“A EXPOH vai ter um formato diferente. É preciso criar uma comissão organizadora”
20 Agosto, 2019 1428 visualizações

“A EXPOH vai ter um formato diferente. É preciso criar uma comissão organizadora”

image_pdfimage_print

A EXPOH- Feira Regional de Oliveira do Hospital 2019 terminou há cerca de três semanas, mas o executivo municipal já está de olhos postos na próxima edição. A escolha dos artistas por parte da população, a criação de um tema e uma comissão organizadora são algumas novidades para a edição de 2020.

Na última reunião pública do executivo, na sequência da intervenção do vereador do PSD, João Paulo Albuquerque, que felicitou o executivo por mais uma edição do certame, o presidente da Câmara Municipal fez um novo balanço e adiantou algumas novidades que espera ver concretizadas na próxima Feira.

O autarca confessou que gostaria que “houvesse um tema” para o próximo ano. “Gostava que fosse dedicada à indústria têxtil”, começa por dizer, realçando que, para isso, “é preciso criar uma comissão organizadora”. “Devemos dar outros passos para que não avancem só as ideias do presidente e do executivo. Abrir a própria feira a essa comissão organizadora e a agentes empresariais para nos ajudarem”, disse.

Na ocasião, voltou a frisar que parte da contratação dos artistas vai ser feita pelo público oliveirense. “Nós vamos lançar durante o mês de setembro e até 15 de outubro, a contratação de três artistas. “O público oliveirense vai escolher por votação online. Do escalão até aos 20 anos escolhem um artista. Dos 20 aos 40 anos escolhem outro e dos 40 para cima escolhem outro”, explicou, evidenciando que a sua escolha, como cidadão oliveirense, está feita: a fadista Mariza.

Alvo de críticas a propósito da contratação do artista internacional Nego do Borel, José Carlos Alexandrino afirmou que “o espetáculo defraudou completamente as expectativas”. Tendo conhecimento que essa mesma contratação foi contestada nas redes sociais, o autarca relembrou que “todos os contratos dos artistas estão no portal” para consulta.

O assunto mereceu também destaque na primeira página do Jornal i, onde se lê “Câmara Municipal de Oliveira do Hospital paga 64 mil Euros por Nego do Borel”. Com o respetivo jornal na mão, José Carlos Alexandrino adiantou que este ano, foi o ano em que o Município gastou mais.

Relembrando que a contratação do artista internacional foi feita no âmbito de uma promessa do autarca há dois anos, o presidente reconhece que “o salto do cartaz não foi suficiente para dar o salto no número de pessoas”.

Face a isto, José Carlos Alexandrino garante que “a EXPOH do próximo ano vai ter um formato completamente diferente. “A EXPOH tem de ser reinventada. Não é só pelo cartaz que não somos capazes de atrair maior número de pessoas. Precisa de uma remodelação”, referiu, defendendo que “o Parque do Mandanelho é fantástico para concertos mas não é bom para realizar uma feira”.

Anterior Região: Incêndio em fábrica de transformação de madeiras dominado. Não há feridos
Seguinte Funeral do jovem que faleceu vítima do acidente em Tábua realiza-se hoje

Notícias Relacionadas

Informação

Estudantes de design apresentam projetos originais para Lugares Património Mundial do Centro

O Mosteiro da Batalha acolhe, no próximo dia 14 de setembro, a partir das 11h00, a sessão de apresentação de resultados do workshop internacional para a criação de projetos originais

Última Hora

FAAD apela à consignação de 0,5 por centro do IRS

Iniciada mais uma campanha da declaração de impostos sobre o rendimento, a Fundação de Aurélio Amaro Diniz (FAAD)  recorda possibilidade …

Última Hora

Município de Oliveira do Hospital substitui-se a privados no corte de árvores ardidas na berma das estradas

O Município de Oliveira do Hospital tem em curso o corte de árvores ardidas numa extensão de 76 quilómetros, substituindo-se aos proprietários…

Região

Região: duas pessoas ficaram feridas em queda de paramotor em Águeda

A queda de um paramotor (parapente com motor) no concelho de Águeda causou, ontem, dois feridos, disse fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Aveiro.

Informação

Eptoradio na Rádio Boa Nova

No 6º programa Eptoradio apresentamos, na primeira parte, o Curso Profissional Técnico de Auxiliar de Saúde da Escola Profissional EPTOLIVA,…

Última Hora

Oliveira do Hospital é o terceiro município do distrito de Coimbra com melhor desempenho financeiro

Oliveira do Hospital é o terceiro município do distrito de Coimbra com melhor desempenho financeiro, revelou em novembro a Ordem dos…

Informação

Homem de Coimbra morreu com tiros de caçadeira em Vila Velha de Ródão

Um homem de 31 anos de idade, residente em Coimbra, morreu ontem de madrugada perto da barragem de Fratel, no concelho de Vila Velha de Ródão,…

Região

Idoso morre em incêndio no Sabugal

Um homem foi hoje encontrado morto na zona onde deflagrou um incêndio florestal, na área da freguesia de Santo Estevão e Moita, no concelho do Sabugal, disseram à agência Lusa fontes da proteção civil e da GNR.

Informação

Banco Alimentar Contra a Fome recolheu mais de 1 600 toneladas de alimentos

O Banco Alimentar Contra a Fome recolheu mais de 1 600 toneladas de alimentos durante o fim-de-semana, na primeira campanha anual realizada em mais de 2 000 lojas no país.

Informação

Turismo do Centro congratula-se com sucesso da região no programa 7 Maravilhas à Mesa

O Turismo Centro de Portugal congratula-se com o facto de duas Mesas representantes da região – a Mesa da Bairrada ao Mondego e a Mesa Terras da Chanfana – terem

Destaque

Homem que abusou, violentou e quase matou vizinha em Oliveira do Hospital condenado a 15 anos de prisão

Tribunal de Coimbra deu como provado que um homem de 33 anos violou a vizinha, que sofre de deficiência, num contexto de roubo, tendo ainda tentado tirar-lhe a vida, sem

Destaque

Proteção Civil alerta para perigo de incêndio rural devido a “subida expressiva da temperatura”

Atendendo à informação disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera que prevê uma “subida expressiva da temperatura” e…