Viatura dos bombeiros de Oliveira do Hospital ardeu em incêndio em Alvôco de Várzeas

Uma viatura de combate a fogos florestais da corporação de bombeiros de Oliveira do Hospital, ardeu ao início da tarde de hoje no incêndio que consumiu mato e pinhal numa encosta em Alvôco de Várzeas.

Em direto para o noticiário das 18h00 da Rádio Boa Nova, Emídio Camacho, comandante da corporação de bombeiros, adiantou que o incêndio está “controlado”.

Uma mudança repentina do vento, fez com que a viatura – a mais recente no parque de viaturas da corporação oliveirense – fosse tomada pelas chamas. A equipa de bombeiros não foi afetada.

O incêndio em Alvôco de Várzeas iniciou no sábado à noite, tendo tido vários episódios de reacendimento, o mais grave dos quais nesta quarta-feira, mobilizando bombeiros de toda a região e equipas de sapadores florestais. A proteção civil municipal também acionou retroescavadoras e outra maquinaria necessária ao corte do fogo. O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, responsável da Proteção Civil, também esteve no terreno a acompanhar as operações.

A meio da tarde, o incêndio contava com várias frentes ativas, progredindo na direção de Chão Sobral, freguesia de Aldeia das Dez. Estima-se que a área ardida seja já na ordem dos cinco hectares.

Para além da grande inclinação, também o vento e as elevadas temperaturas dificultaram o trabalho de combate a este fogo que é já considerado como o maior deste ano de 2016, ainda antes de iniciar a fase crítica de incêndios.