Aldeias de Montanha celebram Sabores e Saberes da Castanha e reinventam magustos comunitários
31 Outubro, 2019 477 visualizações

Aldeias de Montanha celebram Sabores e Saberes da Castanha e reinventam magustos comunitários

image_pdfimage_print

O mês de novembro é festivo por excelência, não fosse a castanha um fruto nobre dos concelhos vizinhos da Serra da Estrela.

A colheita da castanha é, por esta altura, um argumento de celebração e ponto de encontro das populações locais e turistas, como atestam as diversas festas alusivas ao fruto. Os castanheiros ocupam um papel preponderante na economia local, são uma reserva natural que, nos últimos 2 mil anos, constituiu um eixo fundamental da vida serrana.

As Festas da Castanha que integram o Plano de Animação da Rede de Aldeias de Montanha são, per si, eventos que reinventam os Magustos tradicionais e proporcionam a comunhão com a economia local, a paisagem natural, o património cultural e etnográfico das gentes genuínas e sabedorias ancestrais.

A Festa da Castanha e da Jeropiga em Famalicão da Serra, no concelho da Guarda é um exemplo. Além do tradicional Magusto Comunitário com a castanha que prospera numa das mais extensas áreas protegidas da Serra da Estrela, não vai faltar a jeropiga, feita nas pequenas adegas caseiras da aldeia e que merecerá uma prova orientada por enólogos. Estão ainda garantidas as demonstrações das práticas tradicionais e artefactos, como a cestaria em madeira de castanho, tão viva nas gentes da aldeia; os concertos e atuações de grupos de cantares e concertinas; os showcookings; ou o teatro de Robertos.

As arruadas e animações de rua vão aquecer dia e noite e os espaços da aldeia de Famalicão da Serra, conhecida pela sua vocação na agricultura e no artesanato. A destacar a residência artística de Volker Schnüttgen, intitulada “Escutando a história de um castanheiro”, inspirada nas características do tronco de árvore encontrado e com o qual o artista alemão irá manter um diálogo mental e físico, face à matéria viva e natural com a qual trabalha.

Haverá ainda espaço para a Feira Gastronómica e das Artes, o Mercado da Castanha, uma tertúlia sobre “A Importância da Castanha na Economia Local”, a apresentação da Classificação da Estrela como Geopark Mundial da UNESCO e a apresentação do Projeto da Rede de Aldeias de Montanha à comunidade Local. De 8 a 10 de novembro em Famalicão da Serra.

Folgosinho, em Gouveia, de 1 a 3 de novembro a Castanha fará igualmente as honras da aldeia com o grande Magusto Comunitário, sem esquecer as iniciativas que irão aguçar os palatos mais sensíveis como são exemplo, o workshop de cogumelos selvagens, showcooking de castanha e concurso de doçaria tendo como base este fruto. No dia 3, a população e interessados vão ser convidados a plantar castanheiros, uma iniciativa com o intuito de contrariar os efeitos nocivos dos incêndios que afetaram a região em 2017.

A 3 de novembro, a aldeia da Lapa dos Dinheiros, em Seia, volta a ser a anfitriã de mais uma Festa da Castanha. Habitantes e visitantes vão ser convidados a participar no Magusto tradicional com caruma. O Mercado de Sabores dá o mote para um dia dedicado à degustação de iguarias que, em muito, estão relacionadas com a castanha, os seus saberes e sabores. Um dos pontos altos será a degustação da sopa da aldeia; a castanha com perdiz, shitakee e legumes da horta.

Anterior Fim-de-semana prolongado será cinzento mas ameno
Seguinte 17ª Feira do Porco e do Enchido realiza-se no dia 10 de novembro em Meruge

Notícias Relacionadas

Informação

Seis distritos sob aviso laranja devido ao mau tempo

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), a chuva veio para ficar nos próximos dias. Os distritos de Coimbra, Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro vão estar

Última Hora

EPTOLIVA comemorou 27 anos de “trabalho e dedicação”

A EPTOLIVA- Escola Profissional de Oliveira do Hospital, Tábua e Arganil comemorou, no passado dia 9 de novembro, o seu 27º aniversário, com uma cerimónia de entrega de diplomas e

Politica

Comemorações 25 de abril: Autarca de Oliveira do Hospital não vai dar “tréguas” ao governo

Na comemoração oficial do 42º aniversário do 25 de abril, o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital garantiu, ontem, não dar “tréguas” ao governo na resolução dos problemas

Programas

Maria Moura é convidada do Espaço BLC3- Ciência no Interior

Em mais um Espaço BLC3 – Ciência no Interior, a conversa hoje acontece com Maria Moura , que integra o departamento de Comunicação e Marketing.

Destaque

Município de Oliveira do Hospital abriu novo concurso para requalificação da sede do Agrupamento de Escolas

O executivo Municipal de Oliveira do Hospital aprovou, na passada quinta-feira, dia 9, a abertura de novo concurso para a requalificação…

Última Hora

Góis distinguido com bandeira “Autarquia + Familiarmente Responsável” 2019

A Câmara Municipal de Góis é, pelo quarto ano consecutivo, distinguida pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis (OAFR) …

Última Hora

Suspeito de incêndio em Penacova confessa o crime em tribunal

Um homem de 56 anos acusado de ser o autor de um incêndio em agosto de 2015 que consumiu cerca de 140 hectares de floresta …

Última Hora

“Há um cordão de solidariedade fantástico a abraçar Oliveira do Hospital”

O concelho de Oliveira do Hospital, fortemente afetado pelo incêndio de 15 de outubro que provocou prejuízos avultados…

Destaque

ESTGOH colocou 49 alunos na 2ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital conseguiu a colocação de 49 novos alunos, mais nove do que no ano passado. Contabilidade e Administração foi o

Informação

Céu limpo e descida da temperatura máxima no fim de semana

O fim de semana vai ser marcado por céu pouco nublado e uma pequena descida de temperatura máxima entre dois a quatro graus Celsius.

Informação

Mostra “Da Nossa Terra” realiza-se este sábado no Mercado Municipal

Amanhã, dia 13 de janeiro, tem lugar mais uma edição “Da Nossa Terra” – Mostra de Produtos Biológicos e Agrícolas em Modo de Produção Tradicional de Oliveira do Hospital, …

Informação

Associação das vítimas dos incêndios de 15 de outubro queixa-se de “discriminação” nos apoios a fundo perdido

A  Associação das Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal queixa-se de que os lesados pelos incêndios de 15 de outubro estão a ser alvo de “discriminação negativa” nos