que presta serviço de urgência no hospital da FAAD considera que “o serviço de urgência é extremamente importante e tem que funcionar 24 horas por dia porque a população precisa”.

Para Álvaro Herdade, presidente do Conselho de Administração da FAAD, o nascimento da bebé Núria é “uma boa nova” e a prova de que a FAAD tem “um bom serviço a funcionar”. Entende, contudo, que não podemos aceitar que “temos um serviço que funciona a 70 km”. “Temos que ter um serviço local que funcione nos momentos que são necessários”.

Como oliveirense, Álvaro Herdade espera que a situação melhore e que o concelho venha a dispor de um “serviço de urgência condigno com a região”. “Merecemos muito mais e é necessário que o poder olhe para o interior, com a necessidade de ter as mesmas ofertas que têm as pessoas dos grandes centros. Senão vamos assistir a uma maior desertificação e ninguém vai querer vir viver para Oliveira do Hospital com um serviço de urgências a 70 km. Vamos continuar a lutar”, afirmou.

À Rádio Boa Nova, o presidente da FAAD, adiantou que o hospital “está cá para dar solução às carências”. “Se a solução das urgências passa pela FAAD nós estamos cá para dar o nosso melhor. É isso que nos interessa, assistir a população e que a população não fique num beco sem saída”. Lamentou que “infelizmente a população vai para serviço de urgências, para um lado e para o outro, e fica lá abandonada e depois tem que vir de táxi para Oliveira do Hospital. Isto não serve de maneira nenhuma Oliveira do Hospital”, considerou.

Anterior Município de Penacova realiza intervenção de regularização fluvial nos rios Alva e Mondego
Seguinte País: Mais de 1,3 milhões de portugueses já se vacinaram contra a gripe

Notícias Relacionadas

Última Hora

Francisco Ferreira participa em conferência “Mobilidade com Ambiente” na Eptoliva

A escola profissional Eptoliva promove, amanhã, pelas 10h00 a Conferência EPTOFUTUROS “Mobilidade com Ambiente”.

Destaque

Ancose entrega primeiras borregas a criadores de ovinos afetados pelos incêndios

A Ancose- Associação Nacional de Criadores de Ovinos Serra da Estrela vai proceder, no próximo sábado, dia 5 de maio, à primeira entrega de borregas …

Informação

Oliveira do Hospital mantém taxa de IMI e redução a famílias com filhos

Oliveira do Hospital vai manter, em 2018, a taxa de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) em 0,35 por cento. A medida foi aprovada na última Assembleia Municipal …

Região

GNR procura homem desaparecido no concelho do Fundão

A GNR está a efetuar buscas para encontrar um homem de 61 anos que foi dado como desaparecido na freguesia do Castelejo, concelho do Fundão.

Informação

Câmara da Guarda garante continuidade na prevenção

A Câmara Municipal da Guarda vai continuar a apostar este ano na limpeza das florestas e na prevenção para minimizar o problema dos incêndios florestais, anunciou o seu presidente. “Vamos

Sociedade

Rio de Mel: Viagem proporcionada a habitantes da “Aldeia dos Sonhos” foi inesquecível

Os habitantes de Rio de Mel, no concelho de Oliveira do Hospital, cumpriram este fim de semana o sonho de visitar as cidades do Porto e Viana do Castelo,…

Informação

Misericórdia de Galizes encerra comemorações e lança primeira pedra do CAT para a deficiência

A Santa Casa da Misericórdia de Galizes promove amanhã, dia 20 de junho, dia de “Corpo de Deus”, a cerimónia de encerramento das comemorações dos 350 anos da instituição.

Região

Viseu: Jovem atropela polícia e coloca-se em fuga

Um menor, de 17 anos, foi detido pela Polícia de Segurança Pública (PSP) de Viseu durante uma ação de fiscalização rodoviária. Ao ser abordado pelos agentes enquanto conduzia um motociclo, o jovem colocou-se

Última Hora

GNR intensifica patrulhamento nas estradas a partir de hoje

A GNR intensifica, a partir de hoje e até ao dia 02 de janeiro, o patrulhamento rodoviário nas vias de maior tráfego no âmbito da operação Ano Novo.

Região

INEM renova Ambulância dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital assinaram …

Informação

Alunos da ESTGOH pretendem dar o seu ‘melhor’ em evento mundial de criação de videojogos (com vídeo)

Cinco alunos do curso de Engenharia Informática da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH)…

Destaque

Município hasteou Bandeiras “Cidades de Excelência”, ECOXXI e Familiarmente Responsável. Avô galardoada “Vila de Excelência”

A cidade de Oliveira do Hospital e a vila de Avô foram galardoadas, na passada sexta-feira, com a Bandeira “Cidades e Vilas de Excelência – Nível III”, “uma distinção altamente