António campos: “Ou os políticos atuam rapidamente ou a repetição da tragédia está mais que garantida”
23 Agosto, 2018 1111 visualizações

António campos: “Ou os políticos atuam rapidamente ou a repetição da tragédia está mais que garantida”

image_pdfimage_print

O histórico do PS António Campos alerta que a tragédia dos incêndios pode repetir-se.

“Ou os políticos atuam rapidamente ou a repetição da tragédia está mais do que garantida no futuro”, afirma o ex-secretário de Estado da Agricultura.

António Campos defende que é urgente “a declaração do eucalipto como uma espécie florestal invasora. Tal declaração proibia o financiamento desta espécie pelo Estado”.

O ex-eurodeputado alerta ainda para a urgência de “criar legislação com forte penalização que não permita mais de mil eucaliptos por hectare”.

Para o histórico socialista, existe o risco de a tragédia se repetir com “maior dimensão” se os políticos não fizerem nada para travar “a ganância e os enormes interesses instalados”.

António Campos reside em Oliveira do Hospital e recorda que “os efeitos dos incêndios de 15 de outubro são devastadores” naquela região do país.

Fonte: Jornal i

Anterior Associação de Utentes e Sobreviventes do IP3 acusa Infraestruturas de Portugal de negligência
Seguinte Aveiro: PJ deteve homem por crimes de coação sexual

Notícias Relacionadas

Última Hora

Arquitetos e engenheiros chamados a participar no projeto de requalificação da Zona Histórica de Oliveira do Hospital

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital quer envolver os arquitetos e engenheiros do concelho na elaboração do projeto de requalificação da Zona Histórica.

Última Hora

Suspeita de radiação encerra serviço de TAC na Guarda

A administração da Unidade local de Saúde (ULS) da Guarda suspendeu o serviço de tomografias axiais computorizadas (TAC) no hospital da cidade.

Destaque

Grupo do Senhor das Almas cumpre mais uma missão de apoio a peregrinos

Por ocasião de mais uma peregrinação a Fátima, por se aproximar a comemoração do 102º aniversário da primeira aparição de Nossa Senhora…

Última Hora

 “Lorenzo” provocou 82 ocorrências nos Açores. 61 estradas foram fechadas e várias pessoas realojadas

O furacão “Lorenzo” provocou 82 ocorrências nos Açores, estando 41 resolvidas e 41 em curso, segundo uma nota divulgada pelo Serviço Regional …

Região

Homem ficou em estado grave após ser atropelado por empilhadora

Um homem sofreu ferimentos considerados graves ao ser atropelado numa empresa em Lameiras, em Santa Comba Dão, esta sexta-feira.

Última Hora

Regiões fronteiriças de Portugal e Espanha apresentam plano estratégico comum para as áreas do turismo e agroalimentar

As regiões fronteiriças do Centro e Norte de Portugal e dos seus vizinhos em Espanha apresentaram, ontem, um plano estratégico comum, apoiado pela União Europeia, que visa promover…

Informação

IEFP reúne com autarcas do Pinhal Interior Norte

O Centro de Emprego e Formação Profissional do Pinhal Interior Norte do IEFP, localizado em Arganil, promove no próximo dia 26 de fevereiro,…

Desporto

Resultados desportivos do fim-de-semana

O Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) regressou às vitórias na 24ª jornada da Série C do Campeonato Nacional.

Desporto

CCPOH promove 32º Cicloturismo Rota do Alva no dia 1 de setembro

O Clube de Caça e Pesca de Oliveira do Hospital (CCPOH) promove, no próximo dia 1 de Setembro, a 32ª edição do Cicloturismo Rota do Alva.

Politica

António Soares, Presidente da Junta de Freguesia de Travanca de Lagos, pediu hoje a demissão.

António Soares, Presidente da Junta de Freguesia de Travanca de Lagos, pediu hoje a demissão. A carta com o pedido de demissão foi hoje entregue em mão ao presidente da

Informação

Confira os resultados desportivos do fim-de-semana

O Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) e a Associação Desportiva Nogueirense (ADN) disputaram, ontem, a 14ª jornada da Série C do Campeonato Nacional, que ditou um empate a

Última Hora

SIRESP vai colocar 451 antenas até maio

A Rede de Emergência de Comunicações do Estado (SIRESP) vai colocar 451 antenas satélite, a partir de março, nas áreas consideradas de risco de incêndio este ano, anunciou hoje o