60 concelhos de 13 distritos estão hoje em risco máximo de incêndio
20 Agosto, 2018 693 visualizações

60 concelhos de 13 distritos estão hoje em risco máximo de incêndio

image_pdfimage_print

Cerca de 60 concelhos de 13 distritos de Portugal continental apresentam hoje risco máximo de incêndio.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), em risco máximo de incêndio estão cerca de 60 concelhos dos distritos de Faro, Santarém, Leiria, Castelo Branco, Portalegre, Coimbra, Aveiro, Porto, Braga, Vila Real, Braga, Bragança e Guarda apresentam hoje risco máximo de incêndio.

Os distritos com mais concelhos em risco máximo de incêndio são Faro (com 8), Bragança (7) Santarém, Castelo Branco e Guarda (quatro).

O IPMA colocou ainda em risco muito elevado de incêndio quase uma centena de concelhos dos distritos de Faro, Beja, Lisboa, Santarém, Portalegre, Castelo Branco, Leiria, Coimbra, Guarda, Viseu, Aveiro, Porto, Braga, Viana do Castelo, Vila Real e Bragança.

Há ainda vários concelhos em risco elevado e moderado de incêndio.

O IPMA mantém em aviso amarelo os 18 distritos de Portugal continental devido à previsão de tempo quente até às 22h00 de terça-feira.

Face ao aumento das temperaturas para os próximos dias o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, assinou na sexta-feira um despacho que determina a declaração da situação de alerta vermelho até quarta-feira para os distritos de Braga, Bragança, Guarda, Porto, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil colocou os sete distritos em alerta vermelho, o mais grave, face a previsões de temperatura alta, baixa humidade e vento.

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade durante a tarde no interior das regiões Centro e Sul, com possibilidade de ocorrência de aguaceiros dispersos e trovoada.

Está ainda prevista uma pequena subida da temperatura mínima nas regiões Norte e Centro.

As temperaturas mínimas vão variar entre os 16 graus Celsius (na Guarda e em Bragança) e os 25 (em Portalegre) e as máximas entre os 31 (na Guarda) e os 38 8em Évora, Santarém e Leiria).

Anterior Adolescente encontrado sem vida na barragem da Aguieira
Seguinte FCOH perdeu com Anadia. ADN consegue vitória frente ao Torreense

Notícias Relacionadas

Sociedade

Feridos dos incêndios do ano passado isentos de taxas moderadoras

As vítimas dos incêndios de junho e de outubro do ano passado vão passar a estar isentas do pagamento de taxas moderadoras na saúde e a ter dispensa gratuita de

Informação

Incêndio em habitação de aldeia do Sabugal origina dois feridos

Um incêndio destruiu, hoje, parcialmente uma casa de habitação e provocou dois feridos ligeiros em Vale das Éguas, no concelho do Sabugal, …

Última Hora

Programa + Superior atribui mais bolsas no próximo ano letivo em Oliveira do Hospital

O Ministério da Ciência Tecnologia e Ensino Superior aumentou para 1 605 as bolsas disponíveis, através do Programa + Superior,…

Destaque

Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital reúne hoje em sessão ordinária

Está marcada para as 14h30 desta sexta-feira, 9 de junho, a reunião ordinária da Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital.

Informação

Seia ajuda idosos e pensionistas na aquisição de medicamentos

A Câmara Municipal de Seia abriu um novo período de candidaturas para apoiar idosos e pensionistas na compra de medicamentos, ao abrigo do Programa Municipal de Comparticipação em Despesas com

Última Hora

PSD de Oliveira do Hospital pede esclarecimentos a Costa sobre atraso “nas obras no IC6”

A Comissão Política do PSD de Oliveira do Hospital quer que o presidente da Câmara, José Carlos Alexandrino e o primeiro Ministro, António Costa, esclareçam os oliveirenses sobre…

Destaque

Oliveira do Hospital mostra “cartão vermelho” à violência doméstica

O Município de Oliveira do Hospital inaugurou, ontem, nos Paços do Concelho, a exposição “Mostra o Cartão Vermelho à Violência Doméstica,…

Cultura

“O Sol bailou ao meio dia?!” Fátima, Fé e História… 100 anos depois (O video)

“O Sol bailou ao meio dia?!”  Fátima, Fé e História… 100 anos depois Moderação: Vítor Neves Intervenientes: Anselmo Borges, Carlos Esperança, Francisco Claro e Luís Filipe Torgal.   Ficam aqui

Última Hora

Pelo menos três arguidos na investigação às mortes nos incêndios de Pedrógão

Pelo menos três pessoas foram constituídas como arguidos na investigação aos incêndios de Pedrógão Grande, que causaram pelo menos 66 mortos, avança o JN.

Região

Associação pede rapidez para que indemnizações “não demorem uma eternidade”

O presidente da Associação de Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal considerou hoje que “é preciso trabalhar rápido”…

Região

Septuagenário detido em Viseu por posse ilegal de armas

  O Comando Territorial de Viseu, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Especificas, procedeu ontem …

Informação

Há um novo caso suspeito de infeção por novo coronavírus em Portugal

A Direção-Geral de Saúde informou que há um 18.º caso suspeito de infeção por coronavírus (Covid-19) em Portugal.