Autarca de Oliveira do Hospital emite nota de esclarecimento sobre “falsa e caluniosa polémica criada nas redes sociais”
22 Novembro, 2019 3300 visualizações

Autarca de Oliveira do Hospital emite nota de esclarecimento sobre “falsa e caluniosa polémica criada nas redes sociais”

image_pdfimage_print

O presidente do Município de Oliveira do Hospital emitiu, hoje, uma nota de esclarecimento, na sequência de “uma falsa…

… e calunisosa polémica” instalada nas redes sociais e “propagada por vários sites de fake-news” Na nota enviada à Rádio Boa Nova, José Carlos Alexandrino adianta que vai avançar com uma queixa-crime contra o autor da polémica. 

Leia a nota de esclarecimento na íntegra:

Tendo sido envolvido numa falsa e caluniosa polémica que ontem se instalou nas redes sociais e foi intencionalmente propagada por vários sites de “fake-news”, por forma a amplificar a mentira que serve de alimento aos que infelizmente se entretêm a aproveitar politicamente da desgraça alheia e da tragédia dos incêndios para se autopromoverem, sinto-me na obrigação de prestar aqui um esclarecimento a todos os meus concidadãos, até porque para além da função que desempenho como Presidente da Câmara, também sou pai de família e um cidadão igual a todos vós.

Vamos então aos factos:

Um elemento da MAAVIM de Midões, insinuou ontem no Facebook que um cidadão de origem belga que residiu no concelho de Oliveira do Hospital durante vários anos, foi encontrado em Lisboa na condição de sem-abrigo pelo facto de o Município de Oliveira do Hospital lhe ter rejeitado ajuda a seguir ao incêndio de 15 de outubro de 2017.

Nunca conseguiu a ajuda que deveria ter sido dada e é hoje um sem-abrigo dos Incêndios de Outubro de 2017“, acusa o membro daquele movimento que, não raras vezes, e por razões que são sobejamente conhecidas, tudo faz para denegrir a minha imagem e a do Município de Oliveira do Hospital, à custa da desgraça alheia.

Todos os que me conhecem sabem da minha sensibilidade social e da atitude que sempre tive quando estão em causa a ajuda e o apoio a quem mais precisa. Nesse sentido, e mal tomei conhecimento desta situação, que envolve um cidadão de 50 anos de idade que conheci ainda jovem e que agora tomou uma opção de vida que muito me custa a aceitar, convidei o pai e a madrasta para uma reunião, que se realizou esta manhã na Câmara Municipal, com vista a apurar a verdade dos factos.

Em primeiro lugar, importa referir que, contrariamente ao que foi afirmado de forma caluniosa, nunca o cidadão Jan Roosenboom pediu qualquer tipo de ajuda a este Muncípio. Aliás, e conforme me esclareceu hoje o seu pai – um respeitável cidadão belga que se instalou em Ervedal da Beira no início dos anos 90, e com o qual mantenho as melhores relações desde há muitos anos -, à data do incêndio, o filho encontrava-se a viver na Bélgica.

Também nunca foi pedido a esta Câmara Municipal qualquer apoio para a reconstrução da casa onde é afirmado que vivia o cidadão Jan Roosenboom, porque conforme nos explicou o seu pai, legal proprietário, a casa tinha seguro e o processo foi sempre tratado com a seguradora.

Tendo-me disponibilizado de imediato para ajudar no que for preciso, o pai do cidadão Jan Roosenboom, assegurou-me que esta é a segunda vez que o filho decide assumir a condição de sem abrigo em Lisboa, sendo que a primeira foi antes do incêndio de 15 de outubro de 2017. Portanto, não se percebe como é que o Movimento de Midões vem dizer que Jan Roosenboom ” é hoje um sem abrigo dos Incêndios de Outubro de 2017″.

Uma descarada mentira! Aliás é o seu próprio pai que nos diz que o filho tem várias casas onde poderá ficar, pelo que não tem nenhuma necessidade de viver nestas circunstâncias.

Ao que nos é dito a família continua a tentar, embora sem êxito, resolver os problemas do cidadão Jan Roosenboom. Aliás, como o próprio pai me recordou esta manhã, no ano de 2014, fui eu próprio que convidei um médico para jantarmos com o pai, a madrasta e o filho, num restaurante na Cordinha. Acontece que, nesse jantar, que se realizou com o único propósito de ajudar clinicamente o cidadão Jan Roosenboom, também esteve presente o Sr. Fernando Tavares Pereira, que hoje preside à MAAVIM.

Feito este esclarecimento, que julgo suficientemente elucidativo, resta-me anunciar aqui que este execrável comportamento do membro da MAAVIM nas redes sociais, será alvo de uma queixa-crime, porque não podemos continuar a pactuar com comportamentos insidiosos que alimentam “fake-news”, nem tolerar que alguém se ande a aproveitar politicamente da desgraça alheia e da tragédia  dos incêndios para se autopromover, caluniando a minha pessoa, o meu executivo, e manchando o nome do Município de Oliveira do Hospital.”

Foto: Pedro Abranches

Anterior "A Escola e o Meio" na Rádio Boa Nova
Seguinte Calendário desportivo do fim-de-semana

Notícias Relacionadas

Última Hora

GNR deteve suspeito de furtos nos distritos de Coimbra, Viseu, Leiria e Aveiro

Um homem, de 31 anos, foi detido pela GNR no Porto, por vários furtos em quatro distritos.

Nacional

Vinte e um concelhos de seis distritos em risco máximo de incêndio

Vinte e um concelhos dos distritos de Faro, Viseu, Santarém, Portalegre, Castelo Branco e Bragança apresentam hoje um risco máximo de incêndio,…

Última Hora

Nelas: GNR detém cinco suspeitos de assalto a posto de combustível

A GNR deteve três homens e duas mulheres, com idades entre os 20 e os 37 anos, em Nelas, por suspeita de roubo no interior de um posto de combustível.

Informação

GNR resgata dois jovens perdidos na Serra da Estrela

A GNR anunciou, esta terça-feira, que resgatou no passado dia 21 de maio, dois jovens, de 22 e 23 anos, que se encontravam perdidos no Parque Natural da Serra da

Região

Tondela: Jovem morre afogado em praia fluvial

Um jovem de 25 anos morreu afogado numa praia fluvial em Sangemil, no concelho de Tondela, ao final da tarde de ontem.

Última Hora

GNR de Viseu deteve oito suspeitos de tráfico de droga

A GNR de Viseu deteve oito pessoas, sete homens e uma mulher, com idades compreendidas entre os 21 e os 46 anos, por suspeita de tráfico de droga.

Região

Homem apanhado a conduzir com 2,55 g/l de álcool no sangue em Coimbra

A PSP deteve na noite da última segunda-feira, por volta das 22h30, um homem de 52 nos que estava a conduzir em estado de embriaguez.

Última Hora

IPC quer ser Universidade Politécnica de Coimbra até 2021

Mudar a imagem do ensino politécnico, que muitos “continuam a ver como o parente pobre do ensino superior” é um objetivo antigo, que começa a ganhar forma.

Informação

Covid-19: “Dentro de horas ou dias” Portugal vai entrar na fase de mitigação

A ministra da Saúde afirmou hoje ser inevitável que Portugal entre “dentro de horas ou dias” na fase de mitigação da doença Covid-19, quando se verifica a transmissão comunitária da

Última Hora

Covid-19: Autoridades detiveram 20 pessoas por crime de desobediência

O Ministério da Administração Interna (MAI) anunciou, hoje, que desde que entrou em vigor o estado de calamidade no país, …

Desporto

Distrital de Honra da AFCoimbra. começa este domingo

Começa este domingo pelas 15 horas o Campeonato Distrital da AFC, Divisão de Honra. Nesta  primeira jornada o FCOH recebe em casa o Vinha Rainha e com um objectivo bem

Última Hora

Câmara de Arganil promoveu jantar de Natal com colaboradores

O presidente da Câmara Municipal de Arganil, Luís Paulo Costa, fez cumprir a tradição e reuniu atuais e antigos colaboradores da autarquia num animado jantar de Natal, na passada sexta-feira,