ANCOSE promove Centro de Recria para “não deixar extinguir a raça bordaleira”
18 Dezembro, 2017 2012 visualizações

ANCOSE promove Centro de Recria para “não deixar extinguir a raça bordaleira”

image_pdfimage_print

O incêndio de 15 de outubro provocou a morte de mais de cerca de cinco mil animais no concelho de Oliveira do Hospital e a ANCOSE estima que, na região demarcada…

…da Serra da Estrela tenham morrido cerca de 8500 ovinos de raça autóctone. Para evitar a extinção da ovelha Serra da Estrela, a Associação avançou com um Centro de Recria nas suas instalações.

A situação anterior ao incêndio de 15 de outubro já era preocupante, devido ao desinvestimento no setor. Manuel Marques, presidente da Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Serra da Estrela (ANCOSE) dá o exemplo dos dois centros de recria que existiam em Gouveia e em Tondela e que foram desativados por anteriores governos, criando “algumas dificuldades na compra da raça autóctone e produção de leite Serra da Estrela”. “Em pouco mais de 10 anos perdemos talvez mais de 50 mil animais”, refere Manuel Marques, estimando que, até ao último verão, o efetivo rondasse os 80 mil animais em toda a região Demarcada da Serra da Estrela. Mas, se o efetivo animal já dava sinais de quebra, a situação agravou-se com os incêndios de outubro que causaram a morte de cerca de 8500 ovelhas Serra da Estrela (Bordaleira e Churra Mondegueira). Só no concelho de Oliveira do Hospital morreram cerca de cinco mil animais. A perda dos animais põe em risco a produção do leite Serra da Estrela e do Queijo com o seu nome. “É preciso haver raças autóctones”, alerta o dirigente.


Para inverter a tendência de perda de animais, a ANCOSE avançou com um centro de recria de borregas Serra da Estrela, que passa pela compra de borregas, com idade entre “um mês e meio e dois meses”, pelo valor de “70 Euros” junto de pastores “com ovelhas inscritas no livro genealógico”. Após a compra, as borregas iniciam um percurso de cerca de quatro meses na Ancose, para depois serem oferecidas aos pastores que perderam os seus animais no incêndio. “As borreguinhas semi-adultas vão chegar às mãos de quem perdeu os animais para repovoar os rebanhos”, explica Manuel Marques. Entende o dirigente que “a ANCOSE tem o dever de não deixar extinguir a raça bordaleira”.

Na fase inicial deste projeto que consiste na oferta de borregas aos pastores, a ANCOSE faz um investimento na ordem dos 28 mil Euros. O Centro de Recria é um projeto para continuar no seio da Associação, sendo que numa fase posterior, os animais passarão a ser vendidos aos pastores que deles necessitem.

A ANCOSE assumiu nos pós incêndios de outubro um papel fundamental na distribuição de alimentação animal a todos os criadores de ovinos Serra da Estrela e outros animais, num trabalho de articulação com as autarquias e o governo.

Anterior Restaurantes e bares de Oliveira do Hospital com horário alargado no Natal e Ano Novo
Seguinte Ténis de Mesa: Atleta do CCPOH venceu IV Circuito Municipal de Tábua

Notícias Relacionadas

Destaque

Alexandrino diz que chegada da Volta do Futuro é “estratégia de marketing” e apela aos oliveirenses para que apoiem os jovens ciclistas

Na antecipação à chegada da 1ª Etapa da Volta a Portugal do Futuro- Liberty Seguros, esta tarde, pelas 15h44, na Avenida Dr. Carlos Campos, o presidente da…

Destaque

Município de Oliveira do Hospital investe em 16 ilhas ecológicas para “ambiente urbano mais qualificado”

O Município de Oliveira do Hospital vai proceder à instalação de 16 ilhas ecológicas em várias freguesias, com um investimento de 433 754 euros “num ambiente urbano mais qualificado e em

Informação

Programa mOHve-te Verão 2016 encerra hoje em Oliveira do Hospital

Chega hoje ao fim a iniciativa mOHve-te Verão 2016 promovida pelo município de Oliveira do Hospital. Todas as atividades desportivas …

Região

Leiria: GNR detém sete pessoas por tráfico de droga e posse de armas proibidas

O Comando Territorial de Leiria da GNR informou ontem que deteve sete pessoas suspeitas dos crimes de tráfico de estupefacientes e posse de armas proibidas, no concelho de Leiria.

Última Hora

País: Maioria dos alunos do 9.º ano chumba a Português e Matemática

Mais de metade dos alunos do 9.º ano chumbaram na 2.ª fase da prova final de Português, assim como a maioria dos estudantes que fez a prova…

Destaque

Oliveira do Hospital valoriza autores concelhios em mais uma edição da Feira do Livro

A Feira do Livro de Oliveira do Hospital abriu portas no domingo, dia 28 de maio, com uma homenagem aos vários autores do concelho. O certame que está de regresso

Região

Suspeito de matar jovem de Santa Comba Dão em prisão preventiva

O alegado autor do homicídio de Miguel Ribeiro, jovem de 20 anos de Santa Comba Dão, ocorrido na madrugada de quarta-feira no Porto, ficou em prisão preventiva, medida de coação

Informação

Oliveira do Hospital comemora a Revolução dos Cravos

O Município de Oliveira do Hospital vai assinalar o 44.º aniversário do 25 de Abril de 1974 com uma sessão solene evocativa esta quarta-feira, a partir das 10h30 nos Paços

Região

Deslizamento de terras obriga ao corte da EM 514 em Oliveira do Hospital

Um deslizamento de terras obrigou ao início da tarde de hoje ao corte da Estrada Municipal 514, no troço entre o cruzamento para Penalva de Alva…

Informação

Quase 100 militares no terreno devido à subida das temperaturas

Cerca de uma centena de militares reforçam a partir de hoje as ações de vigilância terrestre e o patrulhamento em Portugal continental,…

Vídeos

Alexandrino quer voltar a ver JI com “10, 15 ou 20 alunos”. Autarca prepara arranque de novo centro escolar na cidade (com vídeo)

O Jardim de Infância (JI) de Alvôco de Várzeas foi, esta manhã, o local escolhido pelo Município de Oliveira do hospital para assinalar o arranque do novo ano escolar.

Última Hora

AEOH distingue alunos no Dia do Diploma

O Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital (AEOH) celebra, esta sexta-feira, o Dia do Diploma, cerimónia em que se reconhece o trabalho de todos os alunos que terminaram o