Viseu: Edifícios históricos vão ser fotografados para caracterização do património

Viseu: Edifícios históricos vão ser fotografados para caracterização do património

image_pdfimage_print

Cerca de 500 edifícios do centro histórico de Viseu vão estar, no sábado, na mira das objetivas fotográficas de 180 profissionais e estudantes de todo o país, …

… permitindo uma caracterização geral desse património.

Raimundo Mendes da Silva, coordenado do projeto municipal “Viseu Património” disse à Lusa que o objetivo passa por “chegar ao fim do dia com cerca de 25 mil fotografias de 486 edifícios”.

Segundo o responsável, “Viseu tem um projeto muito ambicioso, mas realista”, de valorização do património do seu centro histórico, sendo, por isso, fundamental “ter uma caracterização geral desse património, para depois serem feitos estudos mais detalhados de edifícios mais típicos e mais singulares”.

A iniciativa vai mobilizar 180 profissionais, professores e estudantes das áreas da engenharia, da arquitetura e do património oriundos de vários pontos do país a circularem pelo centro histórico para fotografarem os edifícios.

Na opinião de Raimundo Mendes da Silva, este será “um evento com um resultado técnico muito importante para Viseu, mas simultaneamente um evento com caráter muito pedagógico para a população em geral e para os interessados na área do património”.

 

 

Previous Carro furtado e tentativa de assalto na última madrugada em Oliveira do Hospital
Next Guarda: Nove pessoas detidas por tráfico de estupefacientes

Artigos Relacionados

Informação

Partida da quinta etapa da 81.ª Volta a Portugal faz-se em Oliveira do Hospital

Oliveira do Hospital é palco na próxima segunda-feira, dia 5 de agosto, da partida da quinta etapa da 81.ª Volta a Portugal Santander,…

Última Hora

Despiste de camião condiciona trânsito no IP3

O trânsito encontra-se hoje de manhã condicionado no Itinerário Principal 3 na zona de Almaça, no concelho de Mortágua, devido ao despiste de um camião,…

Informação

País: Bombeiros voluntários passam a ter bonificações de serviço para a reforma

Os bombeiros voluntários que tenham pelo menos 15 anos de serviço no quadro ativo ou de comando vão ter direito a uma bonificação de 15% …

Última Hora

Muita geada nas estradas da região

A região de Oliveira do Hospital acordou hoje com um grande manto branco de geada criando alguns problemas em algumas estrada do concelho. A Protecção Civil e a GNR estão no

Última Hora

Lesado pelo incêndio expõe oliveiras ardidas em protesto pela falta de apoios

Hoje, no dia em que faz precisamente sete meses que aconteceu o trágico incêndio 15 de outubro, Luís Miguel Falcão de Brito conta que “ainda nada foi feito” e que

Região

Nelas: GNR investiga onda de assaltos

A GNR está a investigar assaltos que aconteceram nos últimos dias no concelho de Nelas.

Nacional

Chuva está de regresso e as temperaturas descem até oito graus

A chuva regressa a partir de hoje e prevê-se também uma descida entre cinco e oito graus da temperatura máxima.

Última Hora

Aveiro: Duas mulheres identificadas por transporte ilegal de pescada e amêijoas

A GNR apreendeu 41 quilos de pescada branca e 114 quilos de amêijoa branca, esta terça e quarta-feira, no Porto de Pesca Costeira de Aveiro.

Última Hora

Detido homem que ameaçava vizinhos com armas de fogo em Trancoso

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação Criminal de Pinhel, deteve esta terça-feira, um homem por posse ilegal de armas de fogo, no concelho de Trancoso, distrito da

Informação

Arganil defende debate sobre ordenamento florestal

A Câmara de Arganil considera que várias das conclusões do relatório da comissão técnica independente sobre os incêndios de outubro de 2017 vão ao encontro da posição do município, que

Região

Humberto Oliveira recandidata-se à Câmara de Penacova

A Concelhia do PS de Penacova aprovou, por unanimidade, a recandidatura de Humberto Oliveira ao Município de Penacova, no distrito de Coimbra.

Educação

31 Alunos desistiram dos estudos na ESTGOH por falta de alojamento

Trinta e um alunos que ingressaram na Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH) acabaram por abandonar a cidade oliveirense devido à dificuldade em arranjar alojamento.