Associação de Vítimas pondera avançar com ação coletiva contra o Estado
16 Novembro, 2017 2140 visualizações

Associação de Vítimas pondera avançar com ação coletiva contra o Estado

image_pdfimage_print

Luís Lagos, presidente da Associação de Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal (AVMISP), anunciou, ontem, a “intenção de colocar uma ação coletiva contra o Estado”…

… na primeira Assembleia Geral da Associação que se realiza amanhã, pelas 20h30, no auditório do Crédito Agrícola, em Oliveira do Hospital.

Num programa especial, realizado nas instalações da ANCOSE (Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Serra da Estrela), organizado pela Rádio Boa Nova a fim de assinalar um mês após a tragédia de 15 de outubro, que contou com a presença de bombeiros, autarcas, dirigentes associativos, empresários, agricultores e promotores turísticos, foi evidente a insatisfação no que respeita ao atraso de ajudas e apoios a todos os que ficaram prejudicados pelo incêndio.

Numa primeira abordagem, o presidente da AVMISP diz estar crente no renascimento do concelho de Oliveira do Hospital, assim como de toda a região. Por outro lado, Luís Lagos não consegue esconder a sua tristeza face aos últimos acontecimentos, ou mesmo a falta deles. Passado um mês, desilusão, sensação de abandono e discriminação em relação à ajuda prestada em Pedrogrão Grande, são sentimentos resultantes das ações anunciadas pelo Estado.


Para o presidente da AVMISP é também inadmissível “tratar a agricultura como setor de segunda”.

“O problema do interior é que não tem voz, não tem palco, não tem capacidade de se afirmar no palco mediático, logo não tem capacidade de exigência”, afirma o dirigente associativo. “Não tenham medo. É preciso verbalizar. Se não verbalizarmos, não vai acontecer nada, somos esquecidos”, acrescenta Luís apelando a todos que se manifestem “seja nas redes sociais, junto os órgãos de comunicação social, ou seja onde for”.

Em relação ao decreto de lei aprovado que visa a ajuda média de 2.500 euros para a recuperação de primeiras habitações, o presidente da associação afirma que “não dá” para voltar a equipar a casa com esse valor.

Como oliveirense, Luís Lagos faz grandes elogios à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, na medida que “tem uma política de proximidade com as pessoas e é reconhecida em relação a outros concelhos vizinhos”. “O nosso presidente da Câmara tem tido uma atitude incomparável”, acrescenta.

Neste encontro, o dirigente da AVMISP voltou a lembrar que esta associação, apesar de ter sido criada por oliveirenses, é de cariz “supramunicipal” e abrange outros concelhos como Tondela, Mortágua, Tábua, Arganil e Seia.

Beatriz Cruz (jornalista estagiária)

Anterior Oliveira do Hospital continua à espera de apoios prometidos após o fogo
Seguinte Município de Oliveira do Hospital promove música e património com “Ciclo pelas Igrejas”

Notícias Relacionadas

Cultura

Fernando Correia “abre a alma” em autobiografia “O que eu sei de mim”

O conhecido jornalista Fernando Correia apresentou, em Oliveira do Hospital, o seu mais recente livro, no caso uma autobiografia em que “abre a alma” às pessoas.

Última Hora

Consulta de Saúde Mental apoia 388 pessoas afetadas pelo incêndio em Oliveira do Hospital

A consulta de Saúde Mental e Comunitária em Oliveira do Hospital está a acompanhar 388 pessoas na sequência do grande incêndio de outubro. Mas, desde 2015, já foram dadas 1 544

Última Hora

25 detenções, 639 infrações e 73 acidentes no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra procedeu, de 15 a 21 de maio, a várias operações, no distrito de Coimbra, como a prevenção e o combate à criminalidade violenta e a

Informação

Pousada do Convento do Desagravo vai fechar no próximo verão

A Pousada do Convento do Desagravo, em Vila Pouca da Beira, no concelho de Oliveira do Hospital vai encerrar no dia 23 de julho, data em que termina …

Informação

Região Centro cumpre metas da Vacinação com percentagens de 96%

As metas do Programa Nacional de Vacinação (PNV) estão a ser cumpridas no Centro do país, com percentagens iguais ou superiores a 96%, …

Politica

Candidato do CDS considera fundamental a “atração do investimento” e critica “eleitoralismo” do executivo socialista

O candidato da coligação “Construir o Futuro” liderada pelo CDS-PP à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital acredita que “estão criadas todas as condições”…

Informação

Até às 16h00, votaram menos 120 mil pessoas do que em 2015

Cerca de 4,17 milhões de eleitores já tinham votado nas eleições legislativas até às 16h00 deste domingo. Trata-se 38,59% dos eleitores,…

Última Hora

António Costa inaugurou o BLC3 e garantiu reunir condições para construção do IC6

O Primeiro Ministro cumpriu, no sábado, a visita ao concelho de Oliveira do Hospital onde se deslocou com o propósito de inaugurar a BLC3- Campus de Tecnologia e Inovação,…

Desporto

FCOH vence o Pampilhosense (2-0) e Nogueirense vence o Pampilhosa (1-0)

No Distrital de Honra da AFC, Jornada 11, o FCOH venceu o Pampilhosense por 2-0. O resultado foi melhor do que a partida de futebol. A primeira parte foi muito dividida

Informação

Proteção Civil alerta para queda de neve, vento e agitação marítima

Atendendo à informação disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera, a Proteção Civil alerta para o agravamento do estado do tempo nas próximas 72 horas,…

Sociedade

Rio de Mel: Viagem proporcionada a habitantes da “Aldeia dos Sonhos” foi inesquecível

Os habitantes de Rio de Mel, no concelho de Oliveira do Hospital, cumpriram este fim de semana o sonho de visitar as cidades do Porto e Viana do Castelo,…

Última Hora

“Os Amigos de Lagos da Beira- Grupo Musical” lançam novo CD

Depois da marca única deixada pelo CD “Terra Risonha e Bela”, que marcou a estreia em estúdio, “Os Amigos de Lagos da Beira – Grupo Musical”,…